Cidades

Todos os municípios de Mato Grosso permanecem com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicados

em

Indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT

Carlos Celestino

Com informações Secom-MT

Cuiabá-MT. – Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT
A | A

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta  quinta-feira (01.10) o Boletim Informativo n° 207 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 11) que todos os 141 municípios do Estado configuram na classificação com risco baixo para o novo coronavírus. Pela terceira vez, nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco muito alto, indicado pela cor vermelha que indica alerta máximo de contaminação ou amarela que indica alerta moderado.

Veja a tabela de classificação de risco por município

 

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Leia Também:  Lucas do Rio Verde caminha para o 3º ciclo de desenvolvimento

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Chuva forte alaga ruas em Várzea Grande e moradores se revoltam com asfalto sem rede esgoto

Publicados

em

  • JB News

Nayara Cristina

Passou pouco mais de 120 dias sem chover e um calor insuportável, a poeira e a fumaça como sempre tomou conta da cidade, e nesta quinta-feira (29.10) uma forte chuva que caiu em Várzea Grande, e começou a fazer seus estragos

Um video gravado no bairro Joaquim Curvo, na rua Itália, em Várzea Grande, uma moradora registrou em fotos e video as consequências e os estragos que da chuva.
Segundo um morador que aparece no vídeo, identificado como  José Bonfim, ”as consequências e os estragos estão sendo causados após algumas ruas do bairro receber o asfalto, sem rede de esgoto ou rede pluvial, o que dificulta o escoamento da água”, e alaga as ruas, casas e quintais de toda a periferia.


Para o morador, a falta de investimentos na construção de redes pluviais é a principal causa dos alagamentos em VárzeaGrande, e sugere “arrancar o asfalto na picareta” para que as ruas possam não mais alagar e consequentemente suas casas.

Veja o vídeo 👇

 

O video foi postado no grupo de comunicação do bairro e logo tomou conta das redes sociais.

Leia Também:  Cuiabá tem redução de casos de COVID, mas ainda é preciso manter as medidas sanitárias para evitar outro aumento”, diz especialista

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA