Cidades

“Sem esse recurso do Estado, não conseguiríamos retomar a obra”, afirma prefeito de Barra do Garças

Publicados

em

JB News

Governador Mauro Mendes destinou R$ 11 milhões para a Caixa concluir a obra; gestor também acompanhou visita de ministro no Anel Viário_

 

O prefeito de Barra do Garças, Adilson Gonçalves (PSD) afirmou que sem o repasse de R$ 11,6 milhões determinado pelo governador Mauro Mendes (UB), não seria possível a retomada das obras dos residenciais Carvalho I, II e III no município.

A declaração foi dada à imprensa nesta segunda-feira (01.08), durante passagem do governador pela região, junto com o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio.

O repasse do valor foi feito à Caixa Econômica Federal, que é responsável pela obra, parada há mais de uma década.

O empreendimento contará com 1400 casas populares.

“Se não fosse esse aporte, não teríamos condições de fazer a reforma. Aqui em Barra do Garças já criamos um grupo de trabalho para agilizar processos de alvarás, licenças, para retomar essa obra o mais rápido possível”, disse o prefeito.

De acordo com o governador Mauro Mendes, que inspecionou as obras, esse repasse vai ajudar centenas de famílias de Barra do Garças a saírem do aluguel.

Leia Também:  Projeto de Jayme Campos acaba com intermináveis filas do INSS

“A obra começou há mais de 12 anos e está parada. Olha que absurdo. São mais de 1400 casas e eu tenho uma excelente notícia para quem vai usar essas casas aqui na cidade. Hoje o Governo do Estado depositou R$ 11,6 milhões para a Caixa Econômica, para ajudar na finalização desses conjuntos habitacionais. Com esse dinheiro, a Caixa poderá dar a ordem de serviço para a construtora finalizar essa obra de vez. Daqui a alguns meses vamos ter esse residencial entregue e 1400 famílias vão realizar o sonho da casa própria”, afirmou.

Mauro Mendes também foi até o Hospital e Pronto-Socorro do município vistoriar o andamento da reforma, que recebeu R$ 5,8 milhões do Estado.

Ao lado do ministro da Infraestrutura, o gestor ainda acompanhou a inspeção nas obras do Anel Viário e participou da reunião de trabalho sobre a implantação das ferrovias no estado.

No ano passado, o Estado viabilizou a autorização para a construção da 1ª Ferrovia Estadual e, no âmbito federal, estão sendo articuladas outras duas ferrovias: a Ferrogrão e a Fico.

Leia Também:  ALMT retoma trabalhos Legislativo nesta quarta-feira

“Mato Grosso está evoluindo na Infraestrutura. Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro por essas obras que estão sendo feitas, o Rodoanel, o Anel Viário, a Fico. Nos próximos anos, esse canto do Brasil vai ser percebido ainda mais e vamos ser um dos maiores estados da federação. Essas ferrovias vão ter um impacto positivo muito grande no custo da produção, do transporte, para os produtores e para a população. Estamos no caminho certo”, finalizou o governador.

COMENTE ABAIXO:

Cidades

Dupla Nico e Lau leva projeto “Juventude Contra as Drogas” para escola do bairro Pedra 90

Publicados

em

Por

JB News

Por Ana Carla Costa

 

Com o objetivo de conscientizar os jovens sobre os danos causados pelo consumo de drogas lícitas e ilícitas, o Instituto Sociológico de Mato Grosso (Isma) e a dupla humorista Nico e Lau estão percorrendo escolas públicas de Mato Grosso com o projeto “Juventude Contra as Drogas”.

 

De forma lúdica, o projeto, que completou no mês de julho um ano, reúne atividades culturais, como teatro, dança, oficinas e palestras voltadas para o público jovem.

Em julho, o projeto desenvolveu várias atividades presenciais e virtuais, uma delas foi o Arraiá do Castro e Juventude Contra as Drogas realizado na Escola Estadual Dr. Mário de Castro que fica no bairro Pedra 90, em Cuiabá. Com muita música, quadrilha e apresentação de Cururu e Siriri, cerca de 500 jovens participaram das atividades do projeto e vão ser multiplicadores das informações, principalmente dos malefícios das drogas e o impacto negativo que elas causam no organismo e nas relações interpessoais.

 

“Foi um sucesso o nosso arraiá consciente na Escola Estadual Dr. Mário de Castro. Nossa intenção com o projeto é conscientizar os jovens com uma abordagem leve e que possa formar, de fato, lideranças escolares e comunitárias para serem multiplicadores de um conteúdo que é de utilidade pública. Os jovens que participam do nosso projeto serão protagonistas e multiplicadores da importância do pleno exercício da cidadania, em especial na prevenção do uso de drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas”, destaca o coordenador do projeto, o sociólogo Hélio Silva.

Leia Também:  Governo autoriza licitação para pavimentar estradas rurais na Agrovila das Palmeiras

 

O coordenador do projeto explica que o ambiente escolar é o campo de atuação onde se pode vencer a batalha contra as drogas e a degradação pessoal e social que ela causa na sociedade.

 

“Não se pode pensar na educação com uma visão simplista do ensinar a ler e escrever. É preciso formar cidadãos conscientes de seus direitos e deveres. Essa formação social e cidadã do aluno é transformadora e possui infinitas possibilidades, inclusive na consciência da necessidade de uma formação que previna o uso de drogas”, frisa Silva.

 

Para Nico, que é da dupla Nico Lau e parceiro do projeto, a conscientização sobre as drogas precisa ser constante, uma vez que o uso aumentou no Brasil durante a pandemia do coronavírus.

 

“Temos uma vasta experiência com campanhas educativas e percebemos que as atividades culturais, como o humor, são eficientes no processo de conscientização dos jovens”.

 

O humor também é utilizado pela dupla nos vídeos aulas do projeto. “Nos vídeos aulas que são apresentados de forma virtual ou presencial para os estudantes de escolas públicas e privadas de Mato Grosso vão ser abordados vários temas com especialistas das áreas, mas a abertura da aula sempre é feita pelos humoristas Nico e Lau. A popularidade e o talento da dupla é um grande atrativo para o jovem. O mais gratificante é ver que o projeto vem dando resultados satisfatórios”, comemora Hélio Silva.

Leia Também:  PLC tira MTI da extinção e a transforma em empresa essêncial para administração pública do Estado de MT

 

Os vídeos aulas do projeto possuem oito minutos de duração e poderão ser assistidos pelas plataformas das escolas ou pelo canal do YouTube do Projeto Juventude Contra as Drogas . Nos vídeos, os especialistas abordam temas variados. As escolas interessadas em participar do projeto poderão entrar em contato com o Isma através do email: institutosociologicomt@gmail.com. O arrariá educativo na escola estadual do Pedro 90 pode ser assistido pelo canal Youtube do Projeto Juventude Contra as Drogas.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA