VÁRZEA GRANDE

Várzea Grande fecha 150 bares, lanchonetes e “festinhas” em residência em três dias.

Publicados

em

 

JB NEWS

 

A redação do JBNEWS, por telefone conversou na noite desta segunda-feira, 18, com o secretário de Comunicação de Várzea Grande, Marcos Lemos, que nos informou que durante a sexta-feira, 15, o sábado,16 e no domingo,17, que durante rondas noturnas foram fechadas cerca de 150 estabelecimentos comerciais, entre eles bares, lanchonetes, distribuidoras e “festinhas de família”.
Em Várzea Grande existe grande possibilidade de correr o risco de um surto em massa, devido sua proximidade de Cuiabá, o aumento dos últimos casos de infectados pelo novo Coronavírus e mortes nas duas cidades tem chamado atenção das autoridades, motivo pelo qual as famílias estão se aglomerando  muito mais, segundo Marcos, “é um fator muito forte para tal, a falta de compreensão do cidadão”, enfatiza, o secretário.
Para o secretário durante o surto da pandemia “O mais difícil está sendo a população entender o isolamento, e o risco de contaminação que estamos vivendo”.
O distanciamento social é necessário. De acordo com o secretário, os últimos casos de mortes ocorridos tanto em Cuiabá quanto em Várzea Grande são relacionados ao contágio familiar.
O irmão de um contaminado morreu em VG, e nesta segunda-feira a sogra e a nora morreram em Cuiabá, reforçando a tese que festinhas familiares podem alastrar o vírus por toda família e possivelmente os vizinhos podendo causar um colapso no sistema de Saúde.
Para o secretário, a redução no horário de atendimento no Shopping da cidade, e  a proteção com o uso obrigatório de máscaras no comércio, e também com o uso de álcool  podem reduzir os números, de infectados, que podem causar maior transmissão do Coronavírus pela cidade.
Entre os planos de ação da prefeitura , não descarta novos decretos com medidas mais duras.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Várzea Grande debate metas fiscais do primeiro quadrimestre de 2020 próximo dia 28 de maio
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VÁRZEA GRANDE

Varzea Grande dispara e registra a vigésima vítima morta pelo Coronavírus neste sábado

Publicados

em

Sábado (06): Mato Grosso registra 3.788 casos e 101 óbitos por Covid-19

De acordo com o Boletim Informativo da SES, 2.246 pacientes estão em isolamento domiciliar, 238 hospitalizados e 1.203 já estão recuperados

Ana Lazarini e Fernanda Nazário |

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios – Foto por: Tchélo Figueiredo – Secom/MT

 

A | A

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (06.06), 3.788 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 101 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As 10 mortes mais recentes envolveram residentes de Pontes e Lacerda, Rondonópolis, Várzea Grande, Colíder e Alto Araguaia.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (1.081), Várzea Grande (361), Rondonópolis (283), Primavera do Leste (173), Tangará da Serra (164), Sorriso (136), Confresa (132), Lucas do Rio Verde (105), Barra do Garças (93), Sinop (93), Campo Verde (78), Pontes e Lacerda (66), Nova Mutum (59), Jaciara (50), Rosário Oeste (45), Cáceres (41), Sapezal (39), Alta Floresta (38), Aripuanã (36) e Peixoto de Azevedo (35).

Veja o quadro:👇

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria.

Nas últimas 24 horas, surgiram 223 novas confirmações. A área técnica da SES ainda esclareceu que foram corrigidas três ocorrências de duplicidade no sistema; uma em Pontes e Lacerda, uma em Rondonópolis e outra e Várzea Grande.

Leia Também:  Várzea Grande debate metas fiscais do primeiro quadrimestre de 2020 próximo dia 28 de maio

Dos 3.788 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.246 estão em isolamento domiciliar e 1.203 estão recuperados. Há ainda 238 pacientes hospitalizados, sendo 117, em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 121, em enfermaria.

Contudo, a SES aponta que há 33 casos suspeitos em enfermaria e 25 em UTI – números que se somam aos confirmados e resultam na taxa de ocupação, que hoje é de 11,6% em leitos clínicos e 36,3% em UTI. Os percentuais servem de parâmetro para a tomada de decisão que ocorre em âmbito municipal.

O documento ainda aponta que um total de 8.930 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 683 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Até a última sexta-feira (05), o Governo Federal confirmou 30.830 casos novos da Covid-19 no Brasil e 1.005 novos óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 35.026 mortes e 645.771 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até o fechamento deste material, não foram atualizados os números deste sábado (06).

Leia Também:  Varzea Grande dispara e registra a vigésima vítima morta pelo Coronavírus neste sábado

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

DOWNLOAD

  • BOLETIM INFORMATIVO 90 – 06.06.pdf

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA