Policial

7 toneladas de entorpecentes apreendidos em MT serão incinerados nesta terça-feira

Publicados

em

JB News

Da Redação

O governador Mauro Mendes (DEM), e o secretário de Segurança Pública, Alexandre ³, acompanham nesta terça-feira (05.10), a operação de incineração de 7 toneladas de entorpecentes apreendidos pelas forças de segurança do Estado.

A ação ocorre a partir das 10 horas, na empresa Sperafico da Amazônia S/A, localizada na Rodovia dos Imigrantes s/n – km 2,3, no Distrito Industrial, em Cuiabá.

Segundo o secretaria de segurança, as apreensões ocorreram no final de setembro. Do total de entorpecentes que será incinerado, duas toneladas, entre cocaína e cloridrato de cocaína, foram apreendidas em Cáceres, pelo Gefron, Polícia Militar e Polícia Federal. Outras cinco toneladas de maconha foram apreendidas pela Polícia Civil, em Alto Taquari.

As ações marcam o recorde de apreensões no Estado e são decorrentes da política de tolerância zero contra o tráfico internacional e interestadual de drogas.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Vereadores de Cuiabá destinam R$ 8,7 mi em emendas para combate ao Coronavírus

Policial

Jovem que matou e arrancou o coração da tia é absolvido pela justiça

Publicados

em

Por

JB News 

Por Nayara Cristina 

O juiz Anderson Candiotto de Sorriso-MT, decidiu nesta sexta-feira (24.06),  liberar Lumar Costa da Silva,  o jovem matou friamente sua tia, Maria Zélia da Silva Cosmos, e em seguida arrancou o coração,  vítima.

O caso ganhou  grande repercussão na midia. E nesta sexta-feira Lumar  foi absolvido sumariamente pela Justiça.

As informações são de que o  rapaz é portador de transtorno bipolar, por isso foi considerado inimputável, ou seja, incapaz de compreender que o ato cometido é um crime.

 No texto da decisão, o magistrado pontua que a defesa do rapaz pediu a sua absolvição com base em sua condição de inimputabilidade, a qual foi, inclusive, atestada no exame de insanidade mental.

Candioto reforcou que já havia pontuado em dezembro de 2021, a insanidade mental do rapaz.

“Nesse contexto, reconhecida a existência de conduta típica e ilícita, porém ausente a capacidade de culpabilidade, e desde que a inimputabilidade seja sua única tese defensiva, é possível a absolvição sumária do agente”, destacou  o juiz.

Na decisao o juiz determinou que o jovem fosse encaminhado para um hospital de custódia para um tratamento psiquiátrico, por prazo indeterminado.

Leia Também:  Comissão de Segurança cobra nomeação de aprovados em concurso e discute ações e demandas do setor

Lumar ficará Internado no  Hospital de tratamento Psiquiátrico  Franco da Rocha, no interior paulista.

O crime aconteceu em 2019, segundo Lumar,  ele usou um cigarro de maconha, e tomou alguns LSD, em seguida foi até a casa da sua tia, roubou cerca de R$ 800,00, na saída começou a ouvir vozes ordenando a cometer o assassinato da tia.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA