Destaque

Parada da Diversidade em Mato Grosso será lançada nesta quinta-feira

Publicados

em

JB News

A Comissão Organizadora da 18ª Parada da Diversidade Sexual de Mato
Grosso anuncia nesta quinta-feira (21/10) – as 18:30hs no Teatro Zulmira
Canavarros, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, toda a programação
do evento, inclusive o dia oficial, que está sendo aguardado com ansiedade
pela população LGBTQIA+, devido a alteração de evento virtual para
presencial e também por não ter mais acontecido durante a pandemia.
Para os organizadores, já é possível, tomando todos os cuidados necessários
como uso de máscara e distanciamento social, que esta população possa sair
às ruas e reivindicar suas necessidades de luta, debatidas amplamente nas
inúmeras reuniões virtuais realizadas pela Comissão Oficial da Parada.
A Parada da Diversidade ganha maioridade na sua décima oitava edição e
pontua o lançamento da parada como um ato político que dá início a todo
processo de diálogo com a sociedade e que vem crescendo ao longo de todas
as edições com inúmeros debates e temas relevantes para os LGBT´s.
O tema escolhido deste ano será a “PARADA DA DIVERSIDADE DE MATO GROSSO SERÁ LANÇADA
NESTA QUINTA-FEIRA 21/10
A Comissão Organizadora da 18ª Parada da Diversidade Sexual de Mato
Grosso anuncia nesta quinta-feira (21/10) – as 18:30hs no Teatro Zulmira
Canavarros, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, toda a programação
do evento, inclusive o dia oficial, que está sendo aguardado com ansiedade
pela população LGBTQIA+, devido a alteração de evento virtual para
presencial e também por não ter mais acontecido durante a pandemia.
Para os organizadores, já é possível, tomando todos os cuidados necessários
como uso de máscara e distanciamento social, que esta população possa sair
às ruas e reivindicar suas necessidades de luta, debatidas amplamente nas
inúmeras reuniões virtuais realizadas pela Comissão Oficial da Parada.
A Parada da Diversidade ganha maioridade na sua décima oitava edição e
pontua o lançamento da parada como um ato político que dá início a todo
processo de diálogo com a sociedade e que vem crescendo ao longo de todas
as edições com inúmeros debates e temas relevantes para os LGBT´s.
O tema escolhido deste ano será a “FAMILIA” que tem sido a principal ação
para que todos, através de entendimento, façam o acolhimento e o respeito
nas orientações sexuais dos filhos.
A comissão organizadora antecipa que para a 18ª Edição da Parada estão
previstos seminários, audiências públicas, debates com temas levantados
durantes as reuniões da organização incluindo saúde, educação, políticas
públicas, violência contra os LGBT´s, emprego, cidadania e família.
No lançamento da quinta feira estão previstos shows, falas políticas e
informes sobre a programação. A entrada é gratuita, mas a organização pede
para que o público contribua com 1 kg de alimento não perecível.
As informações podem ser acessadas pelas redes sociais da Parada
@paradamt (instagram) e também pela Comissão Organizadora – Wesley
Da Mata (65) 992101614
Da Assessoria de Comunicação
Parada da Diversidade de Mato Grosso
(21) 972854971 – Jornalista Menotti Grigg” que tem sido a principal ação
para que todos, através de entendimento, façam o acolhimento e o respeito
nas orientações sexuais dos filhos.
A comissão organizadora antecipa que para a 18ª Edição da Parada estão
previstos seminários, audiências públicas, debates com temas levantados
durantes as reuniões da organização incluindo saúde, educação, políticas
públicas, violência contra os LGBT´s, emprego, cidadania e família.
No lançamento da quinta feira estão previstos shows, falas políticas e
informes sobre a programação. A entrada é gratuita, mas a organização pede
para que o público contribua com 1 kg de alimento não perecível.
As informações podem ser acessadas pelas redes sociais da Parada
@paradamt (instagram) e também pela Comissão Organizadora

Leia Também:  Pantaneiros e AL irão construir uma nova proposta para o Estatuto do Pantanal

Por Menotti Grigg

COMENTE ABAIXO:

Destaque

Exame toxicológico para motoristas começa a ser cobrado a partir de 1º de Janeiro de 2022

Publicados

em

Por

JB News

AS Informações são da Rota-Oeste

Foto: POçosnt

A  Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias – ABCR anunciou nesta sexta-feira  que a partir de 1º de janeiro de 2022, todos os condutores que possuem carteira nacional de habilitação (CNH) nas categorias C, D ou E passam a ser fiscalizados quanto à realização do exame toxicológico, independentemente da data de vencimento do documento.

A ausência do exame atualizado, de acordo com a data de vencimento da CNH (conferir tabela no link abaixo), pode resultar em multa e suspensão do direito de dirigir por até três meses. Por isso, é tão importante ficar atento aos prazos e regularizar a situação.

Com a alteração do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), por meio da Lei 14.071, de 2020, desde abril de 2021, os exames toxicológicos precisam ser apresentados para a emissão da primeira CNH ou renovação da CNH nas categorias C, D ou E. É necessário ainda realizar um exame a cada dois anos e meio.

O descumprimento das regras pode resultar em multas aplicadas pelas autoridades de trânsito, caso o motorista seja flagrado trafegando sem o documento. Além disso, há ainda a chamada multa de balcão, que é aplicada no momento da renovação da CNH aos motoristas que exercem atividade remunerada ao veículo (EAR) e têm a carteira de habilitação com vencimento a partir de 12 de outubro de 2023.

Leia Também:  Virgínia Mendes defende que todos abracem as causas sociais

Os condutores das categorias C, D e E que não exercem a atividade remunerada não serão penalizados com a multa de balcão. O exame toxicológico periódico, porém, continua sendo obrigatório.

O condutor flagrado dirigindo veículos dessas categorias com exame toxicológico periódico vencido estará cometendo uma infração gravíssima. A multa é de R$ 1.467,35.

Fique atento aos prazos e evite transtornos.

https://www.portaldotransito.com.br/wp-content/uploads/2021/04/Tabela_exame_maior.jpg

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA