Política Estadual

Parcerias com municípios contribuirão para o desenvolvimento do Araguaia com obras da FICO

Publicados

em


Foto: Diogo Palomares / Assessoria de Gabinete

Representando a Assembleia Legislativa de Mato Grosso na cerimônia nacional, em Mara Rosa (GO), que marcou o início das obras da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO), na última sexta-feira (17), o deputado estadual Dr. Eugênio de Paiva (PSB) comemorou a vitória histórica para a região Araguaia, estreitando ainda mais as parcerias com os gestores que serão responsáveis em preparar cada município do Vale do Araguaia para o progresso sobre trilhos.

A expectativa é de que a nova linha férrea de 383 quilômetros de extensão, que ligará o município de Mara Rosa, em Goiás, a Água Boa, em Mato Grosso, possibilite a criação de 4,6 mil postos de trabalho, atraindo milhares de moradores para a região com a consolidação deste sonhado corredor logístico integrado à Ferrovia Norte e Sul.

O projeto da FICO foi viabilizado com base no mecanismo de investimento cruzado, que permite que empresas detentoras de outorgas ferroviárias do governo federal possam renovar o contrato fazendo outros investimentos. 

De acordo com o ministro de Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, a mineradora Vale vai desembolsar integralmente os recursos para construir a nova ferrovia, em troca da renovação da concessão da Estrada de Ferro Vitória-Minas, operada pela empresa.

“É o começo de um corredor logístico que integrará o Brasil de leste a oeste, se integrando à Ferrovia Norte-Sul e gerando 4,6 mil postos de trabalho. Mais uma ferrovia para a conta. São R$ 30 bi contratados em concessões, nenhum governo fez mais. E que venham mais R$ 80 bilhões com as 14 primeiras autorizações ferroviárias”, prospectou o ministro.

Leia Também:  Emenda garante Raio-X digital para Pronto Atendimento de Paranatinga

Na oportunidade, os prefeitos do Araguaia, Dr. Mariano Kolankiewicz Filho (MDB), de Água Boa, e Marcio Aguiar (PSB), popularmente conhecido como Baco, de Cocalinho, reiteraram a importância dos trabalhos desenvolvidos pelo deputado Dr. Eugênio a favor da região.

“O deputado estadual Dr. Eugênio tem feito um excelente trabalho frente às demandas da região Araguaia. Sabemos que com a vinda da ferrovia o desafio vai ser imenso e com o apoio do Governo do Estado e do nosso deputado do Araguaia ampliaremos os investimentos em infraestrutura, habitação e saúde, entre outras áreas direta e indiretamente afetadas com a chegada da FICO”, chancelou Mariano, exemplificando a parceria com o Dr. Eugênio para ampliação do Hospital Regional de Água Boa e criação do Centro de Hemodiálise que atenderá todo Médio Araguaia.

Para o prefeito de Cocalinho, município que já vivencia o progresso com as adiantadas obras para construção da maior ponte de concreto de Mato Grosso (com 484 metros de extensão, ligando a Nova Nazaré), a região Araguaia vivencia um momento histórico com representantes comprometidos, exclusivamente, com os interesses da região.

Leia Também:  Após indicação parlamentar, governo anuncia programa para incentivar vacinação em Mato Grosso

“Faz toda a diferença termos um deputado estadual como o Dr. Eugênio, com história, ficha limpa e conhecimento de causa para atuar a favor da região Araguaia. Podemos dormir tranquilos quando ele faz um compromisso com a região, pois sabemos que compromisso assumido será sempre cumprido em benefício da coletividade. E deste modo, seguiremos trabalhando para preparar a nossa região para estas e outras obras que já estão transformando a realidade local”, pontuou Baco.

Alinhado com o governo do estado, Dr. Eugênio tem articulado e acompanhado de perto todas as demandas da região e de, de forma única, tem dedicado não somente a atenção como 100% das emendas parlamentares para o Araguaia.

“Nosso Vale do Araguaia vive hoje um momento histórico. Diferentemente de outras épocas em que chegamos até a sermos conhecidos como Vale dos Esquecidos, hoje somos vistos e valorizados com cerca de 30% das obras do governo do estado na nossa região. Nada mais do que justo, uma vez que somos uma das regiões que mais produz, mesmo em condições adversas. Imaginem quando as obras de infraestrutura estiverem concluídas e pudermos, de fato, produzir em condições de igualdade. Ninguém segura mais o Vale da Prosperidade”, exclamou Dr. Eugênio, o deputado do Araguaia.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:

Política Estadual

Lúdio Cabral requer explicações do governador sobre dinheiro público gasto em festa no Salto das Nuvens, em Tangará da Serra

Publicados

em

Por


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) requereu ao governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), e ao secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, informações e documentos sobre o apoio do governo estadual e o dinheiro público gasto na festa realizada na cachoeira Salto das Nuvens, em Tangará da Serra, na sexta-feira passada (15), no chamado “1º Encontro de Líderes e Empreendedores do Brasil”.

“Não haveria problema em realizar um seminário ou mesa-redonda para apresentar e debater o potencial de Mato Grosso para desenvolvimento econômico. Mas a informação que temos, de pessoas que estiveram no evento, é que o palestrante falou apenas 20 minutos, e o restante do tempo foi apenas festa. Uma festa milionária, um banquete regado a uísque, com show de cantores nacionais. A festa tem a marca do governo de Mato Grosso entre os apoiadores. O governo colocou dinheiro público nesse evento? Quanto de dinheiro público foi gasto com essa festa? São perguntas que fizemos no requerimento”, disse Lúdio.

Leia Também:  Call centers oferecerão chamada de vídeo para pessoas surdas

No requerimento aprovado na sessão de quarta-feira (20), Lúdio Cabral busca ter acesso às planilhas detalhadas dos gastos feitos pelo governo estadual, além das cópias dos processos de contratos, convênios, ou termos assinados pelo governo, e detalhamento das ações do governo e do dinheiro público gasto para realizar o evento na cachoeira Salto das Nuvens.

“Mato Grosso tem 3,5 milhões de habitantes, dos quais 2 milhões estão inscritos no Cadastro Único da Assistência Social, em situação de insegurança alimentar, e 500 mil pessoas abaixo da linha de pobreza, passando fome. Não tem lógica o governo estadual gastar dinheiro com uma festa como essa. É um desrespeito com a população de Mato Grosso, que ainda sofre com a pandemia de covid-19. O estado com a pior gestão do país na pandemia, a maior taxa de mortalidade, quase 14 mil famílias em luto por conta da covid-19, e o governador fazendo uma festa milionária como essa?”, destacou Lúdio.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA