Internacional

Rússia acusa EUA de ‘desestabilização global’ por relação em Taiwan

Publicados

em

Presidente Vladimir Putin disse que adesão dos países à Otan não representa ameaça à Rússia
Reprodução / Twitter – 10.05.2022

Presidente Vladimir Putin disse que adesão dos países à Otan não representa ameaça à Rússia

Uma porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia acusou Washington de “desestabilizar” o mundo em meio a relatos de que a presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, deve visitar Taiwan, apesar da oposição de Pequim.

Sem a divulgação de anúncios oficiais e com informação sem a identificação das fontes, vários meios de comunicação de Taiwan informaram que Pelosi chegaria à ilha na terça-feira. Ela se tornaria a mais alta autoridade eleita dos EUA a visitar a ilha em mais de 25 anos, se realmente fizer a viagem.

Mas a China alertou que a visita de Pelosi à ilha autogovernada é uma manobra ao qual os Estados Unidos “pagarão o preço por minar a soberania e os interesses de segurança da China”.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, acusou os EUA de boicotar a segurança global ao observar o descontentamento de Pequim sobre a possível visita. 

Leia Também:  Jovem é acusado de traição por tentar invadir o Palácio de Windsor

“Washington está trazendo desestabilização para o mundo. Nem um único conflito resolvido nas últimas décadas, mas muitos provocados”, disse ela em um post no Telegram na terça-feira.

Pequim vê as visitas de autoridades americanas a Taiwan como um sinal encorajador de pró-independência na ilha. Washington não tem laços diplomáticos oficiais com Taiwan, porém os EUA fornecem à ilha ‘meios para se defender’, de acordo com sua constituição. 

O presidente chinês Xi Jinping alertou o presidente norte-americano Joe Biden que Washington deve respeitar o princípio de uma só China e “aqueles que brincam com fogo perecerão por ele”.

Biden respondeu a Xi que a política dos EUA para Taiwan não mudou e que Washington se opõe fortemente aos esforços unilaterais para mudar o status quo ou minar a paz e a estabilidade no Estreito de Taiwan.

Leia Também:  Japão emite alerta de nível 1 para surto global de varíola dos macacos

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:

Internacional

Com melhora, Salman Rushdie é retirado de respirador

Publicados

em

Por

Salman Rushdie, o aclamado autor que foi hospitalizado na sexta-feira (15) com ferimentos graves após ser esfaqueado repetidamente em uma aparição pública no Estado norte-americano de Nova York, foi retirado do respirador e sua condição está melhorando, disse seu agente neste domingo.

“Ele está fora do respirador, então o caminho para a recuperação começou”, escreveu seu agente, Andrew Wylie, em um e-mail à Reuters. “Será longo; os ferimentos são graves, mas sua condição está indo na direção certa.”

Rushdie, de 75 anos, estava prestes a dar uma palestra sobre liberdade artística na Chautauqua Institution, no oeste de Nova York, quando um homem de 24 anos invadiu o palco e esfaqueou o escritor indiano, segundo a polícia. Há promessas de recompensa pela cabeça de Rushdie desde que seu romance de 1988 Os versos satânicos levou o Irã a incentivar que os muçulmanos o matassem.

O suspeito do ataque, Hadi Matar, de Fairview, Nova Jersey, se declarou inocente das acusações de tentativa de assassinato e agressão em uma audiência a tribunal no sábado, disse à Reuters seu advogado nomeado pelo tribunal, Nathaniel Barone.

Leia Também:  Rússia ordena prisão de repórter que protestou ao vivo contra a guerra

Após horas de cirurgia, Rushdie foi colocado em um respirador e não conseguia falar na noite de sexta-feira, disse Wylie em uma atualização anterior sobre a condição do escritor, acrescentando que ele provavelmente perderia um olho e tinha danos nos nervos, no braço e feridas no fígado.

Wylie não forneceu mais detalhes sobre a saúde de Rushdie em seu e-mail deste domingo.

Apoio

O esfaqueamento foi condenado por escritores e políticos de todo o mundo como um atentado à liberdade de expressão. Em uma declaração no sábado, o presidente dos EUA, Joe Biden, elogiou os “ideais universais” de verdade, coragem e resiliência incorporados por Rushdie e seu trabalho.

“Estes são os blocos de construção de qualquer sociedade livre e aberta”, disse Biden.

Nem as autoridades locais nem federais ofereceram detalhes adicionais sobre a investigação no sábado. A polícia disse na sexta-feira que não havia estabelecido um motivo para o ataque.

Uma análise inicial das redes sociais de Matar mostrou que ele era simpático ao extremismo xiita e ao Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica, conhecido popularmente como Guarda Revolucionária Iraniana, embora nenhum vínculo definitivo tenha sido encontrado, segundo a NBC de Nova York

Leia Também:  Pela primeira vez, Rússia acusa EUA de 'envolvimento direto' na guerra

Fonte: EBC Internacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA