Policial

Mulher é suspeita de matar marido a facadas após chegar em casa depois da “balada” em Várzea Grande neste domingo

Publicados

em

Uma briga de casal terminou na morte de um jovem de 28 anos de idade na manhã deste domingo 26 em Várzea Grande, a policia suspeita da esposa, o fato ocorreu no Bairro Noise Curvo em Várzea Grande.

Plantão JB NEWS

Da Redação

Há suspeita de que Felipe Barros Ponce 28 anos foi morto a facadas pela própria esposa  Laresca Carvalho Correa de Miranda também de 28 anos, ao chegar a casa e começar   uma grande  discussão

Foto Laresca e Felipe Arquivo Pessoal facebook

Para a policia Laresca revelou que é ex- de Felipe.

As informações é que Policia Militar  foi acionada na madrugada para atender uma ocorrência de briga de casal, no local se deparou com o jovem Felipe Ponce caído de barriga para cima na calçada da residência e a esposa Laresca tentando-o reanimar e socorrê-lo.

O Fato

Felipe saiu na noite desta sexta-feira 25 com amigos para se divertir em um churrasco em Várzea Grande, e ao chegar a casa por volta das 04h30min da manhã, começou a agredir a esposa, que também havia saído com um amigo, que segundo a suspeita é homossexual, e os dois estavam em um bar da capital. Foi nesse momento que começou o bate boca e as agressões.

Ao relatar o caso, Laresca disse a guarnição da PM que chegou a casa por volta das 03h30min da madrugada, e por volta das 04h30min chegou Felipe, que bateu na janela, foi quando Laresca disse que não iria abrir, neste instante Felipe derrubou a porta dos fundos e começou a agredi-la fisicamente, depois quebrou o seu celular, neste instante Felipe saiu correndo pulando o muro da residência.

Leia Também:  Sub-tenente da PM é morto com 8 tiros na cabeça no Pedra 90 em Cuiabá

Segundo relatou Laresca , que imediatamente pegou as chaves da porta e do portão e saiu correndo para fora da residência, ao abrir o portão já encontrou Felipe caído na calçada esfaqueado e sangrando.

O boletim de ocorrência (B.O) relata que o casal tinha discussões frequentes, a policia relatou o caso como briga de casal, o caso agora será investigado pela Policia Civil.

 

Veja abaixo o B.O

NARRATIVA

EU, BOLETINISTA DE PLANTÃO, RECEBI DA GUARNIÇÃO AS SEGUINTES INFORMAÇÕES: A GUARNIÇÃO

FOI ACIONADA VIA CIOSP PARA VERIFICAR SITUAÇÃO BRIGA DE CASAL E SEGUNDO INFORMAÇÕES A

VÍTIMA ESTAVA AGREDINDO A SUSPEITA. A GUARNIÇÃO QUANDO PROCURAVA O ENDEREÇO NO INTERIOR

DO BAIRRO FOI ABORDADO PELA TESTEMUNHA 02 QUE NOS LEVOU ATÉ O LOCAL, CHEGANDO AO

LOCAL A DEPARAMOS COM A SUSPEITA EM CIMA DA VÍTIMA TENTANDO SOCORRÊ-LO. DIANTE DA

SITUAÇÃO A GUARNIÇÃO ACIONOU O SAMU QUE SE FEZ PRESENTE NO LOCAL E CONSTATOU O ÓBITO

CONFORME PROTOCOLO DE ATENDIMENTO EM ANEXO. A TESTEMUNHA 02 RELATOU QUE ERA RECORRENTE

A DISCUSSÃO ENTRE O CASAL E QUE A VÍTIMA SEMPRE AGREDIA A SUSPEITA, RELATOU AINDA

QUE QUANDO SAIU DE SUA RESIDÊNCIA VISUALIZOU A VÍTIMA CAÍDA AO SOLO NA POSIÇÃO DE

DECÚBITO VENTRAL (BARRIGA VOLTADA PARA BAIXO). ENTRETANTO QUANDO A GUARNIÇÃO CHEGOU NO

LOCAL A VÍTIMA SE ENCONTRAVA NA POSIÇÃO DECÚBITO DORSAL (BARRIGA VOLTADA PARA CIMA).

Leia Também:  Polícia Civil faz busca e apreensão e apura crimes de falsidade ideológica cometidos por advogado em Cuiabá a pedido da PGE

A SUSPEITA RELATOU QUE NA DATA HOJE A VÍTIMA PULOU O MURO DE SUA RESIDÊNCIA E BATEU

NA JANELA, MOMENTO EM QUE ELA PEDIU PARA QUE FOSSE EMBORA DE SUA RESIDÊNCIA, ENTÃO

A VÍTIMA IGNOROU O PEDIDO DELA E ARROMBOU A PORTA DOS FUNDOS, INVADIU A RESIDÊNCIA E

AGREDIU A MESMA E QUEBROU SEU CELULAR, EVADINDO DO LOCAL PULANDO O MURO DA RESIDÊNCIA,

RELATA AINDA QUE QUANDO PEGOU AS CHAVES DE SUA RESIDÊNCIA PARA SAIR E QUANDO SAIU DA

SUA RESIDÊNCIA JÁ SE DEPAROU COM A VÍTIMA CAÍDA AO SOLO NA CALÇADA DA RESIDÊNCIA EM

FRENTE À SUA CASA. A SUSPEITA RELATA AINDA QUE ESTAVA EM UMA FESTA COM SEU AMIGO DE

TRABALHO QUE É HOMOSSEXUAL NO BAR DA LAPA NA AV. MIGUEL SUTIL E POSTERIORMENTE FOI PARA

O DITADO POPULAR E CHEGOU EM CASA POR VOLTA DE 03:00 DA MANHÃ, A MESMA APRESENTAVA

HÁLITO ETÍLICO. A TESTEMUNHA 01 RELATA QUE ESTAVA BEBENDO COM A VÍTIMA EM UM CHURRASCO

ENTRE AMIGOS NO BAIRRO COHAB CRISTO REI, E QUE POR VOLTA DAS 04:30 DA MANHÃ DISSE

QUE IRIA EMBORA E SAIU DO LOCAL ONDE SE ENCONTRAVAM. FOI FEITO ACIONAMENTO DOS DEMAIS

ÓRGÃOS COMPETENTES QUE SE FIZERAM PRESENTES NO LOCAL, DHPP, POLITEC E IML DIANTE DOS

FATOS A GUARNIÇÃO DESLOCOU ATÉ A CENTRAL DE FLAGRANTES PARA CONFECÇÃO DO BOLETIM DE

OCORRÊNCIA PARA CONHECIMENTO E DEMAIS PROVIDÊNCIAS QUE O CASO REQUER.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

153 Milhões de Prejuízo ao Crime

Gefron apreende mais de 8 toneladas de drogas entre janeiro e agosto de 2020

Publicados

em

O Grupo registrou 100% de aumento de produtividade em apreensões de drogas e de 40% no número de veículos recuperados

Letícia Corrêa

Com informações Sesp-MT

– Foto por: Cristiano Antonucci
A | A

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) apreendeu mais de oito toneladas de entorpecentes no período de janeiro a agosto de 2020. O número é mais que o dobro em comparação aos primeiros oito meses de 2019, em que foram apreendidos 3.888,463 kg de drogas. O prejuízo estimado às organizações criminosas até o momento é de mais de R$ 153 milhões, R$ 100 milhões a mais que o mesmo período do ano passado, que contabilizou cerca de R$ 50 milhões.

Foram recuperados 224 veículos nesses oito meses, enquanto no mesmo período 2019 foram contabilizados 159. Ao todo, foram realizadas 26 prisões, três a mais que ano passado. As apreensões em moeda estrangeira somam mais de U$ 32 mil (em dólares) e em moeda nacional quase R$ 153 mil.

Também foram apreendidos neste ano 900 kg de madeira contrabandeada, 40 armas de fogo, mais que o dobro que no último ano, que totalizaram 15, além de 11 aeronaves.

Leia Também:  Gefron apreende mais de 8 toneladas de drogas entre janeiro e agosto de 2020

Apreensão de drogas

Neste ano, o Gefron tem obtido um aumento expressivo de produtividade em relação a 2019. Em relação às apreensões de drogas, por exemplo, o volume soma mais de 100% em comparação ao montante do ano passado. Obteve aumento também em relação ao número de veículos recuperados, que estavam em deslocamento para a Bolívia, registrando acréscimo de 40%.

Segundo o comandante do Gefron, tenente-coronel PM Fábio Ricas, o aumento da produtividade se deve a vários fatores, como o fortalecimento das ações integradas entre as instituições de segurança. Neste caso, a Polícia Federal (PF), Delegacia de Fronteira da Polícia Civil (Defron), Polícia Militar (PM-MT) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) atuam permanentemente na segurança pública de fronteira. A maioria das grandes apreensões decorre de ações integradas entre as instituições.

O comandante destaca a participação do Estado dentro do programa VIGIA e na Operação Hórus, organizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, que está em andamento em quase todos os estados em região de fronteira. “A participação do Gefron, Polícia Militar e Polícia Civil na operação possibilita a disponibilização de recursos financeiros para o aumento de efetivo policial, além do compartilhamento de informações de inteligência e capacitações”.

Leia Também:  Quatro homens são presos enquanto negociavam diamantes sem nota fiscal no bairro Aeroporto

Ele também frisa o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) às ações do Gefron. “Temos o empenho e dedicação de todos os operadores, possibilitando o êxito diversas ações contra as organizações criminosas. Estamos trabalhando para avançar cada vez mais contra a criminalidade da região de fronteira, alinhados com a política de Segurança Pública do Governo do Estado, com objetivo de melhor servir e proteger a sociedade”. (Supervisão da jornalista Nara Assis)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA