Arquivos JB News 10 Anos

Prefeitura de Cuiabá aumenta em 350% o número de cirurgias de Parkinson

Publicados

em

 

Além da qualidade de vida proporcionada aos pacientes, a atual gestão reduziu em pouco mais de R$ 3,3 milhões os custos da Secretaria Municipal de Saúde com judicializações.

OZIANE RODRIGUES

A Prefeitura de Cuiabá realizou nesta quinta-feira (10), no Hospital Municipal São Benedito, a 9ª cirurgia de doença de Parkinson em Mato Grosso. Considerado de alta complexidade, o procedimento cirúrgico reduz os impactos da doença, que é neurodegenerativa, caracterizada por tremores intensos e rigidez dos membros superiores e inferiores, lentidão de movimentos e que pode chegar à incapacidade total na fase mais aguda.

Em 2016, o Hospital realizou a 1ª e a 2ª cirurgias. A partir de 2017, a gestão Emanuel Pinheiro aumentou em 350% o número dos procedimentos que, para os sete pacientes do São Benedito, consistiu na implantação de um sistema de estimulação profunda no cérebro – um equipamento semelhante a um marca-passo.

“Ele modula a atividade elétrica das estruturas profundas do cérebro e proporciona o controle dos sistemas motores nessa doença que, na maioria dos casos, atinge pessoas acima dos 65 anos mas também pode atingir jovens”, explicou o neurocirurgião do São Benedito, Atahualpa Strapasson.

Leia Também:  8ª edição do Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável continua com as inscrições abertas

De acordo com o diretor geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública – ECSP, Alexandre Beloto, com as cirurgias, além da qualidade de vida proporcionada aos pacientes, a atual gestão reduziu em pouco mais de R$ 3,3 milhões os custos da Secretaria Municipal de Saúde com judicializações.

“Os procedimentos estão sendo realizados de forma regular via Central de Regulação, totalmente custeados pelo município ao valor médio de R$ 45 mil cada. Se fosse por judicialização, esse mesmo paciente custaria cerca de R$ 460 mil ao Sistema Único de Saúde da Capital. A economia real promove um impacto positivo importante para os cofres públicos e possibilita que outras pessoas recebam esse mesmo atendimento humanizado, que devolve qualidade de vida a quem sofre de Parkinson”, completou.

Essa ampliação do tratamento é o desejo da professora aposentada, Rosane Arruda Wenzel, 47 anos. “Eu me aposentei pela doença porque já não conseguia fazer tarefas simples. Agora, após a cirurgia é só louvar e agradecer a Deus por essa dádiva que é ter minha vida de volta. Minha gratidão ao tratamento que hoje temos disponível com celeridade em Cuiabá de forma gratuita não é para mim, mas para todos que, assim como eu, poderão ter a oportunidade de voltar a sorrir”, enfatizou.

Leia Também:  Polícia Civil prende 3 traficantes com 15 kg de pasta-base na fronteira

Além da qualidade de vida proporcionada aos pacientes, a atual gestão reduziu em pouco mais de R$ 3,3 milhões os custos da Secretaria Municipal de Saúde com judicializações.

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  8ª edição do Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável continua com as inscrições abertas

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA