Polícia Federal

77 Kg de barras de ouro que saíram de Mato Grosso e do Pará foram presos pela Policia Federal em Sorocaba-SP

Publicados

em

JB News

Por Nayara Cristina

77 Kg de barras de ouro que saíram de Mato Grosso e do Pará, forma presos pela Policia Federal (PF), nesta manhã de quarta-feira 04.05, no Aeroporto Estadual de Sorocaba, em São Paulo (SP). O valor do metal preciso foi avaliado em cerca de 23 milhões de reais.

As informações da PF são de que as barras de ouro estavam na posse de seis brasileiros em um avião particular. AO chegarem no aeroporto, o ouro foi colocados dentro de um automóvel, que foi monitorados pelos agentes da PF, que acionaram imediatamente a Policia Rodoviária Federal (PRF), e Policia Militar (PM), para fazer abordagens no veículo onde estava sendo transportado o ouro.

Na vistoria também foram encontrados e apreendidos vários documentos que serão posteriormente analisados pela equipe de investigadores.

Os suspeitos foram presos, e encaminhados para a delegacia da PF, onde será instaurado um inquérito, para apurar o crime. Foi apreendida também a aeronave usada para o transporte, que segundo a polícia, a mesma estava proibida de ser utilizada.

Leia Também:  Mercado imobiliário está em alta em MT durante pandemia

Os criminosos podem ser enquadrados em pelos crimes de usurpação de bens da União e receptação dolosa.

COMENTE ABAIXO:

Nacional

Ex-ministro Milton Ribeiro tem prisão preventiva revogada

Publicados

em

Por

JB News

Por Alisson Gonçalves

A prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro,foi revogada nesta quinta-feira 23 de junho.

A decisão é do desembargador federal Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, o desembargador atendeu um pedido pela defesa de Milton que diz que o ministro colaborou com às investigações e que também os crimes que foram atribuídos ao ex-ministro não foram classificados como hediondo e nem violentos,e que nada justificava a prisão preventiva.

Como já informado Milton Ribeiro,foi alvo da PF nesta quarta-feira 22 de junho,segundo a polícia ele estaria ligado ao crime de corrupção passiva,tráfico de influência e prevaricação.

Milton é investigado por facilitar a liberação recursos do Ministério da Educação ao pastores Gilmar Santos e Arilton Moura,que falava para qual lugar o recurso seria destinado, inclusive para construção de igrejas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Diretor de contratação para as UTI, s da empresa Hipermed pede demissão do posto
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA