Cidades

MP cumpre mandados de busca e apreensão e oferece denúncia contra prefeito de Santo Antônio de Leverger

Publicados

em

As Secretarias de Planejamento, Fazenda, Gestão e Educação do município de Santo Antônio de Leverger foram alvos nesta sexta-feira (25) de cumprimento de mandados de busca e apreensão autorizados pela Justiça a pedido do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco – Criminal). A ação contou com apoio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

Foram apreendidos documentos, pastas e arquivos relacionados aos contratos firmados entre o município de Santo Antônio do Leverger e a empresa Revitalizar Comércio de Peças e Serviços Ltda. Além de ordens de pagamento, de serviços, comprovantes da prestação de serviços, notas fiscais, recibos e empenhos.

De acordo com o Naco Criminal, os mandados de busca e apreensão foram autorizados nos autos de um inquérito policial que apura suposta prática de crimes de responsabilidade por parte do prefeito do município, Valdir Pereira de Castro Filho, e de outros envolvidos.

A investigação foi instaurada a partir de denúncias de vereadores do município, relatando que o prefeito teria quitado dívidas particulares de integrante da sua família com a utilização de recursos públicos. O montante seria proveniente de pagamentos indevidos realizados para a empresa Revitalizar Comércio de Peças e Serviços Ltda.

Leia Também:  Vereadores aprovam Projeto de Lei que proíbe a remoção de veículos estacionados irregularmente estando presente o responsável

DENÚNCIA CRIMINAL: Além do cumprimento de mandados de busca e apreensão nesta sexta-feira (25), o Naco Criminal ofereceu ontem (24), no Tribunal de Justiça, denúncia pelo crime de corrupção passiva, cometido três vezes, contra o prefeito de Santo Antônio de Leverger , Valdir Pereira de Castro Filho, vulgo “Valdirzinho”.

Ele é acusado de ter recebido vantagens indevidas, em razão da função que exerce, em contratos relacionados às reformas de escolas, da sede dos Correios localizada no Distrito de Mimoso e recuperação de caixa d´água. Consta na denúncia, três fatos que demonstram o envolvimento do prefeito em solicitação de vantagens indevidas.

Segundo o Naco, o prefeito chegou a ser gravado recebendo a quantia de R$ 2.500,00 de um determinado empresário. Após a ocorrência dos fatos, a denúncia do empresário foi encaminhada à Câmara Municipal que rejeitou, por maioria, a abertura de qualquer investigação. Depois os fatos foram apresentados ao Gaeco, que encaminhou ao Naco Criminal, em razão do prefeito ter prerrogativa de foro.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Chuva forte alaga ruas em Várzea Grande e moradores se revoltam com asfalto sem rede esgoto

Publicados

em

  • JB News

Nayara Cristina

Passou pouco mais de 120 dias sem chover e um calor insuportável, a poeira e a fumaça como sempre tomou conta da cidade, e nesta quinta-feira (29.10) uma forte chuva que caiu em Várzea Grande, e começou a fazer seus estragos

Um video gravado no bairro Joaquim Curvo, na rua Itália, em Várzea Grande, uma moradora registrou em fotos e video as consequências e os estragos que da chuva.
Segundo um morador que aparece no vídeo, identificado como  José Bonfim, ”as consequências e os estragos estão sendo causados após algumas ruas do bairro receber o asfalto, sem rede de esgoto ou rede pluvial, o que dificulta o escoamento da água”, e alaga as ruas, casas e quintais de toda a periferia.


Para o morador, a falta de investimentos na construção de redes pluviais é a principal causa dos alagamentos em VárzeaGrande, e sugere “arrancar o asfalto na picareta” para que as ruas possam não mais alagar e consequentemente suas casas.

Veja o vídeo 👇

 

O video foi postado no grupo de comunicação do bairro e logo tomou conta das redes sociais.

Leia Também:  Luciara permanece na lista de municípios com risco alto de contaminação de Covid-19

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA