POLITICA

Wagner Ramos é lançado a federal por Mauro Mendes para representar região de Cuiabá a Colniza

Publicados

em

RAJB News

Por Alisson Gonçalves

Wagner Ramos é candidato a deputado federal: quero trabalhar por Tangará e todo MT.

 

Com a experiência de quatro mandatos na Assembleia Legislativa, o ex-deputado estadual Wagner Ramos foi oficializado candidato a deputado federal na convenção do União Brasil realizada nesta sexta-feira (5), em um ginásio esportivo do bairro Dom Aquino em Cuiabá.

Um dos políticos mais experientes de Mato Grosso no Legislativo, Wagner Ramos tem base eleitoral em Tangará da Serra e trabalha para a representatividade do município e região no Congresso Nacional.

A candidatura foi chancelada pelo governador e candidato à reeleição Mauro Mendes.

“Fiquei muito feliz de ser lançado candidato pelo União Brasil e representar uma região de 1.100 km sem nenhum deputado federal. Quero ser este deputado em favor desta população e em prol de todo o Estado”,destaca Wagner Ramos.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Senado aprova projeto de Lei de autoria do senador Jayme Campos que prorroga até o final deste ano carência para pagamento do Fies

POLITICA

Coronel Assis destaca que colocou seu nome à disposição na política por entender que seu trabalho à frente da Segurança Pública não acabou

Publicados

em

Por

JB News

O coronel da Polícia Militar, Jonildo José de Assis, foi confirmado candidato a deputado federal durante a Convenção Partidária do União Brasil, na noite dessa sexta-feira (5). A convenção, que foi realizada no ginásio Dom Aquino, em Cuiabá, também confirmou a candidatura do governador Mauro Mendes à reeleição.

Coronel Assis chegou à convenção ao som da música Tropa de Elite, que se popularizou no filme de mesmo nome e que tem o trabalho policial como protagonista.  “Sou coronel da Polícia Militar e sirvo a população de Mato Grosso desde 1995. Há mais de 27 anos eu defendo este Estado e o cidadão e cidadã de bem, com muita honra”,
O coronel destacou que colocou seu nome à disposição na política por entender que seu trabalho à frente da Segurança Pública não acabou. “Precisamos acabar com o sentimento de impunidade que o criminoso sente. A polícia não pode mais prender e a lei soltar. Por isso quero ir para o Congresso. Vou trabalhar por leis penais mais duras para termos um Brasil e um Mato Grosso mais seguros”.

Leia Também:  TCE-MT e Governo do Estado assinam termo de cooperação para disponibilização e intercâmbio de informações fiscais

Entre as propostas do coronel Assis está a ampliação do número de Escolas Militares, que hoje têm a melhor média da rede pública no IDEB; agilizar a Reforma Tributária; e mais recursos para as creches. “Defendi Mato Grosso como Comandante do Bope, Comandante do Gefron, Secretário-Adjunto de Segurança Pública, Comandante-Geral da Polícia Militar e agora vou seguir a minha missão rumo à Câmara Federal”.

Coronel Assis ficou três anos no Comando Geral da Polícia Militar e ajudou a entregar uma Polícia Militar capacitada, equipada com armamentos modernos, mais próxima da população e adotou estratégias que resultaram na redução dos índices de criminalidade em Mato Grosso.

Com 46 anos, casado e pai de uma filha, coronel Assis é apoiador do presidente Jair Bolsonaro e defende pautas da direita como o armamento civil, o fortalecimento dos CACs e clubes de tiro e o liberalismo econômico.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA