Policial

Taxa de homicídios de Mato Grosso em 2019 é a menor da década afirma governo

Publicados

em

Ano passado fechou com 842 assassinatos, uma queda de 8,1 % em relação a 2018

Débora Siqueira

– Foto por: Lenine Martins
A | A

Mato Grosso fechou o ano de 2019 com a menor taxa de homicídios dos últimos 10 anos. De 1º de janeiro a 31 de dezembro do ano passado foram contabilizados 842 assassinatos no Estado, número 8,1% menor do que os 961 casos registrados pelas polícias Militar e Judiciária Civil em 2018. A taxa de homicídio ficou em 24,19 morters a cada 100 mil habitantes. As informações são da Coordenadoria de Estatísticas e Análise Criminal (Ceac) da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Dentre as vítimas de assassinatos, 90% são homens e 10% são mulheres. Dos 87 casos de homicídios com vítimas femininas, 39 foram classificados como feminicídio, ou seja, a motivação do crime foi apenas pelo fato de a vítima ser uma mulher.

Para reduzir o número de mortes, foi fundamental entender a motivação dos crimes, pesquisando as causas do assassinato. Foram avaliados fatores que provocam os homicídios, como drogas, desajustes sociais, álcool, crime organizado, passional e conflitos agrários.

Leia Também:  Secretario de governo de Cuiabá Lincoln Sardinha comenta sobre remoção dos feirantes da Feira do Porto e prazo de entrega

“A redução dos homicídios se deve a uma série de fatores. O enfraquecimento das facções criminosas com a Operação na Penitenciária Central de Cuiabá, o fortalecimento das atividades no sistema penitenciário, políticas públicas voltadas à preservação da vida, investimentos em prevenção, inteligência, fortalecimento dos setores de investigação e perícias, análise criminal de maneira geral como forma de conhecer a dinâmica dos crimes para um policiamento orientado em todas as modalidades que possam prevenir o crime”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Dentre as 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps), Cuiabá teve a segunda menor taxa de homicídios: 15,66 mortes a cada 100 mil habitantes. O ano fechou com 104 assassinatos nos sete municípios que compõe a Risp de Cuiabá, 16,8% a menos do que em 2018, que registrou 125 casos. Barra do Garças tem a menor taxa com 14,87 homicídios a cada 100 mil habitantes.

Nove Regiões Integradas de Segurança Pública apresentaram redução nas taxas de homicídios dolosos, mas seis tiveram taxas acima da média estadual. As maiores reduções foram nas Risps de Pontes e Lacerda, Primavera do Leste e Alta Floresta.

Leia Também:  Jovem mata mãe com cinco facadas pra ir comprar cocaína

As menores taxas por 100 mil habitantes estão nas Risps de Barra do Garças, Cuiabá e Alta Floresta (18,17/100 mil hab).

“Conforme o último Anuário de Segurança Pública referente a homicídios dolosos em 2018, a taxa nacional naquele ano foi de 23,5 a cada 100 mil habitantes, o que demonstra que Mato Grosso, depois de muitos anos com índices acima da média nacional, começa a demonstrar uma grande tendência de redução”, finalizou Bustamante.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Quatro jovens são assassinados brutalmente com tiros na cabeça em Lucas do Rio Verde

Publicados

em

JB NEWS

Quatro jovens foram assassinados brutalmente  com tiros na cabeça, na madrugada deste sábado (28), em Lucas do Rio Verde.

As informações são de que os jovens estavam em uma casa bebendo  e fumando Narguile, quando foram surpreendidos por  outros jovens que já  chegaram e anunciaram um assalto mandando todos deitar no chão.

Neste instante um dos criminosos atirou na cabeça de um dos jovens e em seguida os outros atiraram  na cabeça dos outros três.

Os três morreram na hora no local,um dos jovens foi socorrido e levado ao hospital,nas não  resistiu e também veio a óbito.

A polícia investiga o caso, e não considera latrocínio, e sim uma execução.

As vítimas foram identificadas como: Diego Luiz Jantsche, de 30 anos, Daniel Oliveira Gonçalves, de 22, Ricardo Junior Campos José, 23, e Iago Vitor, de 22.

Foto das vítimas.

A polícia prendeu quatro dos suspeitos que estariam envolvidos no crime,15 comprimidos de ecstasy e 10 porções de maconha.

Segundo as testemunhas os quatro jovens presos

Leia Também:  Mulher é suspeita de matar marido a facadas após chegar em casa depois da "balada" em Várzea Grande neste domingo

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA