COVID-19

PM intensifica trabalho de dispersão em vários bairros da capital contra aglomeração

Operação Dispersão ll

Publicados

em

PM intensifica trabalho de dispersão em vários bairros da capital

Das 19h às 23h, foram realizadas abordagens em frequentadores de bares, distribuidoras de bebidas, entre outros nas regiões Oeste, Leste e Norte que compreende os batalhões 1º, 3º e 10º.

Maricelle Lima Vieira

Com informações PMMT

A medida visa conscientizar as pessoas da importância dos cuidados e evitar a propagação da coronavírus. – Foto por: PMMT
A | A

Na noite desta sexta-feira (31.07), policiais militares do 1º Comando Regional de Cuiabá, em apoio à fiscalização da Secretaria de Ordem Pública de Cuiabá, intensificaram rondas e abordagens em vários bairros na capital. Participaram também da ação, agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob).

A medida visa conscientizar as pessoas sobre a importância dos cuidados para evitar a propagação do coronavírus.

Das 19h às 23h, foram realizadas abordagens em frequentadores de bares, distribuidoras de bebidas, entre outros estabelecimentos nas regiões Oeste, Leste e Norte que compreendem os 1º, 3º e 10º batalhões.

Na área central, por exemplo, a equipe esteve nas praças Popular e da Mandioca, onde foram identificadas algumas aglomerações e pessoas sem máscaras, todas orientadas. O trabalho seguiu pela Avenida Beira Rio e bairro Jardim Imperial.

Leia Também:  Flávio Frical quer linha de ônibus com Tarifa Zero

Após as 21h, os estabelecimentos fecharam conforme cumprimento do Decreto Nº 8.020, de 27 de julho de 2020, do Município de Cuiabá.

O comandante em exercício do CR1, tenente-coronel César Augusto Camargo Roveri destaca que a PM vem atendendo aos chamamos de denúncia de aglomeração via 190. “Além disso, continuam as outras demandas de segurança pública, atendendo a chamados de crimes de furtos, roubos, tráfico de drogas, violência sexual, violência doméstica, além do reforço nos bancos e caixas eletrônicos”.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COVID-19

”Estão roubando a chance de sobrevivência de milhares de brasileiros”, afirma Dr. Leonardo

Publicados

em

 

 

A afirmação foi feita nas redes sociais, onde comenta as notícias sobre desvios de verbas para a saúde por gestores públicos; o deputado também pediu apoio para PL de sua autoria, que majora penas para os crimes voltados para o setor

 

O deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) usou as redes sociais para se posicionar sobre denúncias publicadas na imprensa sobre uma série de investigações que tratam de desvios de verbas para o combate a pandemia de Covid-19. Indignado, o deputado comentou que os desvios revelam um “roubo à chance de sobrevivência” de milhares de brasileiros.

 

O parlamentar, que já havia comparado os crimes de corrupção na saúde a homicídios, voltou a defender a aprovação de leis mais rígidas para esse tipo de crime. “Estão roubando verbas que deveriam ter sido usadas para combater a pandemia de Covid-19. Roubando a chance de sobrevivência de milhares de brasileiros que precisaram do SUS e não tiveram o atendimento e morreram porque faltou médico, faltou equipamento, faltou medicamento, faltou alguma coisa”, afirmou o deputado.

 

Mesmo antes da pandemia, o parlamentar, que é médico, ja vinha defendendo o endurecimento das leis no combate a corrupção na saúde. O primeiro projeto que Dr. Leonardo apresentou quando assumiu como deputado federal trata sobre esse tema e tem como objetivo inserir a corrupção na saúde dentro do rol dos crimes hediondos.

 

De autoria do parlamentar, o PL 379, de 2019, conhecido como Projeto de Lei em Defesa da Saúde, pretende transformar em crime hediondo toda e qualquer corrupção na saúde. “Por isso, peço apoio a todos os cidadãos de bem para o projeto, seja comentando nas redes, seja enviando mensagem para os demais parlamentares. Somente garantindo a punição desses abutres é que vamos começar a ter justiça no Brasil”, ressaltou.

 

CPI da Saúde– A moralização do uso dos recursos públicos na saúde é uma bandeira do deputado Dr. Leonardo desde o início da carreira pública, como deputado estadual, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, quando teve a missão de conduzir a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Organizações Sociais de Saúde (OSSs), também conhecida como CPI da Saúde, instalada em agosto de 2015.

 

Com o Projeto de Resolução 200/2016, a comissão revelou roubo de mais de R$ 200 milhões dos cofres públicos e serve como base para investigações do Ministério Público e da Delegacia Fazendária. A investigação durou 12 meses e reuniu mais de 30 mil páginas. O relatório final da nossa investigação foi encaminhado para o Ministério Público do Estado (MPE), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Secretaria de Estado de Saúde (SES) para medidas cabíveis. 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Notícia sobre animal com Coronavírus é alarmante e pode gerar uma nova crise de saúde pública
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA