COVID-19

MPE requer informações sobre bloqueio para regulação de leitos de UTI em Cuiabá

Publicados

em

MPE requer informações sobre bloqueio para regulação de leitos de UTI

JB News

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 7ª Promotoria de Justiça Cível de Tutela Coletiva da Saúde, estabeleceu o prazo de 48 horas para o Município de Cuiabá informar o motivo e até quando será mantido o bloqueio para regulação de 21 leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) para tratamento da Covid-19. No ofício encaminhado à secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix Soares de Souza, o MPMT ressalta que sem a regulação dos referidos leitos, a taxa de ocupação de equipamentos de UTI para Covid-19 alcança o percentual de 80%.

Segundo boletim da Secretaria de Estado de Saúde divulgado nesta sexta-feira, dos 21 leitos de UTI que estão bloqueados para regulação, 10 estão no Hospital São Benedito e 11 no antigo Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá. Existiriam ainda mais três leitos de UTI pediátricos no antigo Pronto Socorro, todos sob gestão do Município.

O promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes ressalta no ofício que o Município deverá apresentar documentos aptos a corroborar a resposta.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Pistas do viaduto Murilo Domingos recebem revestimento com massa asfáltica

COVID-19

Seduc prorroga medidas restritivas até 30 de abril

Publicados

em

Por

Expediente na sede da secretaria permanece das 7h às 13h; professores continuam em teletrabalho

Assessoria | Seduc-MT

Na Seduc, deve ser mantido no mínimo 30% dos servidores – Foto por: David Borges

Na Seduc, deve ser mantido no mínimo 30% dos servidores

A | A

A secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) prorrogou até o dia 30 de abril as medidas restritivas que visam reduzir os riscos de disseminação do novo coronavírus (Covid-19) entre os servidores. A portaria 257/2021 mantém, de forma extraordinária, o expediente na sede da Seduc das 7h às 13h.

A portaria, assinada pelo secretário Alan Porto, publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (15.04), mantém a ampliação do teletrabalho. Na Seduc, deve ser mantido no mínimo 30% dos servidores.

A orientação às secretarias-adjuntas é que todos os servidores que possam desenvolver suas atividades de forma remota, sejam mantidos em teletrabalho até nova decisão.

As escolas da rede estadual de ensino devem seguir as normativas editadas pelas prefeituras, de acordo com a classificação de risco.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Sefaz divulga resultado da consulta pública sobre o PLDO 2022
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA