COVID-19

Presidente TJ determina lockdown em Cuiabá, VG e mais 48 municípios

Publicados

em

JB News

Por Denise Niederauer e Jota de Sá

 

A presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas acatou pedido do Ministério Público (MPE), nesta segunda-feira (29.04) e determinou a aplicação imediata e obrigatória, por todos os municípios, do Decreto Estadual nº 874/2021, de caráter impositivo, editado e publicado na última semana pelo governo de Mato Grosso, portanto, deve ser seguido à risca pelos prefeitos.
O decreto atualiza a classificação de risco epidemiológico e fixou regras e diretrizes para adoção das medidas restritivas de prevenção à disseminação da Covid-19. Diante da gravidade do sistema de saúde, com a falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em Mato Grosso
Na decisão a desembargadora Maria Helena diz que: “Determino a renovação da ordem liminar, ad referendum pelo Órgão Especial, prevalecendo em todo o Estado de Mato Grosso, inclusive, no município de Cuiabá, as medidas restritivas impostas no Decreto Estadual n. 874, de 25 de março de 2021, advertindo-se expressamente os chefes dos Poderes Executivos Municipais que o não atendimento da ordem judicial ensejará a devida responsabilização, nos termos da lei”, decidiu.
Diante da decisão os prefeitos de várzea Grande, Cuiabá e mais 48 municípios deverão decretar de imediato as ações orientadas, dentre elas a quarentena obrigatória por 10 dias.

Leia Também:  Várzea Grande inicia hoje vacinação para jovens de 12 a 17 anos

A Prefeitura de Cuiabá vai se manifestar nas próximas horas quanto à decisão da Justiça, confirmou a assessoria de imprensa.

Leia na íntegra a decisão:👇

Decisão

 

No último dia 25.03, o governo editou e classificou os 50 municípios com maior risco de contágio,  são eles: Araguainha, Barão de Melgaço, Canabrava do Norte, Itanhangá, Jangada, Juscimeira, Nova Santa Helena, Planalto da Serra, Ribeirãozinho, Santa Cruz do Xingu, Santa Rita do Trivelato, Santa Terezinha, Santo Antônio do Leste, São José do Povo, São José do Xingu, São Pedro da Cipa, Torixoréu, União do Sul, Alta Floresta, Apiacás, Aripuanã, Brasnorte, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Campo Verde, Carlinda, Cláudia, Cuiabá, Diamantino, Guarantã do Norte, Juara, Juruena, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Matupá, Mirassol D’Oeste, Nova Mutum, Nova Xavantina, Paranatinga, Peixoto de Azevedo, Poconé, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sapezal, Sinop, Sorriso, Tapurah, Várzea Grande, Vila Bela da Santíssima Trindade.
Outras 91 cidades estão classificadas na categoria de risco alto para a contaminação do coronavírus. São elas: Acorizal, Água Boa, Alto Araguaia, Alto Boa Vista, Alto Garças, Alto Paraguai, Alto Taquari, Araguaiana, Araputanga, Arenápolis, Barra do Bugres, Bom Jesus do Araguaia, Campinápolis, Campos de Júlio, Canarana, Castanheira, Chapada dos Guimarães, Cocalinho, Colniza, Comodoro, Confresa, Conquista D Oeste, Cotriguaçu, Curvelândia, Denise, Dom Aquino, Feliz Natal, Figueirópolis D Oeste, Gaúcha do Norte, General Carneiro, Glória D’ Oeste, Guiratinga, Indiavaí, Ipiranga do Norte, Itaúba, Itiquira, Jaciara, Jauru, Juína, Lambari D’ Oeste, Luciara, Nobres, Nortelândia, Nossa Senhora do Livramento, Nova Bandeirantes, Nova Brasilândia, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita, Nova Lacerda, Nova Marilândia, Nova Maringá, Nova Monte Verde, Nova Nazaré, Nova Olímpia, Nova Ubiratã, Novo Horizonte do Norte, Novo Mundo, Novo Santo Antônio, Novo São Joaquim, Paranaíta, Pedra Preta, Pontal do Araguaia, Ponte Branca, Porto Alegre do Norte, Porto dos Gaúchos, Porto Esperidião, Porto Estrela, Poxoréu, Querência, Reserva do Cabaçal, Ribeirão Cascalheira, Rio Branco, Rondolândia, Rosário Oeste, Salto do Céu, Santa Carmem, Santo Afonso, Santo Antônio do Leverger, São Félix do Araguaia, São José do Rio Claro, São José dos Quatro Marcos, Serra Nova Dourada, Tabaporã, Terra Nova do Norte, Tesouro, Vale de São Domingos, Vera, Vila Rica, Barra do Garças, Colíder e Tangará da Serra.
Nenhum município foi classificado com risco moderado para a Covid-19.

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Confira como será a vacinação na segunda (11) e no feriado de terça-feira em Cuiabá

Publicados

em

Por

ROBERTA PENHA

 

 Luiz Alves

Clique para ampliar 

Por ser ponto facultativo na segunda-feira (11) e feriado na terça-feira (12), a campanha Vacina Cuiabá – Sua Vida em Primeiro Lugar atuará em sistema de rodízio entre os polos considerando a redução da adesão da população à vacinação em períodos assim. Na segunda-feira  (11) estarão abertos os polos do Sesc Balneário e do Sesi Papa. Na terça-feira (12) estarão abertos os polos do Senai Porto e Sesi Papa. Nestes dias os polos vão funcionar das 8h às 12h. É necessário chegar ao local até às 11h30.

O polo da Assembleia Legislativa estará fechado nos dias 11 e 12 de outubro, a pedido da administração da Casa de Leis, que vai realizar manutenção predial e sanitização das instalações. Caso alguém esteja agendado para este polo, ele deve se dirigir a qualquer outro que esteja funcionando na data agendada. A partir de quarta-feira (13), o polo voltará a funcionar normalmente. A UFMT também estará fechada a pedido da direção, para realização dos serviços de calçadas no entorno do Restaurante Universitário.

Leia Também:  Prefeito Emanuel Pinheiro solicita estudo para começar a imunização de idosos com a dose de reforço em Cuiabá

Público da vacinação

Neste momento, a campanha de imunização está vacinando pessoas com a segunda dose, dentro do prazo estipulado no cartão de vacinação. Também estão sendo vacinados com a dose de reforço os idosos a partir de 80 anos e os trabalhadores da saúde e imunossuprimidos. Esses dois grupos precisam ter no mínimo 6 meses que tomaram a segunda dose para tomarem a dose de reforço. A vacinação do grupo de 12 a 17 anos precisou ser suspensa temporariamente, até a chegada de mais doses específicas para esse público.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA