CULTURA

MISC realiza ciclo de palestras sobre história da população afro-brasileira e racismo estrutural

Neste Sábado

Publicados

em

O evento encerra a programação especial de valorização da cultura afro-brasileira em Cuiabá, que teve início com a celebração de Lavagem das Escadarias da Igreja do Rosário e Capela de São Benedito

NAIARA LEONOR

Encerrando o mês de atividades alusivas ao Dia Nacional da Consciência Negra, o Museu da Imagem e do Som – Lázaro Papazian realiza neste sábado (30) a “Kizomba – Rota da Ancestralidade”, um ciclo de palestras e manifestações culturais afro-brasileiras. O evento é gratuito e acontece das 8h às 21h.

“Kizomba é uma provocação, por que se estuda muito a influência portuguesa, italiana, espanhola em tudo e não a africana. Estamos indo para o quinto ano do evento e temos pesquisas, levantamentos que apontam por onde nossos ancestrais passaram e quem eram. Queremos recuperar o elo entre nós e nossos ancestrais, proporcionar um reencontro por meio da pesquisa, da possibilidade de levar conhecimento ancestral para a população de Cuiabá”, comenta o coordenador do MISC, Cristovão Luiz.

O dia se inicia com um cortejo da Igreja do Rosário para a Capela de São Benedito. A inserção destes pontos tão representativos para a cultura afro-brasileira em Cuiabá marca o fim da programação de valorização da cultura afro-brasileira em Cuiabá de forma simbólica, já que foi na lavagem das escadarias que a programação se iniciou.

Leia Também:  MT Escola de Teatro abre edital para contratação de artistas docentes

Em seguida, às 9h30, o professor Bruno Pinheiro Rodrigues, docente da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) bate um papo com os presentes sobre “A História da População Afro-brasileira em Cuiabá”.

Dando prosseguimento a programação matutina, o presidente da Comissão de Defesa da Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Aurélio Augusto Gonçalves da Silva Júnior palestra sobre “Racismo e Responsabilidade Histórica do Estado Brasileiro”, finalizando o ciclo da manhã às 11h30.

A programação retorna às 16h com uma roda de capoeira Angola e segue com a palestra “Vínculo Pertencimento Negro no Centro Histórico de Cuiabá”, ministrada por Gabriela Rangel, membro do projeto Psicanálise na Rua. Na sequência, Adriana Rangel, também do mesmo projeto conversa com os presentes sobre “Racismo Institucional no Brasil”.

Encerrando as atividades, Silvana Pérola Negra comanda o sarau e uma conversa sobre “Tabuleiros das Negras e as Negras de Tabuleiros no Centro Histórico: Uma Prática Contemporânea”.

Toda a programação é gratuita e não necessita de inscrição prévia.

Leia Também:  Conselho Deliberativo do Mixto agenda reunião para homologar renúncia e marcar eleição

O que: Ciclo de palestras – Kizomba – Rota da Ancestralidade

Quando: Sábado (30) – 8h às 21h

Onde: Museu da Imagem e do Som – MISC

Veja aqui a programação

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CULTURA

Primeira Live do Grupo Flor Ribeirinha será neste domingo direto de São Gonçalo Beira Rio

Publicados

em

 

O grupo Flor Ribeirinha, realiza no próximo domingo, dia 24 de maio, ás 16h30, o show Raízes que dão Flor, que será transmitido ao vivo por meio de suas redes sociais: Facebook, Instagram e também no YouTube. O show vai acontecer no Quintal da Domingas, na tradicional comunidade de São Gonçalo Beira Rio.


O show faz parte do Festival de Cultura em Casa, promovido pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer do Estado. A Secretaria selecionou os projetos mais relevantes com o objetivo de promover neste período de isolamento social, a programação cultural com apresentações artísticas transmitidas pela internet.
O diretor Artístico e coreógrafo do Grupo Flor Ribeirinha, Avinner Augusto, explica que o show Raízes que dão Flor está sendo preparado especialmente para a live no domingo. A apresentação traz o recorte de vários repertórios artísticos regionais do grupo, que remetem a identidade da comunidade, que é o berço das raízes culturais. A ideia central do show é cantar e dançar a comunidade e suas personagens da cultura popular. “Estaremos esperando por você no Festival Cultura em casa com a alegria e a beleza da cultura cuiabana, diretamente do Quintal da Domingas. Arraste o sofá da sala e venha cantar e dançar muito com a gente. Quem quiser gravar sua dança em casa pode nos enviar o vídeo” disse ele, e também postar: Simbora Flor Ribeirinha! #live #florribeirinha #raizesquedaoflor #culturaemcasa
*No sábado, a oficina com a Dona Domingas*
O encontro especial com a Dona Domingas, também transmitido ao vivo pelo por meio das mídias sociais do Grupo Flor Ribeirinha, será no sábado dia 23 de maio, ás 10h. A Oficina também faz parte do Festival de Cultura em Casa, promovido pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer do Estado.

Leia Também:  Governador garante “requinte de qualidade” para Escola Técnica de Cuiabá


A Mestre de Cultura Popular, Domingas Leonor, vai ministrar uma oficina em foco na vivência cultural e experiência artística do siriri. Será uma aula inesquecível que traz a experiência de vida e a resistência dos mestres que possibilitam as novas gerações elementos culturais significativas para a constituição da identidade individual e coletiva. Ela recordará neste encontro, uma infância permeada pelos valores tradicionais, principalmente as memórias enriquecidas pelas festas, brincadeiras nos quintais, pelas relações afetivas da cultura que fortalecem os grupos sociais do ensino do siriri.
Domingas Leonor que é a fundadora e presidente da Associação Cultural Flor Ribeirinha, disse estar muito feliz em realizar este trabalho, neste período de isolamento social. Ela destaca que o grupo continua trabalhando com muita dedicação. “Nos dedicamos de forma incansável neste processo de resgate e manutenção da nossa cultura popular. Conto com a participação de todos nesta oficina. Mesmo que sendo á distância, as pessoas estão bem próximas do meu coração”, disse ela emocionada.
Pelas mídias sociais #cultura em casa#saberes do Siriri #dradomingas

Leia Também:  Corpo do professor Adriano Silva foi confirmado pra chegar às 15:00hrs em Cáceres

Fotos: Divulgação
Assessoria de Imprensa
Malu Sousa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA