Esportes

Pelo Brasileiro, São Paulo é superado pelo Athletico em Curitiba

Publicados

em

O São Paulo foi até a Arena da Baixada, em Curitiba, e perdeu por 1 a 0 para o Athletico Paranaense, neste domingo (31), pela 20ª do Campeonato Brasileiro. Com 26 pontos, o Tricolor ocupa a décima colocação na tabela.

Esta foi a centésima partida de Rogério Ceni como técnico do São Paulo. Somando as duas passagens, são 44 vitórias, 32 empates e 24 derrotas, sem contar o triunfo sobre o Santos, neste Brasileirão, em que o ídolo cumpriu suspensão e o time foi dirigido pelo auxiliar Charles Hembert.

O clube agora volta suas atenções para a CONMEBOL Sul-Americana. Na quarta-feira (3), inicia a disputa das quartas de final contra o Ceará, no Morumbi, às 19h15. Pelo Brasileiro, o próximo compromisso está marcado para às 20h30 de sábado (6), contra o Flamengo, também no Morumbi.

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio. Aos 20 minutos, o árbitro Marcelo de Lima Henrique, auxiliado pelo VAR, anulou corretamente o que seria o primeiro gol dos donos da casa, marcado por Canobbio. Vitor Roque, que participou da jogada, estava impedido.

Leia Também:  São Paulo lança plano de enfrentamento à varíola dos macacos

Do lado tricolor, a chance mais clara foi de Galoppo, aos 40. Após uma longa troca de passes da equipe, o argentino tabelou com Talles Costa e saiu na cara do goleiro Bento, que conseguiu defender.

No intervalo, Rogério Ceni trocou Luizão, Talles Costa e Rodriguinho por Léo, Igor Gomes e Calleri. A partida seguiu equilibrada, mas o Athletico teve dois pênaltis para cobrar. O primeiro foi marcado após disputa de Felipe Alves com Vitor Roque e terminou com defesa do goleiro são-paulino após cobrança de Thiago Heleno, aos oito minutos da etapa final. O segundo, assinalado após disputa entre Moreira e Canobbio, foi convertido por Vitor Bueno, aos 23.

O Tricolor buscou a reação com as entradas de Luciano e Nestor, respectivamente nos lugares de Nikão e Marcos Guilherme. O time procurou o empate até o fim e Calleri chegou a balançar as redes, mas em posição de impedimento.

Athletico Paranaense x São Paulo

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 31/07/2022 (domingo)
Horário: 16h

SPFC: Felipe Alves; Rafinha, Miranda e Luizão (Calleri, Intervalo); Marcos Guilherme (Rodrigo Nestor, 35/2), Pablo Maia, Talles Costa (Léo, Intervalo), Galoppo e Moreira; Rodriguinho (Igor Gomes, Intervalo) e Nikão (Luciano, 22/2). Téc: Rogério Ceni.

Leia Também:  Houve equívocos "inaceitáveis" na arbitragem do Brasileiro, diz Seneme

CAP: Bento; Khellven, Matheus Felipe, Thiago Heleno e Abner (Pedrinho, Intervalo); Fernandinho, Erick e Vitor Bueno (Léo Cittadini, 34/2); Canobbio (Marcelo Cirino, 24/2), Cuello (Vitinho, 24/2) e Vitor Roque (Rômulo, 24/2). Téc: Luiz Felipe Scolari.

Gol: Vitor Bueno, 23/2

Cartões amarelos: Luizão, 42/1; Felipe Alves, 5/2; Nikão, 22/2; Fernandinho, 34/2; Léo Cittadini, 38/2; Luciano, 39/2; Thiago Heleno, 40/2

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE)
Quarto Árbitro: Murilo Ugolini Klein (PR)
Analista de Campo: Afonso Vitor de Oliveira (PR)
Árbitro de Vídeo: Rafael Traci (SC)
AVAR: Johnny Barros de Oliveira (SC)
Observador de VAR: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ)

fonte: http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/campeonato-brasileiro/2022/7/31/pelo-brasileiro,-sao-paulo-e-superado-pelo-athletico-em-curitiba

COMENTE ABAIXO:

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:

Esportes

No Mundo da Bola chega à edição 500 com Zico e Edu dividindo histórias

Publicados

em

Por

O programa No Mundo da Bola, da TV Brasil, comemorou a marca de 500 edições neste domingo (7) com uma escalação estrelada. Participaram do debate os irmãos Zico e Edu, ex-craques do futebol brasileiro, além de Zenon, campeão brasileiro com o Guarani na década de 70. Eles acompanharam o apresentador Sérgio Du Bocage e o comentarista Márcio Guedes. A atração separou alguns depoimentos ainda não exibidos, como a entrevista que Edu deu ao quadro ‘Os Setentões’ em que contou uma história de quando travou, sem querer, o carro do irmão quando ele jogava na Itália. Zico relembrou, aos risos, a situação inusitada.

“Era um domingo, não tinha ninguém na rua em Udine. Um fã da Udinese pegou a gente e levou para casa. O carro ficou lá no mesmo lugar por uns quatro dias até que alguém conseguisse destravar”, revelou o Galinho.

Programa No Mundo da Bola, programa 500, MNDB Programa No Mundo da Bola, programa 500, MNDB

Programa No Mundo da Bola, programa 500, MNDB – Carlos Colla/Direitos Reservados

Em outro material, originalmente preparado para o quadro ‘Álbum da bola’, Zico, maior artilheiro da história do Maracanã, com 334 gols, demonstrou que a autoconfiança foi elemento fundamental para o sucesso na carreira. 

‘Eu sei o caminho da trave, já nasci com esse carimbo. Dentro da área, bobeou [o Zico] guardou’ , disse o craque em trecho do quadro. 

Os participantes também responderam à pesquisa da semana, sobre quais times brasileiros avançarão nos duelos caseiros das quartas da Libertadores (Flamengo x Corinthians e Palmeiras x Atlético-MG). Os convidados foram unânimes em apontar Flamengo e Palmeiras como favoritos a alcançarem as semifinais.

“É chover no molhado”, disse Zenon, que também revelou estar honrado por participar da edição número 500 do No Mundo da Bola. “Saudades do Alberto Léo. Estou me sentindo muito emocionado”, revelou o ex-jogador, referindo-se ao jornalista, ex-apresentador do No Mundo da Bola, que faleceu em junho de 2016.

Fonte: EBC Esportes

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  União e Poconé decidem vaga nesta quarta-feira
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA