Geral

Medeiros pede que PGR investigue incitação de Lula à violência

Inflamou sua Militância

Publicados

em


Preocupado com os posicionamentos recentes do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT), que recém saiu da prisão e já inflamou sua militância publicamente a implantar no Brasil um clima de violência semelhante aos que ocorrem em países vizinhos, o deputado federal José Medeiros (Pode) enviou à Procuradoria Geral da República (PGR) o ofício 244/2019, nesta segunda-feira (11), solicitando abertura de inquérito para apuração de possível crime praticado pelo petista.

No documento, Medeiros ressalta a importância de proteger a democracia e resguardar a estabilidade brasileira de “ameaças genocidas” do grupo intitulado Foro de SP, do qual Lula é um dos líderes. O deputado reproduziu no ofício enviado diretamente ao procurador-geral da República, Augusto Aras, parte do discurso de Lula a apoiadores de que “era preciso fazer igual ao povo do Chile e da Bolívia e atacar, e não apenas se defender”.

Ainda referindo-se ao pronunciamento do petista em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP), nos últimos dias, Medeiros afirma que a incitação não pode passar impune. “Não se trata de teoria da conspiração. É público e notório o querer deste senhor em implantar o caos, o terrorismo em território nacional para tentar tomar o poder, como indicou José Dirceu, seu ex-ministro. No Chile, já morreram mais de 20. É isso que ele pede para o Brasil?”, indagou.

Leia Também:  Plataforma digital criada para apoiar produtores rurais durante a crise do novo coronavírus está disponível gratuitamente até 30 de julho

O deputado ainda se embasa na denúncia feita em artigos da legislação federal que vedam à subversão da ordem política ou social, bem como define como crime a incitação à luta com violência entre as classes sociais. “Temos respaldo na legislação vigente para enquadramento deste tipo de ato, inclusive com pena de um a quatro anos de reclusão. Estamos tratando de uma pessoa influente que está publicamente cobrando seus aliados para que cometam crimes”, alertou.

Medeiros ainda fez questão de lembrar que Lula já possui duas condenações em primeira instância e até o fim do ano é provável que também acumule duas em segunda instância, além de ser réu em outros seis processos. “Se temos um criminoso reincidente expondo a coletividade a graves riscos com sua liberdade, não parece haver outro caminho do que seu retorno à prisão. O que faz não é mera irresponsabilidade”, finalizou.

 

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Presidentes da Assembleia Legislativa e TCE vao á São Paulo para tratamento de saúde

Publicados

em

JB News

Mato Grosso vive um momento de extremo perigo de contaminação pelo Coronavírus (COVID-19), que nos últimos dias já ceifou a vida de vários mato-grossenses, além da população em geral, entre elas, da área de saúde, médicos e enfemeiros que deram suas vidas a defesa da honra e do cargo o qual ocupavam.
Nesta semana, duas notícias abalaram os poderes no quesito saúde, os presidentes da Assembleia Legislativa de Mato Grosso,(ALMT), deputado estadual Eduardo Botelho e o presidente do Tribunal de Contas (TCE), Guilherme Maluf, tiveram que sair as pressas para obter ajuda médica e  hospitalar, dirigindo-se a São Paulo para poder cuidar de uma possível contaminação por COVID-19.
Segundo uma nota da Assessoria de Comunicação do TCE que confirma o contágio e o tratamento do presidente Guilherme Maluf.
Veja abaixo a nota :👇

O presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), conselheiro Guilherme Antonio Maluf, foi diagnosticado com o novo coronavírus (Covid-19).

O resultado do exame PCR fica pronto nesta terça-feira, (14), mas exames preliminares de Tomografia Computadorizada já confirmaram o diagnóstico.
O conselheiro já iniciou o tratamento em um hospital localizado em São Paulo.
Em virtude do diagnóstico do presidente do TCE-MT, a sessão do Tribunal Pleno, que seria realizada nesta terça-feira (14), foi cancelada.
Já o deputado Eduardo Botelho (DEM) presidente da Assembleia Legislativa divulgou uma nota pela sua assessoria dizendo que:👇

Leia Também:  Primeiro encontro virtual de startup’s do Centro-Oeste acontece no próximo dia 29

“O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, (DEM) não testou positivo para a Covid-19. Contudo, nesta segunda-feira (13) acordou indisposto, com dor de garganta e, por isso, irá fazer novo exame hoje e aguardará o resultado em isolamento domiciliar, seguindo protocolo de cuidados necessários.
Mas informações que o deputado Botelho, já está em tratamento, no hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

A coluna do JB News deseja toda solidariedade e pronta recuperação.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA