Política Nacional

Mudança no Twitter pode alterar o rumo das campanhas eleitorais

Publicados

em

source

IstoÉ

Bolsonaro arrow-options
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro é muito ativo no Twitter

A partir do final de novembro, o Twitter não mais aceitará impulsionamento pago de publicações políticas. O anúncio foi feito pelo CEO da empresa, Jack Dorsey, por meio de sua conta na rede. “Acreditamos que o alcance de uma mensagem política deva ser conquistado, e não comprado”, afirmou.

Importante não confundir: a plataforma ainda permitirá a veiculação de mensagens partidárias, mas não conduzirá campanhas publicitárias para que uma publicação com esse tipo de conteúdo atinja mais pessoas que o alcance orgânico da plataforma. Dorsey fez questão de ressaltar que isso não atenta contra a liberdade de expressão — afinal, os usuários ainda poderão seguir e interagir com agentes políticos de suas preferências.

Entre os críticos da decisão, estão os que consideram que agora o algoritmo da rede terá ainda mais poder permitindo que os usuários vejam em maior ou menor quantidade. O próximo passo é, sem dúvida, limitar a proliferação e acesso dos robôs que lotam a rede.

Leia Também:  Senador Carlos Fávaro destaca que burocracia em excesso atrapalha de vacinas à regularização fundiária

Da tribo ao resort

A Embratur, subordinada ao Ministério do Turismo, pediu que a Funai desista de demarcar terras indígenas no sul da Bahia, entre os municípios de Una e Ilhéus. Motivo: a construção de um resort. Parece inacreditável, mas a intenção é desenvolver o turismo na região. A terra em questão ocupa 47 mil hectares e abriga em torno de 4,6 mil indígenas.

O requinte final da ironia fica por conta do fato de a empresa interessada no local ser portuguesa, tal qual os colonizadores que dizimaram as riquezas naturais brasileiras há mais de quinhentos anos.

COMENTE ABAIXO:

POLITICA

Após eleição de Arthur Lira presidente da câmara, Dr. Leonardo é escolhido líder da bancada de MT em Brasília no lugar de Neri Geller

Publicados

em

Por

Após eleição de Arthur Lira presidente da câmara Dr Leonardo se torna líder de bancada

JB News

Da Redação

Uma reunião que está acontecendo já na manhã desta terça feira 02, nas dependências da do gabinete do senador Jayme Campos (DEM), escolheu o deputado Dr. Leonardo do Solidariedade de Cáceres como o novo líder da bancada de Mato Grosso Em Brasília.
Essa função era ocupada pelo deputado Neri Geller (PP).


Ainda ontem 01 de fevereiro, aconteceu a eleição para presidente da mesa diretora do congresso, onde Lira foi o vencedor. Neri foi um dos grandes articuladores da campanha do deputado a presidência, que passa agora o cargo a Dr Leonardo. Até o momento não tem a informação de qual cargo o deputado Neri vai ocupar no congresso nacional, uma vez que foi da linha de frente na composição.
Participam da reunião os senadores Jayme Campos (DEM), Welington Fagundes (PL) Carlos Fávaro (PSD), os deputados federais Dr Leonardo (DS), Nelson Barbudo (PSL) e Juarez Costa (MDB).
Mais Informações em Instantes.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Neri Geller sai fortalecido e comemora eleição de Arthur Lira à presidência da Câmara Federal
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA