Geral

Plataforma digital criada para apoiar produtores rurais durante a crise do novo coronavírus está disponível gratuitamente até 30 de julho

Publicados

em

 

Plataforma digital criada para apoiar produtores rurais durante a crise do novo coronavírus está disponível gratuitamente até 30 de julho

Sicredi, Bayer, Orbia e AgTech Garage estenderam o prazo por mais 30 dias para apoiar produção e distribuição de alimentos durante a crise

A plataforma de ferramentas digitais criada pelo Sicredi em parceria com a Bayer, Orbia e o AgTech Garage para ajudar produtores rurais a atravessarem a crise gerada pela pandemia de covid-19 ficará disponível gratuitamente por mais 30 dias. O prazo, que seria encerrado em junho, foi prorrogado até o dia 30 de julho porque o período atual ainda é desafiador para a cadeia agrícola.

A plataforma, hospedada no site da empresa parceira Orbia, é resultado do “Desafio Covid-19: soluções digitais para o agronegócio” iniciativa lançada em abril deste ano para reunir startups brasileiras com soluções digitais confiáveis e de alto impacto que pudessem contribuir para a produção e distribuição de alimentos para a população, garantindo o funcionamento da cadeia agrícola durante a fase de distanciamento social.

O espaço reúne 19 soluções que influenciam na rentabilidade do negócio, digitalizam processos, apoiam o planejamento de compra e venda de produtos agrícolas, ajudam no controle de pragas, no monitoramento das plantações e impulsionam vendas online. Além disso, a iniciativa é uma forma de aproximar os produtores rurais do mundo digital, que tem muito a contribuir com o desenvolvimento do agronegócio brasileiro.

Leia Também:  NACO E GAECO realizam buscas no município de Rondolândia

 

Sobre o Sicredi

 

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4,5 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.900 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros www.sicredi.com.br.

 

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Facebook | Twitter | LinkedIn | YouTube

 

Sobre o AgTech Garage

 

O AgTech Garage é um dos principais hubs de inovação do Agronegócio a nível mundial. Em parceria com empresas líderes nos seus segmentos, é protagonista de uma nova dinâmica da inovação no Agro: aberta, em rede, colaborativa e ágil. As iniciativas do AgTech Garage promovem a conexão entre grandes empresas, startups, produtores, investidores, academia, entre outros atores do ecossistema de inovação e empreendedorismo do Agro, para desenvolver soluções tecnológicas que aumentem a sustentabilidade e competitividade do agronegócio brasileiro. Para conhecer mais, acesse: https://www.agtechgarage.com/

Leia Também:  Várzea Grande abre novas inscrições para o Residencial Santa Bárbara

 

 

Sobre a Bayer

 

A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de saúde e nutrição. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar pessoas apoiando-as para superar os maiores desafios apresentados pelo crescimento e envelhecimento populacional. Além disso, a companhia visa criar valor por meio da inovação e crescimento. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e a marca Bayer representa confiança, credibilidade e qualidade ao redor do mundo. No ano fiscal de 2019, com cerca de 104 mil colaboradores, obteve vendas de € 43.5 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2,9 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 5,3 bilhões. Para mais informações, acesse www.bayer.com.br.

 

Sobre a Orbia

 

A Orbia é a plataforma de tudo e para todos do agronegócio. Queremos que os produtores, vendedores e distribuidores encontrem aqui as oportunidades para prosperarem ainda mais. Por isso, oferecemos um modelo de negócios inovador, inclusivo e disruptivo que acompanha toda a jornada da produção e conecta o agricultor a uma rede para facilitar seus processos: a compra de insumos via marketplace, a troca de pontos e resgate de benefícios e, por fim, a venda de produção e acesso ao crédito. Tudo de maneira fácil, transparente e segura. Para mais informações, acesse www.orbia.ag.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Nas academias dá para estabelecer um controle, que nos parques não é possível, explica Pinheiro

Publicados

em

Segundo o chefe do Executivo, a não reabertura dos espaços públicos de lazer visam coibir a aglomeração de pessoas

BRUNO VICENTE

Luiz Alves

Clique para ampliar 

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, explicou o motivo de ter liberado o funcionamento das academias academias de musculação, ginástica, natação e congêneres, ao mesmo tempo em que manteve suspensas as atividades em parques e outros equipamentos públicos municipais. Os atos constam no decreto nº 8.020 e estão em vigor na Capital desde o dia 27 de julho.

Em entrevista concedida a rádio Mega FM, na quarta-feira (05), o chefe do Executivo destacou que as medidas seguem as recomendações das entidades de saúde, que determinam a coibição da aglomeração de pessoas. Segundo Pinheiro, diferentes dos parques e outros espaços públicos de lazer, nas academias é possível manter um maior controle sobre isso.

“Nas academias dá para estabelecer um controle, que nos parques não é possível. O distanciamento, limite no acesso de pessoas e higienização constante dos equipamentos. Nas áreas públicas, não é possível por conta do grande fluxo de pessoas. Tanto é que, mesmo com a suspensão, a população continua indo e não quer saber se está ou não proibido. Com isso, os espaços acabam tornando-se focos de propagação do vírus”, explicou.

Leia Também:  Gestores municipais devem criar programas ou ações específicas para contabilização das despesas relacionadas à Covid-19, estabelece resolução do TCE-MT

O gestor argumentou ainda que as atividades de lazer provocam um relaxamento natural nas pessoas, fazendo com que a atenção com as medidas de biossegurança diminua. “Muitas vezes acontece o contato entre as pessoas de forma mais próxima. É nesse contato que corremos o risco de transformar um momento de lazer em um ato de proliferação da Covid-19”, ressaltou.

O Município é responsável por quatro parques, sendo eles o Parque das Águas, Parque Tia Nair, Parque da Família e Parque da Nascente — Yone de Azevedo Campos. Em todos eles, junto com a colocação de faixas informando a suspensão das atividades, foi adotada a desativação de todos os equipamentos que compõem os espaços como banheiros, quadra de esportes, academia ao ar livre, playground, fonte luminosa, splash zone, show das águas e ParCão.

A norma abrange ainda outros equipamentos públicos como, por exemplo, quadras poliesportivas, mini estádios, ginásios de esportes e congêneres. “Mantemos esse proibição com dor no coração, pois somos uma gestão que tem investido muito no lazer à população. Todavia, isso é feito por um bem maior, que é a saúde pública. Temos a certeza que, com cada um fazendo sua parte, vamos voltar a normalidade”, disse.

Leia Também:  TCE-MT vistoria armazenamento de materiais e equipamentos no Ginásio Aecim Tocantins e não encontra respiradores
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA