POLITICA

Este governo está entregando porque não pensou em eleição, pensou em um Estado para todos”, afirma Fábio Garcia

Publicados

em

JB News

Da Redação

“A política é uma missão, uma contribuição que os bons políticos dão à sociedade. Este governo tem esse grande diferencial: pensou no Estado e na missão de entregar melhorias à população, não pensou nas eleições futuras. Por isso, o resultado aparece para todos, investimentos em todas as regiões de Mato Grosso”.

A afirmação é do senador Fábio Garcia, nesta sexta-feira (13.05), em ato público em Campo Novo do Parecis, durante assinatura de autorização para asfaltamento de 23 quilômetros da MT-358, que vai beneficiar toda a região Oeste do Estado.

Fábio Garcia lembrou da situação em 2019, quando o governo tinha dívidas com 11 mil fornecedores, salários dos servidores e repasses aos municípios atrasados.

“Tenho andando muito o Estado e vejo muitos investimentos em todos os municípios, mas é necessário registrar que para Mato Grosso chegar na condição em que está hoje, de poder distribuir tantos investimentos, a caminhada não foi fácil e foi preciso muita coragem para fazer os enfrentamentos necessários, com o apoio dos deputados estaduais”, destacou o senador.

Leia Também:  Justiça desbloqueia 688 mil de Flávio Frical penhorados três dias antes da eleição

Ele frisou ainda que o Governo de Mato Grosso vai investir 15% da receita corrente líquida em 2022. “É um dos Estados que mais investem no Brasil e, isso é fruto de um trabalho sério e da aplicação correta do dinheiro público”.

O senador acompanha o governador Mauro Mendes em visita aos municípios de Campo Novo do Parecis e Sapezal, onde assinam mais de R$ 150 milhões em investimentos, por meio de convênios com as prefeituras em obras e ações de infraestrutura, regularização fundiária, educação e segurança pública.

Também acompanham a comitiva o senador Wellington Fagundes; o deputado federal Neri Geller; os deputados estaduais Dr. João, Carlos Avalone e Sebastião Resende; o ex-governador Blairo Maggi; os prefeitos Rafael Machado (Campo Novo do Parecis) e Vander Masson (Tangará da Serra); os secretários de Estado, Marcelo de Oliveira (Infraestrutura) e Laice Souza (Comunicação); além de vereadores e lideranças locais.

COMENTE ABAIXO:

POLITICA

PTB deve lançar coronel ao governo

Publicados

em

Por

JB News

 

Com a pré-candidatura de Antonio Galvan ao Senado Federal consolidada, o PTB articula agora um nome para disputar o Governo de Mato Grosso. A chapa pura para majoritária ganha força e o nome da coronel Zózima Dias surge como alternativa para concorrer ao Palácio Paiaguás.

“Estamos com uma chapa competitiva para estadual, federal e uma pré-candidatura ao Senado forte e com reais chances de vitória. Para o governo, a coronel Zozima está animada com a disputa e tem total apoio do partido. Além de ser um nome da direita, Zózima é alinhada com as pautas defendidas pelo nosso presidente Bolsonaro”, afirma o presidente estadual do PTB, Victório Galli.

Com a definição do nome da coronel Zózima, o PTB espera apresentar uma alternativa ao governo com um nome que atende todos os requisitos do eleitorado conservador do estado, uma vez que a maioria do eleitorado bolsonarista não aceita apoiar à reeleição do governador Mauro Mendes (UB).

“Ele [Mauro Mendes] passou quase quatro anos sendo oposição ao presidente Jair Bolsonaro, mas agora quer o apoio de seus eleitores. Felizmente, isso não vai colar. A população está antenada e sabe identificar quem verdadeiramente está ao lado do atual presidente e das pautas que a direita defende”, comenta a coronel da Polícia Militar e pré-candidata a governadora. Zózima acrescenta ainda, que não tem receio de enfrentar a máquina pública comandada por Mauro. “Não será uma eleição fácil, mas a máquina e o poder financeiro do grupo político do atual governador não nos intimidam”.

Leia Também:  População não cumprem regras de distanciamento e formam filas quilômetricas nos bancos da capital

Para deputado federal, os petebistas têm uma chapa com vários nomes competitivos como o de Galli e do deputado estadual Ulysses Moraes. Já para estadual, a sigla projeta eleger de dois a três estaduais. Além da coronel, a direção do PTB cogitou lançar Galli ou Ulysses Moraes ao governo, mas ambos estão focados em concorrer a federal.

Histórico – Coronel Zózima é a idealizadora e ex-coordenadora do programa Rede Cidadã, que já atendeu milhares de crianças e adolescentes no estado. Em 2020, a coronel foi candidata a suplente de senadora na chapa encabeçada pelo deputado federal José Medeiros (PL). Antes de colocar seu nome ao governo, Zózima trabalha sua pré-candidatura a deputada federal.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA