Policial

Policiais Penais apreendem drone que transportava aparelhos celulares na Mata Grande

Publicados

em

Policiais penais do Plantão A, da Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), localizada em Rondonópolis(200 KM de Cuiabá), apreenderam um drone

Policiais penais do Plantão A, da Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), localizada em Rondonópolis(200 KM de Cuiabá), apreenderam um drone que sobrevoava a unidade e transportava aparelhos celulares. O caso aconteceu no final da manhã de sábado,25.

Na ocasião, um dos policiais penais que fazia a segurança na torre 2 que percebeu a presença do aparelho sobrevoando a unidade. Neste momento, ele comunicou a equipe de contenção via rádio, que logo se deslocou para o raio 2 e uma outra equipe para a quadra.

As equipes localizaram então o drone com um pacote contendo três aparelhos celulares e um carregador. Os objetos ilícitos foram encaminhados ao Núcleo de Inteligência da unidade.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  TJ afasta Emanuel Pinheiro e Marcia Pinheiro da prefeitura e manda prender chefe de gabinete por desvio na saúde

Policial

Marcos Machado nega prisão domiciliar para chefe de gabinete de Emanuel Pinheiro

Publicados

em

Por

 

JB News

Jota de Sá

O desembargador Marcos Machado negou no final desta quinta-feira 21.10, o pedido defesa do chefe de gabinete do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), o Antônio Monreal Neto, preso por determinação judicial nesta terça-feira 19.10, Na Operação Capistrum, que afastou o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), do cargo.

A defesa pediu deferimento de prisão domiciliar para Neto, alegando local inadequado, inapto e insalubre, segundo Marcos Machado, quadro, mostra-se impertinente o pedido de prisão domiciliar, uma vez que Neto está segregado, por força de prisão temporária, no Centro de Custódia da Capital e permanece separado dos demais presos, em local privativo e em ótima condições.

Na decisão o desembargador ressaltou que o prazo da prisão temporária de Antonio Neto expira no dia 24.10, considerado o transcurso do período de 5 (cinco) dias, oportunidade na qual o investigado Antônio Monreal Neto deverá “imediatamente ser colocado em liberdade. Neto está preso no entro de Custodia de Cuaiabá (CCC).

O magistrado também ressaltou que a defesa do investigado não apresenta documento apto a comprovar que o local não possua boas condições de higiene e salubridade.

Leia Também:  Mulher arma barraco, joga cerveja na cara de policial e acaba presa em Cuiabá

O afastamento do prefeito, ocorreu por pedido do Ministerio Público (MP), onde também foi pedido a prisão temporária do Chefe de gabinete do prefeito Emanuel Monreal  Neto.

A determinação e a prisão faz parte da Operação Capistrum, que apura ilícitos na Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA