Arquivos JB News 10 Anos

Várzea Grande intensifica vacinação contra sarampo nos meses de outubro e novembro

Publicados

em

 

 

A vacinação são para duas faixas etárias, crianças com idade entre 06 meses e menores de 05 anos e adultos jovens com idade entre 20 e 29 anos.

Campanha nacional de vacinação contra o sarampo prevê atualização da vacina tríplice viral em carteira de vacinação de crianças com idade entre 06 meses e menores de 05 anos e adultos jovens com idade entre 20 e 29 anos. Para a faixa etária de crianças as vacinas estão disponíveis entre os dias 07 de outubro a 25 de novembro, e para jovens adultos entre os dias 18 de outubro a 30 de novembro.

A Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande, através da Vigilância Epidemiológica, intensifica nestes meses de outubro e novembro a vacinação contra o sarampo no município. O objetivo é alcançar a cobertura anual de imunização de 95% das duas faixas etárias. A ação segue campanha nacional de intensificação contra a doença.

“Todas as unidades de saúde do município estão participando desta Campanha Nacional que será feita de forma seletiva para crianças e jovens adultos, a fim de interromper a circulação do vírus do sarampo e proteger os grupos mais acometidos pela doença no país”, explica o secretário Municipal de Saúde, Diógenes Marcondes, ressaltando que “a vacinação será feita através da tríplice viral que imuniza não somente contra o sarampo, mas também contra a rubéola e a caxumba”, disse.

Segundo dados do Ministério da Saúde, este ano, o Brasil já registrou 5.346 casos de sarampo. Porém o estado de Mato Grosso e o município de Várzea Grande se mantêm sem nenhum caso confirmado da doença. “A maneira mais eficaz de se evitar o sarampo é através da vacinação da Tríplice Viral. Mesmo que Várzea Grande não tenha registrado nenhum caso de sarampo é preciso estar atendo uma vez que estamos falando de uma doença que pode levar a óbito. Mesmo assim as pessoas viajam para outros estados e é preciso estar imune”, alerta o secretário municipal de Saúde.

Leia Também:  Fies terá limite de vagas e juros maiores no próximo semestre

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Relva Cristina Silva de Moura, a Campanha Nacional de intensificação contra o sarampo, é voltada às duas faixas etárias e serão priorizados aqueles que estão em situação de vacinação desatualizada. “Esta campanha não é voltada para doses extras, mas sim para aquelas pessoas que ainda não se imunizaram contra o sarampo. Por isso, o ideal é levar a carteira de vacinação para que o profissional de saúde verifique se a criança ou adulto está imunizado contra o sarampo”, detalha.

Bebês de 06 meses a 01 ano incompletos devem tomar a “doze zero”. Ao completar 12 meses, devem tomar uma doze da tríplice viral e aos 15 meses uma dose tetravalente. Adultos jovens de 20 a 29 anos devem ter duas doses da tríplice viral comprovadas. “Se não está marcada na carteira ou não se lembra, deve procurar uma unidade de saúde e regularizar a situação”, enfatiza Relva Cristina Silva de Moura.

O sarampo é uma doença grave, altamente transmissível, podendo gerar sérias complicações que podem ser fatais, como a pneumonia e a encefalite. “É importante que nossa população esteja vacinada para que a doença não afete a nossa cidade. O munícipe que ainda não recebeu o esquema da vacina deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência para tomar a vacina ou para tirar dúvida sobre a imunização. O profissional da unidade tem condições de avaliar caso a caso a necessidade da vacinação e o número de doses”, afirma o secretário Diógenes Marcondes.

Leia Também:  MT EM AÇÃO - NOVAS ESCOLAS

As unidades de saúde de Várzea Grande estão abertas para a vacinação, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e das 13h15 às 17h.

SINTOMAS DO SARAMPO – Os principais sintomas do sarampo são: febre com erupções na pele, acompanhadas por tosse, coriza e/ou conjuntivite. Ao apresentar esses sintomas, o paciente deve evitar o contato com outras pessoas e procurar imediatamente uma unidade de saúde.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO – Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; lavar as mãos com frequência com água e sabão ou utilizar álcool em gel; não compartilhar copos, talheres e alimentos; procurar não levar as mãos à boca ou aos olhos; sempre que possível, evitar aglomerações ou locais pouco arejados; manter os ambientes frequentados sempre limpos e ventilados; evitar contato próximo com pessoas doentes; e, tomar a vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, caxumba e rubéola.

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Estado precisa ser pujante novamente para atrair novas empresas ressalta Mauro Mendes

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA