Destaque

Seciteci ofertará sete mil vagas gratuitas para 75 cursos profissionalizantes em 2021

Publicados

em

Entre os cursos mais procurados, estão os técnicos de: agropecuária, administração, enfermagem, edificação, guia de turismo, operador de computador, programador web e promotor de vendas

Por Camila Paulino

Com informações Seciteci

Um dos cursos mais procurados na Seciteci é o técnico em Edificações
Foto por: Divulgação

Para o ano de 2021, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) vai ofertar pelo menos sete mil novas vagas para cursos de qualificação profissional, aperfeiçoamento e técnico, tanto presenciais quanto na modalidade de ensino a distância (EAD).

Os cursos começam a partir de janeiro de 2021 e os editais com ofertas de vagas serão divulgados ainda neste mês de dezembro.

O secretário Nilton Borgato explica que a Seciteci pretende oferecer mais de 75 opções de cursos em diversas áreas de atuação, com o objetivo de capacitar o maior número de profissionais para o mercado de trabalho, diminuindo as desigualdades sociais e ampliando a geração de emprego e renda no Estado.

“Estamos trabalhando fortemente para conseguir promover parcerias e apoios para ampliar ainda mais o número de vagas. Estas sete mil, conseguiremos executar por meio de recursos estaduais e do governo federal, recursos já garantidos”, explicou.

Leia Também:  Adolescente que matou Isabela se apresenta no DEA

Segundo o secretário adjunto de Educação Profissional e Superior da Seciteci, Stephano do Carmo, serão formadas 125 novas turmas, sendo 86 presenciais e as demais na modalidade EAD.

“A qualificação prepara os jovens para um futuro melhor, pois abre portas e facilita o ingresso ao mercado de trabalho. Portanto, muitas pessoas serão beneficiadas com esses cursos”, ressaltou.

O superintendente de Educação Profissional e Superior da Seciteci, Aryeh Hessel Craveiro, reforça que estas novas oportunidades foram conquistadas graças ao planejamento educacional e estratégias adotadas pela gestão.

“Nossos esforços se concentraram em organizar um calendário executável dentro das nossas condições, e para isso faremos processos seletivos para contratar professores, além de adaptações dos nossos métodos de ensino para garantir a segurança de alunos e trabalhadores, por conta da pandemia”, disse.

A coordenadora de Educação Profissional e tecnológica da Seciteci, Ana Flavia Derze Soares, explica que, entre os cursos mais procurados, estão os técnicos de: agropecuária, administração, enfermagem, edificação, guia de turismo, operador de computador, programador web e promotor de vendas.

Leia Também:  Governo publica decreto com novas medidas para frear contágio da Covid-19 em MT

“Nossos cursos são muito concorridos, porque atendem áreas em constante crescimento no Estado. Quanto aos editais, eles serão divulgados à medida que os cursos forem formatados e as vagas disponibilizadas. Para as primeiras turmas, o edital será lançado até o final deste mês, no site da Seciteci”, disse.

COMENTE ABAIXO:

Destaque

MPMT alerta para tentativas de golpe usando nome de Promotores de Justiça

Publicados

em

MPMT alerta para tentativas de golpe usando nome de Promotores de Justiça

JB News

O Ministério Público de Mato Grosso alerta para tentativas de golpe que estão sendo praticadas no estado utilizando nomes de Promotores de Justiça para obtenção de vantagens financeiras. Boletins de ocorrência já foram registrados para identificação do (s) criminoso (s).

O criminoso liga para instituições e órgãos públicos, como Câmaras de Vereadores e Prefeituras, e se identifica como sendo Promotor de Justiça. Diz que precisa se dirigir à cidade a trabalho e solicita à pessoa que atendeu a ligação que contrate um motorista para atendê-lo.

Após as tratativas, solicita os dados bancários da eventual vítima (o motorista), depois entra em contato com ela e afirma ter efetuado depósito em valor superior ao ajustado, por erro da secretária. Então pede ao motorista a devolução do numerário mediante depósito em sua conta corrente, com urgência.

Pelo menos uma pessoa já foi vítima do golpe em uma cidade do interior, sofrendo prejuízo financeiro.

O Ministério Público Estadual esclarece que Promotores de Justiça não ligam solicitando a contratação de motoristas, não efetuam depósitos em contas de particulares a pretexto de cumprir agendas oficiais e nem solicitam devolução de valores.

Se alguém for contatado pelo falsário, deve tomar os devidos cuidados e denunciar imediatamente ao Ministério Público Estadual por meio da Ouvidoria, que pode ser acessada pelo Portal do MPMT (www.mpmt.mp.br), pelo endereço ouvidoria@mpmt.br ou pelo Telefone 127.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governador garante entrega das doses de vacina aos 141 municípios de MT já nesta terça-feira
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA