Mulher

Reconstrução de aréola pós-mastectomia: tatuagem e micro pigmentação são opções

Por Patrícia Gregório

Publicados

em

 

A mastectomia é um dos momentos mais difíceis para quem enfrenta o câncer de mama e, após a cirurgia de reconstrução de mama, muitas mulheres recorrem a procedimentos estéticos para refazer as aréolas do seio. Os mais comuns são tatuagens e pigmentação, usada também para redefinir preencher ou redesenhar sobrancelhas. E, em conversa com a Patrícia Gregório, especialistas de cada uma das técnicas explicaram as peculiaridades delas – como ponto em comum, aliás, deve ser destacado que é necessária autorização médica para fazê-los.


Idealizador do projeto voluntário “Espelho, espelho meu” no mês de outubro – voltado mundialmente para a conscientização sobre o câncer de mama, Patrícia Gregório, que hoje atende na Mk oficina de estética, explica que a pele da paciente é analisada para que a naturalidade seja palavra-chave. “A gente faz um estudo do tom de pele e acha os tons de pigmento ideal para cada mulher, para que fique o mais natural possível. Fazemos isso tudo no mesmo dia e, se for preciso, após a cicatrização, fazemos algum retoque ou algo assim”, explica o especialista.
Patrícia pontua que o ideal seria que os médicos tivessem um link com profissionais que fazem esse trabalho para poder facilitar e aprimorar o trabalho final. “Já fiz algumas palestras, em um simpósio de mastologia, porque essa parte é muito importante para a mulher, porque na maioria delas quando olham para tatuagem lembram pelo que passou”.
A profissional também fala da dificuldade em realizar parceria com instituições que trabalham diretamente com o câncer na capital, mas que não vai desistir por que a causa é nobre e deve ser levada a essas mulheres que precisam.
Gregório, explica que o procedimento é feito com o dermógrafo, uma espécie de caneta elétrica feita especialmente para isso, e precisa de mais de uma sessão para ser concluída. “A pele de uma mama mastectomizada traz com ela cicatrizes e diferenças no tecido, necessitando de diversas sessões para que haja uniformização de cor, nivelamento tonal e simetria, caso seja unilateral a correção. É necessária muita habilidade e experiência para a realização desse procedimento que vem crescendo a cada dia”.

Leia Também:  Hipnose

Patrícia Gregório se coloca a disposição para tirar as duvidas das pacientes que necessitam desse procedimento 65 99207-8604.

 

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher

O Segredo da beleza é se cuidar!

Por Fátima Munhoz

Publicados

em

 

Para se sentir sempre bela, o segredo é se cuidar! E um desses cuidados passa pelo nosso organismo, que diminui a produção de colágeno por volta dos 25 anos, mas alguns maus hábitos podem intensificar este processo.
Falando hoje especificamente do colágeno, que é o maior constituinte do tecido conectivo, ou seja, mantém a resistência e a elasticidade da pele, cartilagem, tendões e ossos e que é produzido no organismo desde o nosso nascimento e vai perdendo sua eficiência com o tempo e ao passar dos anos, onde nossa pele começa a envelhecer mostrando todos os sinais.
Mas posso dizer que podemos sim envelhecer com saúde e beleza, porque a relação do cuidado passa por uma alimentação adequada, exposição ao sol de forma correta, usando principalmente o filtro solar, já que a radiação é uma das principais causas do envelhecimento precoce, causando a nossa pele muitas vezes danos irreversíveis, como também evitando o tabagismo.
Mas também posso garantir que a junção de bons hábitos, com um bom procedimento, como o que eu, doutora Fátima Munhoz e a especialista Patrícia Gregório, pioneira em camuflagem, bbglow em Mato Grosso, realizamos por meio de uma harmonização facial, algo que já existe em grandes metrópoles do nosso país e exterior, mas que ainda não tinha em nosso estado. Pode trazer de volta aquela pele maravilhosa que toda mulher deseja! Esse tratamento consiste na restauração das estruturas faciais com células tronco regenerativas, com um protocolo específico para cada idade da mulher, trabalhando em três módulos dependendo da necessidade e da idade de cada uma.
São oito meses de tratamento, onde a cada 15 dias terá que ir à clínica para triplicar a sua conta de colágeno e com a chegada da menopausa essa perca pode chegar até 40%. Uma restauração que chega a triplicar e age como uma poupança, a pessoa passa ter uma reserva para ser gasta com o passar dos anos. O resultado disso chamamos de Fábrica da juventude, uma pele firme, nova, livre de manchas e rugas, harmoniosa, revigorada e com um glow iluminado.

Leia Também:  Exemplo para o Brasil

Dra Fátima Munhoz: CROMT 4785; Cirurgiã dentista;
Implantes, Próteses e Harmonização orofacial

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA