AGRONEGÓCIOS

Preço da pluma do algodão cai em julho

Publicados

em

Após baixa expressiva de 22% em junho deste ano, a cotação do algodão em pluma recuou com menor intensidade neste mês de julho. Quanto às negociações, as mesmas se mantiveram em um ritmo lento durante o mês, visto que, com o avanço da colheita, do beneficiamento e da classificação dos lotes, os produtores seguiram priorizando o cumprimento dos contratos em detrimento de negócios no spot, principalmente, uma vez que a maioria desses contratos foi realizada acima dos valores praticados no spot nacional.

Do lado comprador, parte das indústrias está fora do mercado, preferindo fazer uso de estoque e/ou da matéria-prima contratada, pois algumas fábricas ainda estão trabalhando com capacidade reduzida e/ou com dificuldade de vendas de alguns produtos manufaturados.

No acumulado de julho, o Indicador para a pluma do algodão, com pagamento em 8 dias, recuou em 5,55%. No Brasil, o preço ficou em média 2,2% inferior à paridade de exportação em julho, já a média de julho, de R$ 6,0465/lp, ficou 18,32% inferior à do mês passado, porém, ainda 10,75% superior à média de um ano atrás

Leia Também:  IPCA registra deflação de 0,68% em julho

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:

AGRONEGÓCIOS

Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel

Publicados

em

Por

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (11) uma nova redução no preço do diesel comercializado às distribuidoras. Com isso, a partir desta sexta-feira (12), o litro do diesel vendido passa de R$ 5,41 para R$ 5,19, com redução de R$ 0,22, ou 4,07%. Os preços dos demais combustíveis não foram alterados.

 Essa já é a segunda queda consecutiva anunciada pela estatal no diesel. Na semana passada, o valor do litro foi reduzido em R$ 0,20. No entanto, apesar das duas quedas, o preço do diesel vendido às distribuidoras ainda é 55,39% maior que o praticado no final de 2021. 

Conforme a Petrobras, considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da empresa no preço ao consumidor passará de $ 4,87, em média, para R$ 4,67 a cada litro vendido na bomba, de acordo com a estatal.

Em nota, a Petrobras afirmou que a redução acompanha o avanço dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel, e é coerente com a prática de preços da empresa, que busca o equilíbrio dos seus custos com o mercado global, sem repassar para os preços internos a volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio. 

Leia Também:  Recursos do Pronaf no Plano Safra irão aumentar em 12%

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA