Arquivos JB News 10 Anos

Orquestra CirandaMundo destaca o som do violão no concerto de setembro

Publicados

em

 

O violonista cuiabano André Marcílio será o solista da noite em Concerto N°1 para Violão, do compositor italiano Mario Castelnuovo Tedesco

Dando continuidade a Temporada Artística 2019 do Instituto Ciranda, nesta quinta-feira (12.09), a partir das 20h, o Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros recebe a Orquestra Sinfônica CirandaMundo, sob a batuta do maestro Murilo Alves, para mais um concerto da série Cerrado. Como sempre, o ingresso é social, dois quilos de alimento entregues no dia da apresentação.

O violonista cuiabano André Marcílio será o solista da noite. Reservado para ele, o Concerto N°1 para Violão, do compositor e maestro italiano Mario Castelnuovo Tedesco, um dos mais prolíficos compositores para violão.

“Trata-se de uma bela peça, composta por Tedesco em 1939. Uma composição cheia de nuances e muito virtuose, de alto nível técnico e artístico. Requer muito foco”, adianta André Marcílio.

André iniciou seus estudos de violão em 2010, logo aos dez anos, sob orientação do violinista Leonardo Yule. Em 2015, ingressou no Instituto Ciranda para estudar fagote. A partir de então, como violonista, foi premiado em diversos concursos nacionais. Destaque para o prêmio especial recebido em 2018 no 10th Internacional Competition for Yung Guitarists André Segóvia, na Alemanha.

Leia Também:  Prefeitura e Câmara criam agenda publica em defesa da UFMT

“Os estudos no Instituto Ciranda foram indispensáveis para minha formação. Lá eu desenvolvi técnicas mais apuradas e adquirir mais percepção de mundo, senso de grupo e valores importantes que levarei comigo para sempre”, afirma André Marcílio.

O repertório do concerto de setembro exibe ainda obras do compositor romântico Emmanuel Chabrier (Juyeuse Marche e Suite Pastoral) e do francês Maurice Ravel (Pavane pour um enfante défunt).

Instituto Ciranda

Há 16 anos ininterruptos, o Instituto Ciranda desenvolve um programa de educação musical dedicado a crianças e adolescentes em idade escolar. Em 2019, serão mais de mil jovens atendidos em nove polos de ensino distribuídos pelo Estado. São eles: Cuiabá (bairros Boa Esperança e Dr. Fábio), Poconé, Várzea Grande (Bairro São Matheus), Rondonópolis e Chapada dos Guimarães, além dos polos de João Carro e Água Fria, zona rural de Chapada.

Parte das primeiras gerações de instrumentistas formada pelo Instituto Ciranda, hoje, ensina para novas gerações de músicos, teoria e técnicas, leitura de partituras e prática em conjunto. “Desde sua criação, em 2003, a instituição vem transformando vidas ao tempo em que forma novas plateias, novos instrumentistas, professores e cidadãos”, comemora o maestro Murilo Alves, presidente do Instituto.

Leia Também:  Pedro Taques destaca educação e turismo como agentes de transformação

O Instituto Ciranda – Música e Cidadania é um dos 32 Pontos de Cultura apoiados pelo Governo de Mato Grosso via Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer.

Serviço

Temas: Orquestra CirandaMundo destaca o som do violão no concerto de setembro

Local: Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros

Data: Quinta-feira (12.09)

Horário: 20h

Quem pode participar: Livre para todas as idades

Ingresso: 2 kg de alimentos 

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Pedro Taques destaca educação e turismo como agentes de transformação

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA