POLITICA

Prefeitos do interior agradecem Governo de Mato Grosso pelas pontes construídas

Publicados

em

Gestores destacaram importância dessas obras para os municípios

Por Lucas Rodrigues

Com informações Secom-MT

Governador Mauro Mendes se reúne com prefeitos do PSB
Foto : Marcos Vergueiro/Secom

Prefeitos eleitos e reeleitos do PSB agradeceram o governador Mauro Mendes pelas obras de Infraestrutura tocadas pelo Governo de Mato Grosso nos municípios, especialmente as pontes com estruturas metálicas e de concreto que estão substituindo as precárias pontes de madeira.

A reunião com os gestores ocorreu na tarde desta terça-feira (29.12). Também participaram o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho; o presidente estadual do PSB, deputado estadual Max Russi; e o deputado estadual Dr. Eugênio.

“Fazer gestão não é uma corrida de 400 metros. É uma maratona de 40 quilômetros. Por isso é preciso tomar as medidas certas, seguir o caminho correto e entregar resultados para a população. O Governo do Estado tem trabalhado muito em parceria com os municípios e queremos intensificar isso nos próximos anos com o programa Mais MT”, afirmou o governador, ao citar o maior programa de investimentos da história de Mato Grosso.

Leia Também:  Decisão sobre a internação da menor que matou Isabele Guimarães Ramos está no STF e no TJMT

O prefeito de Araguaiana, Getúlio Vieira, ressaltou a importância das pontes de concreto que o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), está construindo na MT-100, entre Araguaiana e Barra do Garças.

As estruturas estão sendo construídas sobre o córrego Pitomba e o rio Ouro Fino.

“O Mauro não promete. Ele fala e ele cumpre. Tenho que agradecer muito por essas pontes, que são fundamentais para a nossa região”, disse.

Ainda na MT-100, o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo, mencionou as pontes sobre o Rio Claro.

“Esse governo sabe atender e tratar prefeito. Temos que reconhecer o governador pelas obras na MT-100, na MT-110 e pelas pontes do Rio claro. Isso é muito importante para nós. O Mauro fala a verdade: se tem como fazer ele ajeita, se não tem ele fala”, pontuou.

Já o prefeito Márcio Conceição, de Cocalinho, falou sobre as obras do Governo de Mato Grosso na MT-326, a exemplo das quatro pontes de concreto entre Cocalinho e Nova Nazaré, que já estão em fase final, e da ponte sobre o Rio das Mortes, que será a maior já construída em Mato Grosso, com 483 metros de extensão.

Leia Também:  Prefeito Kalil Baracat lamenta a morte de dois servidores por descarga elétrica e manda investigar o acidente

“Temos que agradecer pela questão da ponte do Rio das Mortes. E pelo que o senhor tem feito pela MT-326 no município. O senhor merece todo o mérito e pode contar com o nosso apoio e a nossa parceria”, destacou.

 

COMENTE ABAIXO:

POLITICA

Fávaro assina requerimento por CPI ampla para apurar irregularidades na pandemia

Publicados

em

Por

JB News

Por Glaucio Nogueira

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) assinou o requerimento para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que visa apurar irregularidades cometidas por gestores públicos no âmbito do estado de calamidade gerado pela pandemia da Covid-19. O pedido para a instalação da investigação foi apresentado pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE) e já conta com o número mínimo de assinaturas para ser instalada.

Ao apoiar a CPI, Fávaro destaca que embora entenda não ser este o melhor momento para a instalação de uma Comissão, ela precisa ser séria e técnica. “Sempre disse que o momento era para buscarmos salvar vidas. Uma vez que a CPI é inevitável neste momento, sobretudo por conta de uma decisão do ministro Luís Roberto Barroso, que ela apure então todas as suspeitas de improbidade nas três esferas, federal, estadual e municipal”.

A decisão citada por Fávaro foi proferida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) na última semana e determinava a instalação imediata de uma CPI para apurar eventuais omissões do Governo Federal. “Havia um grande risco de que esta CPI se tornasse um palanque, visando as eleições de 2022. Com a ampliação do escopo da apuração, vamos ter a oportunidade de um trabalho sério, técnico, pautado apenas e tão somente na busca por informações destes casos suspeitos”, pontua o senador mato-grossense.

Leia Também:  Crea-MT adere “Abril Verde” em prol da conscientização e prevenção dos acidentes de trabalho e da Covid-19

No requerimento apresentado, Girão ressalta que até dezembro do ano passado, ao menos 61 operações foram deflagradas pela Polícia Federal para apurar supostos crimes contra a administração pública cometidos com o intuito de desviar recursos públicos destinados ao combate à pandemia. Neste período, foram emitidos mais de mil mandados de busca e apreensão e 144 de prisão. No total, o valor dos contratos investigados é de quase R$ 2 bilhões.

Veja aqui :👇

CPI COVID ampla (1)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA