POLITICA

Patriota lança apresentador e radialista Jota Moreno a deputado estadual

Publicados

em

JB News

Por Alisson Gonçalves

O partido Patriota lançou como pré-candidato a Deputado Estadual, o apresentador e radialista Jota Moreno.

Sendo um grande profissional na área artística, o apresentador do programa Alma sertaneja, informou a equipe do JBNEWS, que pretende lutar pela sua categoria artística, cultura e lazer.

Com seu trabalho como locutor e apresentador, Jota  ficou conhecido em várias cidades do estado de MT, em especial o município de Querência.

Com grande carisma por onde passa, o partido Patriota aposta no apresentador que vem ganhando muita popularidade.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PSB articula pré-candidatura de professora Ivani de Juína para disputar vaga na ALMT

POLITICA

Juiz determina investigação de autores de disparos de fake news contra Wellington Fagundes

Publicados

em

Por

⁹JB News

O juiz eleitoral Abel Sguarezi acatou o pedido do Partido Liberal e determinou que a Vivo e o Facebook forneçam nomes, dados, endereços e informações cadastrais disponíveis para identificar os proprietários das linhas telefônicas (65) 99645-6390 e (46) 9105-8068, além da quantidade de dados móveis (internet) consumidos por tais linhas no período de 1º de junho a 29 de julho.

Além disso, também que Facebook informe o local/endereço de acesso/utilização do aplicativo WhatsApp pelos números acima citados.

Por meio dessas linhas telefônicas foi disparado vídeo com conteúdo inverídico e difamatório ao senador Wellington Fagundes, candidato à reeleição. Segundo o juiz, o material macula a imagem e a honra do senador filiado ao PL.

A defesa de Wellington argumentou que além de parte das informações veiculadas não serem verdadeiras, a forma utilizada para a sua propagação é vedada.

As mensagens são oriundas de destinatários desconhecidos (a própria foto nos perfis de WhatsApp demonstram isso), impossibilitando formular direito de resposta, aforar representação por propaganda eleitoral negativa antecipada, ou mesmo postular proibição de envio pois não se sabe os autores dos referidos disparos.

Leia Também:  Agressores de morador de rua em Sinop podem pagar indenização de R$ 1,7 milhão por danos morais e coletivos

Além disso, há fortes indícios na espécie do uso de robôs ou bots e/ou de perfis falsos para a realização dos referidos envios, sendo aqueles capazes de distribuir, em escala industrial, mensagem pré-programadas, a fim de disseminar Fake News contra o PL e a seus filiados.

Assim que a Vivo e o Facebook esponderem à determinação da Justiça Eleitoral, o juiz vai analisar o pedido do PL de impedimento provisório das linhas (65) 99645-6390 e (46) 9105-8068 de utilizarem o aplicativo WhatsApp.

Decisão Wellington Fagundes

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA