VÁRZEA GRANDE

Várzea Grande abre ano letivo e entrega 110 mil peças de uniformes escolares

Publicados

em

 

A prefeitura municipal de Várzea Grande promoveu realizou a aula inaugural da rede pública municipal de ensino do ano letivo de 2020. Além de reafirmar as premissas-base da educação básica que constam no Plano Municipal de Educação (PME 2015-2025) aos seus profissionais, foram entregues mais de 110 mil peças de uniforme escolares que irão beneficiar todos os 28 mil estudantes matriculados na rede neste ano letivo de 2020.


Para aquisição dos uniformes o Município investiu R$ 1 milhão em recursos próprios do Tesouro Municipal, fruto da arrecadação de impostos pagos pelos contribuintes.
A prefeita Lucimar Sacre de Campos (DEM) acompanhada do vice-prefeito, José Hazama, do senador Jayme Campos(DEM) e do secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Sílvio Fidelis, fizeram a entrega simbólica aos diretores das 85 unidades municipais, entre creches, escolas urbanas e do campo. As aulas terão início na próxima segunda-feira, dia 10, e toda logística da secretaria de Educação estará voltada para a entrega dos uniformes a cada unidade de hoje até a próxima semana, beneficiando 100% dos alunos.

Os uniformes vão beneficiar estudantes da Educação Infantil ao 9º ano do Ensino Fundamental. Cada conjunto é composto por camiseta e short-saia para meninas e camiseta e bermuda para os meninos, nesse caso para alunos da Educação Infantil até o 6º ano do Ensino Fundamental. Já para alunos do 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, serão camisetas e calças unissex.

Com o aumento da oferta de novas vagas na rede municipal – resultado da entrega de unidades ampliadas/reformadas e prédios novos – o volume de conjuntos foi reajustado em pouco mais de 14% em relação ao ano passado, passando de 28 mil kits para atuais 32.041.

Como explica a prefeita, Lucimar Sacre de Campos, uniforme é sinônimo de segurança e praticidade para os estudantes e suas famílias. “Primeiro porque identifica os alunos como estudantes da rede pública, e isso é um item de segurança, o diferencia das demais pessoas e facilita a rotina doméstica, pois a mãe, e ou os responsáveis por aquele estudante, sabem que de segunda à sexta, precisam se preocupar apenas em deixar o uniforme à disposição do aluno, sem necessidade de separar mudas de roupas para o uso ao longo da semana. O uniforme é fácil de lavar e secar”.

Leia Também:  Sefsz realiza nesta quinta-feira (13.02) o segundo sorteio mensal do Programa Nota MT

Todos esses estudantes do Ensino Fundamental que estiveram integrando o Programa de Ensino em Tempo Ampliado (E.T.A.), atualmente presente em 22 escolas de ensino básico da rede municipal, terão ainda uma camiseta a mais, exclusiva do E.T.A. Nesse caso, foram confeccionadas outras 4.560 unidades para atender estes alunos do ensino integral.

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Sílvio Fidelis, destaca que outras unidades escolares, especialmente creches – Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) – estão em construção e serão entregues no decorrer desse ano em Várzea Grande.

“Todas as crianças vão receber uniformes. Os conjuntos que se fizerem necessários serão confeccionados para atender à demanda que surgir. Inclusive, essa remessa atual, para atender ao ano letivo de 2020, já foi feita com certo excedente, justamente pensando nessas unidades novas. Caso haja necessidade, vamos fazer mais conjuntos”.

Sandra Rodrigues, mãe da pequena Guilia Rebeca de dois anos, destaca que vaga em creche e uniforme escolar, são ganhos e sinônimo de tranqüilidade para os pais. “Ela está indo para o primeiro ano escolar dela na creche Izabel Pinto. Além de poder trabalhar despreocupada, o uniforme é uma garantia de segurança e praticidade, pois à noite a gente chega, lava a mão rapidinho e no dia seguinte tá seco. Evita o uso de muita roupa e a necessidade de estar lavando no meio da semana. Uniforme é muito prático”.

Pedro Lucas de 2,5 anos, assim como a coleguinha Guilia, também recebeu o seu kit de forma simbólica, e mesmo de forma tímida, ‘desfilou’, o novo uniforme. Lucas também vai pela primeira vez integrar uma creche para que a mãe retorne ao mercado de trabalho.
Representando a Câmara de Vereadores, o vereador Pedro Paulo Tolares, destacou que o uniforme é peça fundamental dentro da educação pública, e que ajuda muito os pais. “É um item importante e que agrega na composição do material escolar, sem dúvida. Muitos pais não têm condições de suprir essa necessidade dos pais de ter de dispor de uma muda diária de roupa aos filhos, especialmente às crianças que se sujam constante na escola. Os uniformes chegam em uma excelente hora”.

Leia Também:  Padrasto é denunciado por matar menino de dois anos com chutes na cabeça

AÇÃO CONCRETA – A rede pública municipal chega a 2020 com 80% de estrutura física recuperada, como destacou o secretário Sílvio. “Temos atualmente 85 unidades que compõe a nossa rede de ensino público municipal, desse total, 80% passaram por reformas estruturantes. Somente 24 escolas e creches terão o ano letivo postergado para março em razão de obras, mas nada que prejudique o calendário escolar, já que cada escola terá um diferencial para atender sua demanda, sem qualquer prejuízo aos alunos”, garantiu o secretário.

Presente à solenidade, o senador Jayme Campo, fez questão de destacar que uniforme escolar não resolve o problema da educação pública brasileira e tão pouco em Mato Grosso ou em Várzea Grande. “Desde 2015, a prefeita Lucimar vem fazendo um grande esforço, juntamente com toda sua equipe para transformar vários setores da cidade. Educação foi e é uma das prioridades. De abandono temos um cenário de transformação, revolução e estamos chegando à excelência. Para estarmos aqui, pelo quarto ano seguindo entregando uniformes, é porque investimos na infraestrutura das unidades, em equipamentos, em valorização e capacitação dos profissionais. Esse conjunto sim faz a diferença e nos permite dizer que estamos melhorando e contribuindo para evolução do ensino-aprendizagem das crianças e jovens de Várzea Grande”.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VÁRZEA GRANDE

MPMT cobra instalação de salas de isolamento em Pronto-Socorro de Várzea Grande

Publicados

em

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso voltou a cobrar do município de Várzea Grande a instalação de salas de isolamento para pacientes portadores de doenças infectocontagiosas no Pronto-Socorro Municipal. Em audiência extrajudicial, realizada na sexta-feira (14), representantes da Procuradoria-Geral do Município, da Secretaria de Saúde e da diretoria do Pronto Socorro asseguraram que as novas instalações da unidade hospitalar, que serão inauguradas ainda este mês, contemplam duas salas, uma para crianças e outra para adultos.

A promotora de Justiça Audrey Ility solicitou ao Conselho Regional de Medicina (CRM) que, logo após a inauguração, seja realizada uma nova vistoria para verificar o cumprimento da medida. “A obrigatoriedade de salas de isolamento adulto e pediátrica constam na Resolução 2077/2014 do Conselho Federal de Medicina e, na ausência, haverá necessidade de ser celebrado Termo de Ajustamento de Conduta para que se tenha resolutividade do inquérito civil em trâmite desde 2012”, ressaltou a promotora de Justiça.

Segundo ela, o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande possui atualmente sala de isolamento somente na área de internação. A adequação à Resolução, conforme a promotora de Justiça, é fundamental para evitar contaminações. Audrey Ility explica que o inquérito foi instaurado no MPMT após a morte de uma criança por meningite, doença contagiosa, na referida unidade hospitalar no ano de 2012.

Durante a audiência, a promotora de Justiça informou que pretende instaurar outros procedimentos de acompanhamento de políticas públicas para verificar se os apontamentos feitos pelo Conselho Regional de Medicina, em vistorias anteriores, foram atendidos.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Padrasto é denunciado por matar menino de dois anos com chutes na cabeça
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA