Policial

Secretário Breno Gomes diz não ter envolvimento em esquema de fraudes em terrenos de VG

Publicados

em

JB News

Por  Alisson Gonçalves

O Secretario Municipal de Serviços Públicos de Mobilidade Urbana Breno Gomes, emitiu uma nota a imprensa para prestar esclarecimento sobre por caso onde ele foi indiciado pela Polícia Civil (PC), por estelionato, falsificação e peculato, em um suposto esquema de registro de terrenos não legalizados que eram vendidos em VG.

Em nota a defesa do secretario, disse que ele foi ouvido pela Polícia Civil, e que Breno não tem participação alguma nos crimes apresentados, e estaria aberto a prestar qualquer tipo de esclarecimento relativo a sua pasta que não lida com imóveis de terceiros ou mesmo público.

Como já informado anteriormente, o presidente da Câmara de VG Fábio Tardin, o vereador Pedro Paulo Tolares (UB).o seu filho Jefferson da Silva Tolares, conhecido em VG como “Gordinho”,o secretário municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, o empresário Carlos Henrique Morgado Rodrigues, conhecido como “Carlinhos do Gela Guela”, o inspetor de tributos municipal Freide da Costa Figueiredo, e ainda um homem identificado como José Carlos Rodrigues, também foram indiciados.

Leia Também:  Vereadores de Cuiabá pedem que Emanuel Pinheiro seja convocado na CPI da Covid no Congresso Nacional

Todos eles eram investigados por, venderem terrenos não legalizados em VG. O esquema funcionava assim, eles visitam o terreno que não estava legalizado,   e então passavam o terreno para seus nomes e nomes de terceiros em seguida era feito a vendas dos lotes.

Em 2021 a polícia recebeu uma denúncia de que funcionários da prefeitura de VG, estariam envolvidos no esquema de vendas de terreno, ainda na época Jeferson Tolares o “Gordinho “chegou a receber uma quantia no valor de R$ 50 mil do terreno vendido, essa quantia era dividido entre ele e coordenador do setor de IPTU da prefeitura identificado como Freire ele que mexia na documentação.

Entre os bairros que eram feitos às vendas dos terrenos está: Jardim Glória, no Residencial Jacarandá e próximo à ponte Mário Andreazza, entre outras regiões em Várzea Grande.

Veja a nota da defesa de Breno Gomes:👇

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A defesa de Breno Gomes vem a público externar que o mesmo foi ouvido no inquérito policial que investiga possível crime de estelionato, falsificação e peculato, perpetrado contra proprietários de terrenos e que contaria com a participação de autoridades e servidores municipais, como testemunha, em vista de um dos servidores públicos investigados se encontrar lotado na pasta de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, da qual ele é titular.
Reafirma ainda que não conhece, nem tem participação alguma e está como autoridade pública aberto a prestar esclarecimento de qualquer natureza, relativo a sua pasta, que não lida com imóveis de terceiros ou mesmo público.

COMENTE ABAIXO:

Policial

Jovem é assassinado em Cuiabá após decidir trocar de facção crimosa

Publicados

em

Por

JB News

Por Alisson Gonçalves

Um jovem de 22 Anos, foi assassinado brutalmente, por ter trocado de facção crimosa.

O caso aconteceu em no bairro despraiado em Cuiabá neste domingo 15 de Agosto.

O jovem que não foi identificado, fazia parte da facção denominada como (CV) Comando Vermelho, e teria trocado para o (PCC) Primeiro Comando da Capital.

Porém essa troca não foi aceita pela (CV) que determinou a morte de jovem, ele foi assassinado no meio da rua com vários tiros nos olhos.

A Polícia Civil está investigando o caso.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Professores e alunos tiveram o primeiro contato com as aulas online nesta segunda-feira em MT
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA