COVID-19

Mato Grosso registra 1.026 óbitos por Covid-19

65 Mortes em 24 Horas

Publicados

em

Sexta-feira (10): Mato Grosso registra 27.636 casos e 1.026 óbitos por Covid-19

Há 240 internações em UTI e 366 em enfermaria; taxa de ocupação está em 90,5% para UTIs e em 53,7% para enfermarias

Ana Lazarini

Informações da SES-MT

Um total de 28.275 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) – Foto por: Tchélo Figueiredo | Secom

Um total de 28.275 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT)

A | A

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (10.07), 27.636 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 1.026 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado e 65 mortes nas últimas 24 horas.

Nesta edição do Boletim foi esclarecido que, em razão da atualização e migração do sistema, os números relativos aos casos em monitoramento e recuperados só serão atualizados a partir da próxima segunda-feira (13). Portanto, até o restabelecimento do banco de dados, serão atualizados diariamente apenas o total de casos confirmados, óbitos, exames realizados e as taxas de ocupação.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (6.101), Rondonópolis (2.165), Várzea Grande (2.069), Sorriso (1.195), Lucas do Rio Verde (1.254),  Tangará da Serra (1.053), Primavera do Leste (1.033), Sinop (806), Nova Mutum (674), Pontes e Lacerda (650), Campo Verde (505), Cáceres (465), Colíder (402), Peixoto de Azevedo (364), Barra do Garças (360), Sapezal (353), Campo Novo do Parecis (351),  Querência (304), Confresa (350) e Matupá (274).

Leia Também:  Comércio de Cuiabá tem boas expectativas de vendas para o Dia dos Pais

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria.

Nas últimas 24 horas, surgiram 1.240 novas confirmações no Estado. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 240 internações em UTI e 366 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 90,5% para UTIs e em 53,7% para enfermarias.

O documento ainda aponta que um total de 28.275 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.623 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES.

Cenário nacional

Nesta sexta-feira (10), o Governo Federal confirmou 1.800.827 casos da Covid-19 no Brasil e 45.048 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 69.184 óbitos e 1.755.779 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Leia Também:  Cacique Aritana Yawalapiti morre vítima de Coronavírus aos 71 anos

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

DOWNLOAD 

  • BOLETIM INFORMATIVO 124 – 10.07.pdf

 

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COVID-19

Governo de Mato Grosso distribuiu 21,3 mil testes para a região Nordeste

Publicados

em

 

Testes foram distribuídos para as 22 prefeituras da região, que passa por Água Boa e Vila RicaLucas Rodrigues | Secom-MT

Profissionais da Saúde que atuam no combate à pandemia realizam teste da Covid-19 – Foto por: Christiano Antonucci – SECOM/MT

A | A

O Governo de Mato Grosso enviou 21,3 mil testes rápidos de covid-19 para os 22 municípios que compõem a região Nordeste do estado, a exemplo de Água Boa e Vila Rica (veja a lista completa ao final da matéria).

Todos os testes já foram recebidos pelas prefeituras, que devem encaminhá-los para a atenção básica de Saúde. No total, o Estado adquiriu 400 mil testes rápidos, sendo que 300 mil estão sendo distribuídos para os 141 municípios de Mato Grosso.

Os outros 100 mil estão à disposição do Centro de Triagem Covid-19, na Arena Pantanal, e dos hospitais administrados pelo Executivo. Além destes, mais 100 mil testes foram doados por uma empresa.

“Sabemos que há uma dificuldade muito grande dos municípios para a aquisição, e por isso o Estado têm dado mais essa contribuição”, afirmou o governador Mauro Mendes.

Leia Também:  Viabilidade econômica para concessão de parque estadual é questionada em audiência virtual

O governador ressaltou que a testagem auxilia as pessoas com sintomas leves a iniciarem o tratamento de forma precoce. A base de cálculo usada para a distribuição é de 8,5% da população de cada município.

“Com o teste rápido disponível já na UPA, na policlínica ou no PSF, o paciente que estiver contaminado já consegue descobrir a doença no início e partir para o tratamento precoce. Isso evita que a situação se agrave e ele venha a precisar de uma UTI. É uma ferramenta que ajuda a salvar vidas”, destacou.

Para o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, a iniciativa é uma forma do Governo de Mato Grosso incentivar a testagem e reforçar a atuação da atenção primária à Saúde, “que é uma responsabilidade dos municípios”.

“Além de fornecer testes, o Estado também atua fortemente no Centro de Triagem da Covid-19, que amplia consideravelmente o número de diagnósticos realizados da Baixada Cuiabana e facilita o acesso ao tratamento precoce”, pontuou Figueiredo.

Os testes adquiridos pelo Governo custaram até 11 vezes mais baratos que os adquiridos em outros estados. Enquanto os preços praticados nos demais estados variaram entre R$ 55 a R$ 199 por cada teste, o Governo de Mato Grosso conseguiu adquirir diretamente de uma fabricante chinesa por U$S 3 dólares, ou seja, R$ 17,83, considerando frete e o valor do dólar pago nas aquisições.

Leia Também:  Pesquisa para definir nomes dos candidatos do DEM em VG, começa nesta sexta-feira

Confira a quantidade distribuída para cada um dos 22 municípios da região nordeste:

MUNICÍPIO

TESTES DISTRIBUÍDOS

ÁGUA BOA

2.175

ALTO BOA VISTA

575

BOM JESUS DO ARAGUAIA

550

CAMPINÁPOLIS

1.350

CANABRAVA DO NORTE

400

CANARANA

1.825

COCALINHO

475

CONFRESA

2.625

GAÚCHA DO NORTE

650

LUCIARA

175

NOVA NAZARÉ

325

NOVA XAVANTINA

1.825

NOVO SANTO ANTÔNIO

225

PORTO ALEGRE DO NORTE

1.075

QUERÊNCIA

1.475

RIBEIRÃO CASCALHEIRA

875

SANTA CRUZ DO XINGU

225

SANTA TEREZINHA

700

SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA

1.000

SÃO JOSÉ DO XINGU

475

SERRA NOVA DOURADA

150

VILA RICA

2.225

TOTAL

21.375

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA