Arquivos JB News 10 Anos

Várzea Grande intensifica campanha de vacinação contra o sarampo

Publicados

em

 

Várzea Grande intensifica campanha de vacinação contra o sarampo para crianças de 6 meses a menores de 1 ano

Várzea Grande deve vacinar 2.712 crianças dentro desta faixa etária

 

A secretaria municipal de Saúde de Várzea Grande intensifica a Campanha de Vacinação contra o Sarampo, para todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano que devem ser vacinadas. O município já está realizando essa imunização desde a última quinta-feira, 22, sem prazo determinado para encerramento. A medida preventiva é uma ação imediata em decorrência do aumento de casos da doença em alguns Estados, porém Mato Grosso não possui nenhum registro da doença. Várzea Grande deve vacinar 2.712 crianças dentro desta faixa etária.

A dose extra, chamada de “dose zero”, não altera o Calendário de Vacinação, que determina a aplicação da dose aos 12 e 15 meses. O Programa Nacional de Imunizações (PNI) já foi acionado para liberar um novo lote de vacinas para o estado de Mato Grosso que repassará ao município. Por enquanto Várzea Grande possui doses suficientes para dar inicio à vacinação do público alvo. Todos os Postos de Saúde estão aptos para aplicação da vacina.

Leia Também:  Confira as oportunidades de trabalho que o Sine Municipal oferece para esta semana

A superintendente da Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Relva Cristina de Moura, explica que o objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, que é mais suscetível a doença.

“Essa é uma medida preventiva do Ministério da Saúde. Nós estamos preocupados com essa faixa etária porque em surtos anteriores foram crianças menores de um ano que evoluíram para casos mais graves e óbitos. Por isso, é preciso que todas as crianças na faixa prioritária sejam imunizadas contra o vírus do sarampo, considerando a possibilidade de trânsito de pessoas doentes para regiões afetadas e não afetadas”, esclareceu a enfermeira.  

Relva ressalta que é importante esclarecer que a chamada “dose zero” não substitui e não será considerada válida para no calendário de vacinação da criança. Assim, além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ª dose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses. “A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente de a criança ter tomado a “dose zero” da vacina”, diz Relva. 

Leia Também:  Está aberto o período de inscrição para candidatos a gestores escolares

Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

Os sintomas são febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido, mal-estar intenso. Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade. O sarampo é uma doença prevenível através da vacinação. 

Por: Letícia Kathucia

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Confira as oportunidades de trabalho que o Sine Municipal oferece para esta semana

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA