Economia

Nota de R$ 1 autografada por FHC é arrematada por R$ 16 mil em leilão

Publicados

em

As economistas Elena Landau e Luciana de Oliveira Hall, o diretor do Livres, Magno Karl, a coordenadora no Livres Karla Falcão e o economista Persio Arida
Divulgação/Gustavo Oliveira

As economistas Elena Landau e Luciana de Oliveira Hall, o diretor do Livres, Magno Karl, a coordenadora no Livres Karla Falcão e o economista Persio Arida

Na última semana, uma nota de R$ 1 autografada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e por membros da equipe que criou o Plano Real foi leiloada por R$ 16 mil, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

O leilão foi realizado pelo movimento liberal e suprapartidário Livres em um evento de comemoração dos 28 anos do Plano Real. Além de FHC, os ex-presidentes do Banco Central Persio Arida, Gustavo Franco e Pedro Malan e os economistas Edmar Bacha e Rubens Ricupero autografaram a nota. A cédula emoldurada foi arrematada pela economista Luciana de Oliveira Hall.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

“Com o aumento da inflação, resultante da irresponsabilidade fiscal, é preciso resgatar a importância do Plano Real, que foi uma das maiores políticas sociais da história do Brasil, permitindo que milhões de famílias tivessem autonomia sobre o próprio dinheiro”, discursou o diretor-executivo do Livres, Magno Karl, durante o evento.

“Nos distanciamos desse plano e estamos em maré oposta: inflação, miséria, desigualdade, desarranjo fiscal e instituições frágeis como herança deste governo”, continuou.


Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:

Economia

Caixa lança espaço Caixa pra Elas

Publicados

em

Por

A Caixa lançou, nesta terça-feira (9) os espaços Caixa pra Elas. A presidente do banco público, Daniella Marques, esteve no programa A Voz do Brasil para detalhar como vão funcionar esses espaços. Foram treinadas 8 mil “embaixadoras” que atenderão as mulheres em 250 agências. Até o fim do mês serão mil espaços e, até o fim do ano, 4 mil agências contarão com a ação. A lista dos locais está disponível no site da Caixa e no programa Caixa Tem.

Segundo Daniella, a iniciativa está firmada em três pilares: o primeiro é a prevenção à violência contra a mulher. “A gente vai usar toda a nossa força de rede para estar difundindo e conscientizando mulheres, apoiando e orientando no combate à violência doméstica”, disse a presidente da Caixa. O segundo é promoção do empreendedorismo feminino, com oferta de crédito e orientação. O terceiro pilar são os produtos exclusivos para mulheres como seguro, previdência.

Auxílio Brasil

No mesmo dia do lançamento do Caixa pra Elas, a Caixa antecipou o calendário de pagamentos do novo Auxílio Brasil, no valor de R$ 600. “Dessas 20 milhões de famílias que são beneficiárias do Auxílio Brasil, dois terços são chefiadas por mulheres. Então são 15 milhões e meio de mulheres beneficiárias do auxílio”.

Leia Também:  Mercado precifica inflação, juros e renda e varejistas sofrem na Bolsa

De acordo com Daniella, a Caixa também fará uma campanha para que os beneficiários do Auxílio Brasil que trabalham informalmente montem seu próprio negócio. O banco atuará por meio de financiamento e capacitação oferecida em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

No programa, a presidente da Caixa também falou sobre o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), o auxílio voltado para os caminhoneiros, entre outros assuntos.

Assista na íntegra:

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Economia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA