AGRONEGÓCIOS

PL isenta ração e suplementos para equinos de PIS/Pasep e Cofins

Publicados

em

Tramita na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 1439/22, de autoria do deputado Pinheirinho (PP-MG), que reduz a zero as alíquotas da contribuição para o PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre rações e suplementos minerais voltados à alimentação de equinos. 

O PL tem como objetivo reduzir os custos de produção dos produtores rurais, por meio da diminuição da carga tributária sobre as rações e suplementos, a fim de melhorar a qualidade dos produtos ofertados pelos pecuaristas aos animais. 

O projeto segue para análise, em caráter conclusivo, das comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Finanças e Tributação e Constituição  Justiça e de Cidadania. 

A medida altera a Lei 10.925/04, que isentou fertilizantes e defensivos agropecuários do PIS/Pasep e da Cofins

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Câmara aprova projeto de incentivo à pecuária leiteira

AGRONEGÓCIOS

Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel

Publicados

em

Por

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (11) uma nova redução no preço do diesel comercializado às distribuidoras. Com isso, a partir desta sexta-feira (12), o litro do diesel vendido passa de R$ 5,41 para R$ 5,19, com redução de R$ 0,22, ou 4,07%. Os preços dos demais combustíveis não foram alterados.

 Essa já é a segunda queda consecutiva anunciada pela estatal no diesel. Na semana passada, o valor do litro foi reduzido em R$ 0,20. No entanto, apesar das duas quedas, o preço do diesel vendido às distribuidoras ainda é 55,39% maior que o praticado no final de 2021. 

Conforme a Petrobras, considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da empresa no preço ao consumidor passará de $ 4,87, em média, para R$ 4,67 a cada litro vendido na bomba, de acordo com a estatal.

Em nota, a Petrobras afirmou que a redução acompanha o avanço dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel, e é coerente com a prática de preços da empresa, que busca o equilíbrio dos seus custos com o mercado global, sem repassar para os preços internos a volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio. 

Leia Também:  Ainda é possível sacar FGTS extraordinário e PIS/Pasep 2019 e 2020

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA