POLITICA

MDB homologa apoio a Mauro Mendes, Simone Tebet, e libera o partido de apoiar candidatos ao senado em MT

Publicados

em

JB News

Por Alisson Gonçalves e Nayara Cristina

O MDB marcou para esta tarde de quinta-feira 04.08, no Hotel Delmod em Cuiabá a convecção que definiu os nomes que o partido irá apoiar nestas eleições de outubro. Entre os nomes será homologado o apoio para a reeleição do governador Mauro Mendes (UB), e Da Simone Tebet (MDB), candidata à presidência da república.

O partido também deliberou o apoio para a vaga de senado, deixando aberto tanto para os convencionais quanto para os filiados.

Segundo o cacique do partido o deputado federal e presidente Carlos Bezerra, a decisão de deixar aberto o apoio ao senado, se d´por conta de que o partido não aceitou fechar apoio em um só nome, e por isso a decisão de deixar livre para quem quiser escolher seu pretensos senadores, mas deixou claro seu apoio pessoal a Neri Geller (PP).

A convenção apesar de não ter tido um grande número de público, cerca de 400 pessoas participaram do ato, mas foi marcado por empurrões, até mesmo a imprensa e o ex-secretário de saúde do prefeito Emanuel Pinheiro (MD) Antônio Possas de carvalho foi barrado na entrada do evento e não foi liberado sua participação na convenção.

Leia Também:  Mais uma vitória do governo Bolsonaro!” comemorou o Deputado Federal Nelson Barbudo

Para Bezerra o partido optou por liberar seus filiados, para ter a liberdade de apoiar quem quiser, uma vez que a sigla não tem candidato ao senado. Por este motivo não há necessidade de obrigar o apoio, e garantiu apoio maciço do partido na reeleição de Mauro Mendes.

A ata de convenção do MDB ficará aberto até o último prazo, no dia 15 de agosto para organizar ainda a chapa de deputado estadual, que segundo Bezerra ainda seguem com alguns nomes indefinidos. Já a lista de deputados federais está fechada com todos os nomes. A convenção ainda segue em andamento.

Veja aqui a proibição da imprensa :👇

COMENTE ABAIXO:

POLITICA

Coronel Assis destaca que colocou seu nome à disposição na política por entender que seu trabalho à frente da Segurança Pública não acabou

Publicados

em

Por

JB News

O coronel da Polícia Militar, Jonildo José de Assis, foi confirmado candidato a deputado federal durante a Convenção Partidária do União Brasil, na noite dessa sexta-feira (5). A convenção, que foi realizada no ginásio Dom Aquino, em Cuiabá, também confirmou a candidatura do governador Mauro Mendes à reeleição.

Coronel Assis chegou à convenção ao som da música Tropa de Elite, que se popularizou no filme de mesmo nome e que tem o trabalho policial como protagonista.  “Sou coronel da Polícia Militar e sirvo a população de Mato Grosso desde 1995. Há mais de 27 anos eu defendo este Estado e o cidadão e cidadã de bem, com muita honra”,
O coronel destacou que colocou seu nome à disposição na política por entender que seu trabalho à frente da Segurança Pública não acabou. “Precisamos acabar com o sentimento de impunidade que o criminoso sente. A polícia não pode mais prender e a lei soltar. Por isso quero ir para o Congresso. Vou trabalhar por leis penais mais duras para termos um Brasil e um Mato Grosso mais seguros”.

Leia Também:  TCE irá fiscalizar vacinação em Mato Grosso para cumprimento de imunização dos grupos prioritários

Entre as propostas do coronel Assis está a ampliação do número de Escolas Militares, que hoje têm a melhor média da rede pública no IDEB; agilizar a Reforma Tributária; e mais recursos para as creches. “Defendi Mato Grosso como Comandante do Bope, Comandante do Gefron, Secretário-Adjunto de Segurança Pública, Comandante-Geral da Polícia Militar e agora vou seguir a minha missão rumo à Câmara Federal”.

Coronel Assis ficou três anos no Comando Geral da Polícia Militar e ajudou a entregar uma Polícia Militar capacitada, equipada com armamentos modernos, mais próxima da população e adotou estratégias que resultaram na redução dos índices de criminalidade em Mato Grosso.

Com 46 anos, casado e pai de uma filha, coronel Assis é apoiador do presidente Jair Bolsonaro e defende pautas da direita como o armamento civil, o fortalecimento dos CACs e clubes de tiro e o liberalismo econômico.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA