Esportes

Palmeiras mostra força e arranca empate com o Atlético na Libertadores

Publicados

em

O Palmeiras mostrou força e arrancou um empate heroico de 2 a 2 com o Palmeiras em um jogo muito movimentado, disputado na noite desta quarta-feira (3) no estádio do Mineirão, válido pela ida das quartas de final da Copa Libertadores. A definição do classificado para as semifinais da competição será na próxima semana, quando as equipes voltam a se enfrentar no Allianz Parque, em São Paulo.

Quem avançar entre o Galo e o Verdão terá pela frente o vencedor do confronto envolvendo o Athletico-PR e o Estudiantes (Argentina), que começa a ser disputado na próxima quinta-feira (4) na Arena da Baixada, em Curitiba.

O jogo

O Atlético-MG começou melhor na partida, forçando a marcação no campo do Palmeiras de forma a tentar roubar a bola e criar chances de marcar. Com esta postura, o Galo não demorou a criar oportunidades. Logo aos dois minutos, Zaracho acertou uma bicicleta para defesa do goleiro Weverton.

Cinco minutos depois foi a vez de Hulk finalizar, com uma bomba que acabou indo por cima do gol. Já o Verdão chegou pela primeira vez com perigo aos 10 minutos, em cobrança de falta de Gustavo Scarpa que parou em defesa de Everson.

Leia Também:  Em primeiro tempo brilhante, Mengão goleia o Atlético-GO por 4 a 1 no Maracanã

Porém, o domínio era mesmo do Galo, que empilhou oportunidades com Zaracho (aos 12), Keno (aos 14, aos 16 e aos 25), Hulk (aos 17) e Ademir (com chute na trave aos 31). Apesar do domínio da equipe de Cuca, o Palmeiras chegou a dar um susto nos mineiros, ao colocar a bola no fundo da rede aos 39 minutos com Piquerez. Mas o lance foi anulado pelo juiz com auxílio do VAR (árbitro de vídeo) por causa de posição irregular de Scarpa.

Aos 43 minutos Jair recebeu na área, tentou girar em cima da marcação de Marcos Rocha e acabou sendo derrubado. O árbitro assinalou pênalti, que foi cobrado por Hulk com perfeição. Com este gol o camisa 7 se tornou o maior artilheiro do Atlético-MG na história da competição continental com o total de 12 tentos.

No retorno do intervalo, o Galo mostrou eficiência, pois no primeiro minuto Keno avançou pela ponta esquerda e cruzou rasteiro para o meio da área. O zagueiro Murilo se enrolou e acabou fazendo contra. Porém, o Palmeiras não estava morto, e conseguiu descontar aos 13 minutos. Scarpa acertou o travessão em linda cobrança de falta e Murilo aproveitou o rebote para escorar e marcar, se redimindo da falha anterior.

Com o gol o Verdão se animou e lutou até o final. E o esforço foi premiado aos 46 minutos, quando Scarpa cobrou escanteio na área, Dudu desviou de peixinho e Danilo apenas escorou para o fundo do gol para arrancar um empate muito importante.

Leia Também:  Furacão fica só no empate com Estudiantes pela Libertadores

Próximos compromissos

Depois da partida decisiva pela Libertadores, o Palmeiras volta a defender a sua liderança do Brasileiro, em jogo contra o Goiás no domingo (7). No mesmo dia o Atlético-MG recebe o Athletico-PR no Mineirão.

Fonte: EBC Esportes

COMENTE ABAIXO:

Esportes

No Mundo da Bola chega à edição 500 com Zico e Edu dividindo histórias

Publicados

em

Por

O programa No Mundo da Bola, da TV Brasil, comemorou a marca de 500 edições neste domingo (7) com uma escalação estrelada. Participaram do debate os irmãos Zico e Edu, ex-craques do futebol brasileiro, além de Zenon, campeão brasileiro com o Guarani na década de 70. Eles acompanharam o apresentador Sérgio Du Bocage e o comentarista Márcio Guedes. A atração separou alguns depoimentos ainda não exibidos, como a entrevista que Edu deu ao quadro ‘Os Setentões’ em que contou uma história de quando travou, sem querer, o carro do irmão quando ele jogava na Itália. Zico relembrou, aos risos, a situação inusitada.

“Era um domingo, não tinha ninguém na rua em Udine. Um fã da Udinese pegou a gente e levou para casa. O carro ficou lá no mesmo lugar por uns quatro dias até que alguém conseguisse destravar”, revelou o Galinho.

Programa No Mundo da Bola, programa 500, MNDB Programa No Mundo da Bola, programa 500, MNDB

Programa No Mundo da Bola, programa 500, MNDB – Carlos Colla/Direitos Reservados

Em outro material, originalmente preparado para o quadro ‘Álbum da bola’, Zico, maior artilheiro da história do Maracanã, com 334 gols, demonstrou que a autoconfiança foi elemento fundamental para o sucesso na carreira. 

‘Eu sei o caminho da trave, já nasci com esse carimbo. Dentro da área, bobeou [o Zico] guardou’ , disse o craque em trecho do quadro. 

Os participantes também responderam à pesquisa da semana, sobre quais times brasileiros avançarão nos duelos caseiros das quartas da Libertadores (Flamengo x Corinthians e Palmeiras x Atlético-MG). Os convidados foram unânimes em apontar Flamengo e Palmeiras como favoritos a alcançarem as semifinais.

“É chover no molhado”, disse Zenon, que também revelou estar honrado por participar da edição número 500 do No Mundo da Bola. “Saudades do Alberto Léo. Estou me sentindo muito emocionado”, revelou o ex-jogador, referindo-se ao jornalista, ex-apresentador do No Mundo da Bola, que faleceu em junho de 2016.

Fonte: EBC Esportes

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Eve, carro voador da Embraer, mostra cabine interior; veja
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA