Arquivos JB News 10 Anos

Meio Ambiente implanta Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos

Publicados

em

 

Meio Ambiente implanta Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos na Administração Municipal

Inicialmente a ação será implantada as secretarias de Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Saúde

 

Uma parceria com o Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de Mato Grosso (Desa/UFMT) vai contribuir para a elaboração e implantação do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos do complexo administrativo localizado na Avenida da FEB onde estão instaladas as secretarias municipais de Saúde, Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo e do Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável. O estudo faz o levantamento da quantidade e tipos de resíduos produzidos pelas três secretarias e está previsto na Lei 12.305 de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Depois de finalizado o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos será estendido as demais secretarias da Prefeitura de Várzea Grande.

“Este trabalho também está interligado com a Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), que muda a rotina dos nossos servidores pensando no reaproveitamento de materiais recicláveis, da promoção de consumo consciente e na necessidade em se reduzir os gastos com materiais de expediente e de recursos naturais como energia e água. Além é claro de instituir uma nova cultura de preservação do meio ambiente e dar a destinação correta a materiais que possam ser reutilizáveis e antes eram jogados no lixo comum”, explica a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Helen Farias Ferreira.

De acordo com a gerente de educação ambiental da secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Shanny dos Santos Mota, o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos está sendo desenvolvido em etapas. “A primeira etapa compreende o diagnóstico, onde estão sendo quantificados e classificados todos os resíduos sólidos gerados. Logo após será feita a identificação de soluções para a correta gestão dos resíduos, bem como a definição de procedimentos para a terceira etapa onde ocorre o gerenciamento dos resíduos. Estabelecida as metas para a minimização da geração e a destinação correta desses resíduos, serão implantados os indicadores para avaliar o cumprimento das metas e dos avanços na gestão dos resíduos”, detalha a gerente.

Leia Também:  Clube Cearense perde para o Luverdense de 1 a 0

A destinação final dos materiais reutilizáveis ou recicláveis produzidos nas secretarias, também já possuem destino certo e serão coletados pela empresa selecionada via chamamento público, a Associação de Catadores de Material Reciclável e Reutilizável (Asmats). “A destinação final muitas vezes é o grande problema nesse processo de reciclagem, pois não basta separar é preciso promover o correto descarte, por isso a necessidade de incentivo e apoio a associações de catadores”, enfatiza a secretária Helen Farias Ferreira explicando que de acordo com a legislação, todo material produzido pelas atividades domésticas, comerciais e públicas passíveis de coleta pelos serviços de limpeza pública, deve ser encaminhado para o lixo apenas quando não é possível seu reaproveitamento, seja por meio da reciclagem, da reutilização, da compostagem ou da geração de energia.

A3P – Com o objetivo de estabelecer boas práticas de sustentabilidade na Prefeitura Municipal de Várzea Grande e a cultura da correta gestão dos resíduos sólidos produzidos por suas unidades administrativas, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável está promovendo a capacitação da comissão da Agenda Ambiental na Administração Pública de Várzea Grande (A3P).

“Cada secretaria municipal possui um representante nesta comissão, o qual será disseminador dessas boas práticas a exemplo do uso racional da água e energia elétrica, gestão de resíduos sólidos, uso do papel, uso de canecas ao invés de copos descartáveis, licitações sustentáveis e consequentemente a melhora da qualidade de vida do servidor municipal”, cita a gerente de educação ambiental da secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Shanny dos Santos Mota.

Leia Também:  Vereador defende educação profissional como ampliação de inserção no mercado de trabalho

Ainda segundo a gerente, durante os encontros de capacitação são repassadas informações a respeito da responsabilidade de cada secretaria com a gestão dos seus resíduos produzidos, a metodologia escolhida para a separação dos resíduos sólidos a ser reciclado e o reaproveitamento de embalagens vazias.

“O objetivo é que os disseminadores articulem a gestão correta dos resíduos dentro de cada secretaria, e desta forma que os servidores entendam a importância da separação e destinação correta dos mesmos. Acreditamos que a destinação dos resíduos para as cooperativas e associações contribuirá para que os catadores tenham uma fonte de renda. A sensibilização é uma ferramenta muito importante na promoção de ações tornando possível alcançar excelentes resultados”, avalia Shanny dos Santos Mota.

A rotina para implantação da Agenda Ambiental na Administração Pública de Várzea Grande (A3P) teve início em abril deste ano e faz parte de uma política de governo adotada desde 2017 pela prefeita Lucimar Sacre de Campos através do decreto nº 43, de 1º de junho de 2017, que dispõe sobre a adesão ao programa do Ministério do Meio Ambiente, e constitui a Comissão Municipal e nomeação de membros, e dá outras providências.

“A A3P traz como meta a prática dos 5R’s: repensar, reduzir, reaproveitar, recusar e reciclar material consumido, visando sempre conscientizar ambientalmente os profissionais da Administração Municipal de Várzea Grande, além de estimular a reflexão e a mudança de atitude dos servidores para que os mesmos incorporem os critérios da gestão socioambiental em suas atividades rotineiras”, concluiu a gestora Helen Farias Ferreira.

Por: Rafaela Maximiano

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  5 pessoas envolvidas no assassinato de agricultor são denunciadas pelo MP

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA