Saúde

RJ tem 28 mil doses da AstraZeneca com prazo para aplicação até amanhã

Publicados

em

RJ tem 28 mil doses da AstraZeneca com prazo para aplicação até amanhã
Tânia Rêgo/Agência Brasil

RJ tem 28 mil doses da AstraZeneca com prazo para aplicação até amanhã

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou, nesta segunda-feira, que possui cerca de 28 mil doses da AstraZeneca cuja validade tem vencimento para esta terça-feira (2). O órgão alerta que mesmo que a data dos frascos seja outra, a população deve ficar tranquila de que as vacinas ainda podem ser aplicadas, porque fazem parte do lote que teve a validade ampliada pelo Ministério da Saúde, em abril.

No começo daquele mês, a diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, por unanimidade, a ampliação do prazo de validade de lotes já fabricados e distribuídos da vacina contra Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Com a decisão, a validade dos lotes passou de seis para nove meses.

A secretaria espera zerar esse estoque até esta terça-feira. Caso isso não aconteça, a sobra será incinerada. Mas, para evitar o desperdício, o órgão, vem incentivando o comparecimento da população aos postos de vacinação.

Leia Também:  Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas

Na quinta-feira, a prefeitura promoveu a ampliação do calendário de vacinação com a segunda dose de reforço (DR2) contra a Covid-19 para todas as pessoas com 18 anos ou mais. A medida passou a valer a partir daquele dia e, desde então, a secretaria estima que mais de 70 mil pessoas já compareceram aos postos

Ainda assim, de acordo com dados da prefeitura, ainda há cerca de 3,3 milhões de pessoas com doses da vacina contra Covid-19 aida em atraso. Desse total, cerca de 544 mil cariocas não completaram o esquema de vacinação primário, ou seja, ainda não receberam a segunda dose.

Quanto à dose de reforço, aproximadamente 1,75 milhão de pessoas não receberam a primeira dose e 1 milhão a segunda, de acordo com a secretaria.

Em todo o município, são mais de 230 salas de imunização disponíveis para atender a população. Os endereços podem ser consultados em coronavirus.rio/vacina/.

Leia Também:  "Vamos ter hospitais públicos em MT muito melhores que os privados", afirma governador

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:

Saúde

Covid-19: Brasil registra 7.198 casos e 57 mortes em 24 horas

Publicados

em

Por

O Brasil registrou 7.198 casos positivos e 57 mortes por covid-19 em 24 horas, segundo o boletim divulgado pelo Ministério da Saúde neste domingo (7). Desde o início da pandemia, foram registrados 34.018.371 casos e 679.996 óbitos pela doença.

No boletim, os dados de casos e mortes de Minas Gerais, do Rio de Janeiro, do Distrito Federal, do Mato Grosso, do Maranhão, de Tocantins e de Roraima não foram atualizados. O número de óbitos do Mato Grosso do Sul também não.

Entre os que contraíram a doença, 96,2% se recuperaram, o que corresponde a 32.731.706 pessoas. Há ainda 606.669 casos em acompanhamento.

Estados

São Paulo é o estado com maior número da casos e de mortes, com 5,95 milhões e 173.338, respectivamente. Em relação aos casos, o estado do Sudeste é seguido por Minas Gerais (3,83 milhões) e Paraná (2,70 milhões). 

O menor número de casos foram registrados no Acre (145.488), Roraima (173.401) e Amapá (177.285). Os três estados também registram os menores números de mortes pela doença: Acre (2.021), Amapá (2.153) e Roraima (2.158).

Boletim epidemiológico covid-19 Boletim epidemiológico covid-19

Leia Também:  Câncer de ovário é silencioso e um dos mais difíceis de ser diagnosticado, alerta especialista
Boletim epidemiológico covid-19 – Ministério da Saúde

Vacinação

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, foram aplicadas 496,51 milhões de doses de vacina contra a covid-19 no Brasil, sendo 178,58 milhões de primeira dose, 159,63 milhões de segunda dose e 4,98 milhões de dose única. 

A primeira dose de reforço foi aplicada em 103,56 milhões de pessoas, a segunda dose de reforço em 17,99 milhões e a dose adicional em 4,75 milhões.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA