Entretenimento

“Na Xá Cara”: Tocandira Trio Fusion inova ao “temperar” jazz com rasqueado

Publicados

em

E dentre as surpresas do disco, surge também a “Lamflex”, que é rock com lambadão

Em Cuiabá, um power trio formado por notáveis músicos “tempera” o jazz com ingrediente cuiabano. Em processo de gravação, o disco “Na Xá Cara”, incorpora à enérgica mistura de jazz, rock e funk music, o tradicional rasqueado.

Ao inscrever o projeto no edital da Lei Aldir Blanc da Prefeitura de Cuiabá, o guitarrista Danilo Bareiro não imaginava que o grupo chegaria a um resultado tão surpreendente.

“O edital surgiu como uma oportunidade de gravar um novo disco e para nossa surpresa, à medida que íamos compondo, foram surgindo músicas com uma complexidade incrível”, diz orgulhoso.

Segundo ele, o inusitado veio da somatória de influências musicais de cada integrante. “O rock, está na minha essência, assim como o jazz tradicional, à do baixista Wellinton Berê. E além do funk, que gostamos muito, Éder inova ao aplicar suas pesquisas baseadas na vivência do rasqueado. Ele está tocando com pedal duplo, uma leva tão pesada que se aproxima muito do heavy metal”.

Leia Também:  Exposição virtual e documentário sobre Regina Pena

As faixas com nomes inusitados foram surgindo em um ritmo frenético. “É o disco das nossas vidas. Nos entregamos e entramos em um processo imersivo que nunca experimentamos. Houve uma ocasião em que ficamos compondo por 24 horas”.

Foi numa dessas que surgiu, por exemplo, a “Lamflex”. “Lembra muito a pegada do Red Hot Chilli Peppers com lambadão. Sim, é isso mesmo”, ri muito. “E outra, que resulta da fusão entre o rasqueado e o jazz, virou a ‘Jazz queira ou não’”, conta. Os nomes têm rendido momentos divertidos para o trio.

O disco, que é gravado no Nômade Estúdio, sai em março segundo planejamento da banda. E todas as sete faixas previstas, serão pautadas por essa combinação de arranjos que mesclam a música contemporânea mundial com elementos da cultura regional.

O projeto prevê ainda a realização de três lives no Instagram dos músicos. A iniciativa permitirá ao público comungar do processo produtivo, das composições, arranjos e músicas. E para ampliar o acesso ao novo trabalho, o Tocandira disponibilizará o álbum em plataformas digitais, como YouTube, Spotfy e Deezer.

Leia Também:  Mato-grossense Martinello Sicredi 2021: 6ª rodada começa na manhã desta quarta-feira

O “Tocandira Trio Fusion”, fundado em 2005, é fruto do trabalho incansável de Danilo, Wellington e Éder. Os três são reconhecidos por serem músicos muito versáteis. O primeiro disco gravado pelo Tocandira data 2010, intitulado “Amarelo Pequi”.

“Essa oportunidade, de ser selecionado pelo edital, foi muito importante para a gente. Afinal, as apresentações que costumamos fazer rotineiramente tiveram de ser interrompidas com o avanço da pandemia”, declara Danilo.

O edital da Aldir Blanc em Cuiabá é realizado pela Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, com apoio do Conselho Municipal de Política Cultural. A produção executiva do projeto tem a assinatura de Vicente de Albuquerque Maranhão, da Vendetta Produções.

Serviço

Tocandira Trio Fusion – “Na Xá Cara”

Status: em gravação

Previsão de lançamento: março

Contato para shows ou entrevistas:  (65) 99622-1274

Lidiane Barros
COMENTE ABAIXO:

Entretenimento

Imitáveis lança trailer de filme sobre Jacildo e Seus Rapazes

Publicados

em

Por

Para comemorar os 302 anos de Cuiabá, a banda Imitáveis lança o trailer do documentário que estão produzindo sobre Jacildo & Seus Rapazes, contando a história da maior banda de rock da capital que surgiu nos anos 60 e fizeram história por toda américa latina.

O documentário conta a história da icônica banda cuiabana dos anos 60 que continha nomes consagrados, como: Bolinha, Jacildo, Juarez Silva, Lowenil, Hélio Japonês e Neurozito, o único integrante vivo que empunha guitarras ao lado da Imitáveis no filme.

Quem também narra essa história são personagens que conviveram com a banda nos anos 60, como Roberto Lucialdo, Júlio Coutinho, Dito Twist, familiares, fãs influenciados pela banda como Hélio Flanders (Vanguart), Maestro Fabrício Carvalho e grandes artistas consagrados da época, Cid vocalista do Renato & seus Blues Caps e Netinho baterista d’Os Incríveis.

Além de todo rico material histórico narrado com depoimentos, a Imitáveis apresentará releituras das músicas do clássico conjunto dos anos 60, gravadas no MISC (Museu de Imagem e Som) em Cuiabá-MT.

Leia Também:  Apresentador fecha com TV Cidade Verde e deixa Record 

Este projeto, financiado pela Lei Aldir Blanc, por intermédio do Conselho Municipal de Cultura de Cuiabá, estreará no dia 24 de Abril as 19h no canal do Youtube da Imitáveis.

Confira agora o trailer: https://youtu.be/X1VBiolf8-g

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA