POLITICA

Neri Geller cobra solução sobre situação da BR 163 

Publicados

em

“Chega! Queremos uma solução”, diz Geller sobre situação da BR 163
Líder da bancada mato-grossense no Congresso Nacional, Neri Geller (PP/MT), esteve, nesta quinta-feira (20/02), em audiência com o governador do estado Mauro Mendes e o presidente da Concessionária Rota do Oeste, Renato Bortoletti, debatendo as possibilidades de duplicação da BR 163 como solução definitiva para os inúmeros acidentes que acontecem diariamente na rodovia.
“Hoje estamos pagando pedágio e nos trechos sob concessão não temos visto retorno em melhorias. Quero ser justo com a concessionária ao falar do recapeamento, mas, há muito tempo a BR 163 precisa muito mais que isso: precisa ser duplicada! Vamos até o fim em busca de uma solução”, disse Geller.
A problemática da BR 163 já vem sendo tratada pelo mato-grossense como pauta prioritária junto ao Governo Federal desde o início de 2018, já que conduziu diversas reuniões com a equipe a Casa Civil, ANTT, DNIT, Ministério de Infraestrutura e Rota do Oeste com o claro objetivo de resolver o imbróglio.
”Na prática, vamos promover uma audiência pública na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, justamente para discutir sobre a concessão da BR 163 no trecho entre a divisa de Mato Grosso do Sul e Sinop (BR163/MT e MT 407/MS a MT 220). A audiência já teve seu requerimento aprovado no dia 04 de dezembro do ano passado e estamos correndo contra o tempo para salvar vidas”, alertou o coordenador da bancada.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Vereadores aprovam projeto que prevê contratação de adolescentes aprendizes por empresas ganhadoras de licitação pública em VG
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLITICA

Auxílio de R$ 2 bilhões às santas casas e hospitais sem fins lucrativo foi votado hoje no senado

Publicados

em

 

Quatro projetos que atendem a algumas das demandas geradas pelo #coronavírus foram votados on line nesta terça- feira  02, pelos senadores da República .Entre eles, destaca-se o auxílio de R$ 2 bilhões às santas casas e hospitais sem fins lucrativos associados ao Sistema Único de Saúde #SUS, para atenderem às urgências causadas pela proliferação do vírus no país.

O senador por Mato Grosso Jayme Campos (DEM), postou nas redes sociais  que  “É muito importante que esses recursos cheguem logo a essas instituições porque a população que depende do atendimento público precisa de uma resposta à altura da complexidade deste momento”.

Disse também que foi  regulamentado o exercício da #telemedicina para qualquer atividade da saúde durante a #pandemia. “Essa é mais uma medida que busca preservar a saúde da população por meio do resguardo dos doentes e da destinação dos leitos e o atendimento do sistema público de saúde aos pacientes mais graves”.

Foi destacado no projeto que trabalhadores infectados ou que tiveram contato com doentes também estarão desobrigados de apresentar #atestado médico durante a crise, enquanto que santas casas e hospitais universitários não precisarão cumprir as metas contratadas com o SUS para receberem os repasses do @minsaude.

Leia Também:  Aproximação e planejamento viabilizam ações de prevenção à criminalidade em MT

@henriquemandetta @lucimarcampos @juliocamposmt @antonio.anastasia @rodrigomaiarj @rodrigootaviopacheco @senadofederal @deputado_botelho @cesarmirandalima @senadodem

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA