CUIABÁ

Programa Siminina se consolida como referência de atendimento à criança e adolescentes

Publicados

em

Por Carolina Miranda
Secretaria de Comunicação

O programa Siminina  – mantido pela Prefeitura de Cuiabá e com apoio da primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, se consolidou como referência de boas práticas no atendimento à criança e adolescentes (6 a 14 anos) em situação de vulnerabilidade social.

A  primeira-dama Márcia Pinheiro destaca que as ações são cuidadosamente delineadas e formatadas. Destaca que ao longo da primeira gestão Emanuel Pinheiro, o trabalho preventivo realizado no contraturno escolar apresenta resultados exitosos, como nenhum registro de gravidez na adolescência.

“Muito mais que educá-las, com informações sobre saúde e mediante o suporte educacional, desenvolvemos essas meninas para o protagonismo. Desde cedo, é preciso que essas meninas tenham perspectiva de um bom futuro e que estejam preparadas para essa construção, que saibam seus objetivos e os caminhos para que possam alcança-los”, explica a primeira-dama de Cuiabá, pontuando ainda que as ações do Siminina estão ligadas à Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência.

Uma das preocupações da coordenação do programa é quanto a permanência das meninas nas atividades e, por isso, o programa foi delineado para o atendimento distribuído por faixa etária.  Ao completar 13 anos, o currículo conta com ações preparatórias para a inserção no mercado de trabalho.

Leia Também:  Lei estabelece multa para quem furar a fila prioritária da vacinação contra covid em Cuiabá

“Em razão dessa necessidade, de trabalharmos uma nova abordagem nessa mudança de fase,   surgiu o ‘Siminina Jovem’. Entre os 13 e 14 anos, as meninas participam de ações específicas para a qualificação profissional que servirão de incentivo e aumento da autoestima. São políticas públicas voltadas literalmente para nossos jovens”, explicou a coordenadora Dalma Monteiro.

No Siminina Jovem são oferecidos cursos de qualificação profissional, aulas de balett, rodas de conversa sobre sexualidade, álcool, drogas, aulas de informática, fanfarra e são instruídas também quanto elaboração de um bom currículo.

 

Sucesso

 

Criado há 26 anos, o programa Siminina conta hoje com 20 unidades distribuídas por toda a capital e tem um público assistido estimado em torno de 1,6 mil meninas. Pautado por atividades lúdicas e de estímulo, o Siminina  possibilita que as garotas se conheçam e se valorizem.  O Siminina oferta atividades como reforço escolar, cuidados médicos e psicológicos reforçados. Dalma lembra ainda que para a inserção junto ao programa, existem critérios  observados, como por exemplo a assiduidade e o bom rendimento escolar.

Leia Também:  Dr. Luiz Fernando solicita que município trate pacientes com sequelas da covid

“Com o retorno gradativo e seguro no sistema público de ensino, estamos também nos preparando para recebê-las com todo carinho e segurança. Será um momento de muito aprendizado, não só para as meninas como também para as nossas monitoras, já que vivenciamos um longo momento de isolamento social. A gestão Emanuel Pinheiro é pautada na humanização, ofertando serviços de qualidade à população que mais precisa do apoio do Poder Público”, descreve.

Ela relembra que o Siminina conta com todo apoio de psicólogas e reforça a integração familiar, colocando as famílias junto com as alunas. Essa integração familiar é fundamental para o êxito da ação”, complementou a coordenadora.

“A mudança comportamental é clara entre as meninas assistidas. Estão bem mais disciplinadas. Procuramos incluir no cronograma de trabalho atividades temáticas específicas para esse público, pois trabalhamos com famílias em situação de vulnerabilidade social”, concluiu a primeira-dama.

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Novo decreto autoriza funcionamento em Cuiabá de atividades não essenciais, aulas híbridas e academia em condomínios

Publicados

em

Por

FLEXIBILIZAÇÃO

JB News

Por Denise Niederauer

Novo decreto autoriza funcionamento em Cuiabá de atividades não essenciais, aulas híbridas e academia em condomínios

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB),  liberou o funcionamento das atividades comerciais que estavam suspensas por não se enquadrarem dentro do grupo de serviços essenciais.

O ato consta no Decreto nº 8.388, que entra em vigor neste sábado (10.04) e é válido até o dia 25 de abril, (domingo).

Nesse período, todos os estabelecimentos podem abrir as portas, das 5h às 20h, seguindo um escalonamento de horário e outras medidas de biossegurança. Fica determinada a proibição de locomoção de qualquer cidadão no território do Município de Cuiabá, no período compreendido entre as 21hàs 5h, de segunda-feira à domingo.

“Estamos autorizando o funcionamento das demais atividades, no período das 5h às 20h, seguindo o escalonamento que fizemos para cada segmento comercial. É uma medida que atinge, por exemplo, lojas de roupas, calçados, armarinhos, revendedoras de veículos, que não constam no decreto federal como serviços essenciais e não conseguimos liberar, no primeiro momento”, explica Pinheiro.
Mesmo com a publicação do novo decreto, continua valendo no comércio da Capital o sistema de rodízio de funcionários e colaboradores, diminuindo a circulação de pessoas no mesmo ambiente de trabalho, conforme consta no Decreto nº 8.382, de 06 de abril de 2021. Também segue em vigor o incremento de mais 10% de ônibus na frota do transporte coletivo, totalizando 360 veículos em circulação.

Leia Também:  Vereadora Michelly quer a criação de auxílio emergencial em Cuiabá

“Agora, todos poderão trabalhar e garantir o seu sustento. Nossa única exigência é que isso aconteça com responsabilidade, respeitando todas as medidas de biossegurança. É necessário que tenhamos essa sensibilidade e compaixão com o trabalhador. Precisamos apoiar quem está lutando para colocar comida na mesa de sua família”, completa o chefe do Executivo municipal.

Além disso, a partir de  (12.04), as unidades de ensino particulares poderão adotar o funcionamento híbrido, com aulas remotas e presenciais, respeitando as medidas de biossegurança como limite de 50% da capacidade total de cada sala, distanciamento entre as carteiras e uso de máscaras. Para a rede pública municipal, a previsão é de que essa mesma metodologia passe a ocorrer no dia 3 de maio.
O documento autoriza ainda o uso das academias de ginásticas nos condomínios de Cuiabá. “Já havíamos liberado os playground e, agora, o mesmo está sendo feito com as academias, desde que isso ocorra com 50% da capacidade total do ambiente. Ou seja, se o espaço é feito para 10 pessoas, apenas cinco poderão utilizá-lo por vez. Isso, claro, deve ser somado a todas as outras medidas de biossegurança”, enfatizou.

Leia Também:  Novo decreto autoriza funcionamento em Cuiabá de atividades não essenciais, aulas híbridas e academia em condomínios

Confira no anexo abaixo o decreto na íntegra

DECRETO nº 8.388 de 09 de abril de 2021 – NIVEL ALTO pdf

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA