VÁRZEA GRANDE

V seminário da Rede de Territórios Educativos acontece no canal do Youtube

Publicados

em

Itaú Social
V seminário da Rede de Territórios Educativos acontece no canal do Youtube

Serão três dias de debate, com início hoje às 8h30 pelo canal do Youtube da RTE-VG

Com o tema “Desafios e oportunidades da Rede de Territórios Educativos de Várzea Grande – RTE/VG, em 2020”, a prefeitura da cidade e parceiros realizam neste 25, 26 e 27 de novembro o V Seminário do projeto. Com foco na educação integral de crianças e adolescentes do município o encontro será transmitido pelo canal do Youtube da RTE-VG das 8h30 às 10h30.

O projeto estimula a atuação em rede, pelas organizações do terceiro setor local, e articula com as secretarias de educação, defesa, saúde e assistência social de Várzea Grande o mapeamento das principais políticas públicas relacionadas ao tema. A Rede de Territórios Educativos de Várzea Grande (RTE-VG) é desenvolvido desde 2015 pelos parceiros ITAÚ Social, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS), Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA) e Prefeitura Municipal de Várzea Grande.

“Atualmente, a Rede de Territórios Educativos de Várzea Grande, que começou como um projeto piloto apoiado pela Fundação Itaú, já é referência para outras cidades brasileiras como São Luiz no Maranhão, Aquiraz no Ceará, além das capitais São Paulo e Rio de Janeiro. E, durante este seminário vamos reunir os atores sociais que integram a Rede de Territórios Educativos de Várzea Grande e discutir as boas práticas e ações articuladas para o fortalecimento das relações de parceria com foco na educação integral de crianças e adolescentes do município, além de refletir sobre os desafios e as oportunidades que enfrentamos e ainda temos pela frente”, explicou a secretária de Assistência Social, Flávia Omar.

Leia Também: 

Entre os principais assuntos que serão discutidos durante os três dias estão: a atuação do Terceiro Setor durante a pandemia, a violação dos direitos da criança e adolescentes, a violência doméstica contra crianças e adolescentes, entre outros.

“É importante lembrar que como o evento é virtual mais pessoas poderão participar, assistir as palestras e conhecer as boas práticas implementadas em nosso município, a exemplo das atividades do Caderno II e da parceria com a organização Cenprhe Canopus”, cita a secretária de Assistência Social.

O V Seminário “Desafios e oportunidades da Rede de Territórios Educativos de Várzea Grande – RTE/VG, em 2020”, será transmitido pelo canal do Youtube da RTE-VG nesta quarta, quinta e sexta-feira, sempre das 8h30 às 10h30, através do link: https://www.youtube.com/channel/UCs07IaB_hQ8K2L_VmEsynsQ

Confira a programação completa:

Quarta-feira (25/11)

08h15 – Abertura da sala

08h30 – Atividade de conscientização dia Internacional da Não Violência

08h38 – Formação do dispositivo virtual

08h55 – Vídeo Memorial

09h – Atuação do Terceiro Setor durante a pandemia – Camila Feldberg

Gerente de Fomento (ITAÚ Social) – Mediador: Wanderson Magalhães: Assessor Técnico da Superintendência de Cultura de VG

09h30 – pausa para o café

09h35 – Exposição de Boas Práticas em VG – Maria Tereza Urbano – CENPRHE CANOPUS

09h45 – Considerações

10h05 – A REDE em ação

Leia Também:  Vereador Luiz Fernando debate na Câmara plano de vacina contra covid-19 em Cuiabá

10h15 – Avaliação

10h27 – Vídeo Apresentação Cultural (2min.)

10h30 – Encerramento

Quinta-feira (26/11)

08h15 – Abertura da sala

08h30 – Abertura do evento leitura da programação do dia

08h30 – Abertura. Inêz e Frauly (Secretária Municipal Defesa Social)

08h55 – Vídeo memória (2min)

08h58 –Psicóloga Eloise Rodrigues.

Mediadora – Taynara Morais Humbelino – Assistente Social

Tema: Violação dos direitos da Criança e Adolescentes (Convivência Familiar e Comunitária) – Violência doméstica contra Crianças e Adolescentes

09h – Palestra 1º parte

09h20 – pausa para o café

09h25 – 2ª parte da palestra (Eloise Rodrigues.)

09h45 – Considerações

10h – Boas Práticas NATIVO

10h10 – Avaliação

Apresentação artística Canto

10h30 – Encerramento

Sexta-feira (27/11)

08h15 – Abertura da sala

08h30 – Leitura da programação do dia. Abertura do evento com uma dinâmica;

08h55 – Vídeo memória (2min)

08h58 – Convida a palestrante do dia – Profª. ME. Eva Paulo Vieira Santos

– Mediadora: Rose Fialho

Tema: “Os prós e contras do Ensino Remoto em VG”

09h – palestra – 1º parte – Início

09h20 – Pausa para o café

09h25 – 2ª parte Painel (Profª. ME. Eva Paulo Vieira Santos)

09h45 – Considerações

10h – Boas práticas das organizações da rede: ACAMIS – AMFMA – CENPHRE – Semente Brasil – Educação.

10h10 – Avaliação

10h20 – Apresentação artística Caderno II

10h30 – Encerramento

Por: Rafaela Maximiano 

 

COMENTE ABAIXO:

POLITICA

Prefeito de Várzea Grande se reúne com governador e defende implantação do BRT

Publicados

em

Prefeito de Várzea Grande se reúniu com governador e defendeu implantação do BRT

Kalil Baracat se reuniu com Mauro Mendes para falar sobre o novo modal
PorLucas Rodrigues

Com informações Secom-MT

Foto por: Michel Alvim/Secom

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat(MDB),, afirmou que a mudança feita pelo Governo do Estado para substituir o VLT pelo BRT (ônibus elétricos) vai trazer economia e também mais acesso e comodidade aos usuários do transporte público coletivo.

Baracat se reuniu com o governador Mauro Mendes, na manhã desta quarta-feira (13.01), para conversar sobre o tema. Também esteve presente o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, e membros da gestão do prefeito.

“Se for pelo bem da sociedade, eu apoio. Se isso vai resolver o problema das cidades de Cuiabá e Várzea Grande, eu apoio. Não tem porque não apoiar”, declarou.

De acordo com o gestor municipal, uma das principais vantagens do BRT em relação ao VLT é a flexibilidade em relação às rotas, uma vez que pode ser expandido de acordo com as necessidades de mobilidade de Cuiabá e Várzea Grande – o que seria muito difícil (e caro) com o VLT.

Leia Também:  Mato-grossense Feminino 2020: Após nova diretriz da CBF, FMF convoca outro Congresso Técnico Feminino

“O modal pode não só atender a Avenida da FEB, mas estender para outras partes da cidade, o que significa um acesso maior e também uma comodidade maior ao usuário do transporte público”, relatou.

Para Kalil Baracat, o importante é que todos os transtornos causados pelas obras do VLT sejam finalmente resolvidos, com a implantação de um sistema que beneficie os cidadãos da Baixada Cuiabana.

“O modal apresentado vai trazer economia, acho que atende a necessidade dos munícipes e vai resolver o problema. O principal objetivo é esse: resolver o problema. O Governo tem condição total de implantar”, finalizou.

A mudança

A decisão de substituir o VLT pelo BRT foi tomada no final de dezembro de 2020 pelo governador Mauro Mendes, após a conclusão de estudos técnicos do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Os estudos concluíram que o VLT seria insustentável, custaria pelo menos mais R$ 700 milhões aos cofres públicos, demoraria até seis anos para ser concluído e contaria com uma tarifa superior a R$ 5, além de todos os problemas jurídicos envolvidos na obra.

Leia Também:  Unemat abre vestibular com 1.000 vagas para Educação a Distância

Já o BRT, conforme a análise técnica, custará R$ 430 milhões, pode ficar pronto em até dois anos após o início das obras, terá tarifa pouco acima de R$ 3, é não-poluente pelo uso de baterias recarregáveis e oferece maior flexibilidade para expansão de rotas, beneficiando milhares de usuários a mais.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA