CUIABÁ

Manifestantes protestam e colocam caixão e acendem vela em frente a prefeitura de Cuiabá

Publicados

em

 

JB NEWS

Manifestantes colocam caixão e acendem vela em frente a prefeitura em protesto contra fechamento de bares e feiras.

A cidade de Cuiabá vive um momento de muita preocupação, no mesmo dia que morreram três pessoas contaminadas pelo novo Coronavírus (COVID-19), manifestantes saem as ruas pedindo para que as feiras livres, bares e restaurantes voltem a funcionar normalmente durante o crescente número de infectados.
Nesta segunda-feira 18, manifestantes dos vários segmentos saíram em protesto pelas ruas da capital, entre os que protestavam para que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) possa decretar o retorno das atividades sas feiras por toda a cidade. Participaram também representantes de bares e restaurantes da capital.


Os manifestantes chegaram a colocar um caixão na praça Alecastro frente a sede da prefeitura, simbolizando no ato que muitas famílias poderão morrer de fome.
Os manifestantes tentaram de todas as formas chamar atenção para que o prefeito pudesse atender e ouvir as categorias, mas não tiveram êxito, o prefeito não foi falar com eles.
Nesta segunda-feira 18, três pessoas vieram a óbito por conta do Coronavírus em apenas 72 horas,  Cuiabá começa  disparar negativamente relacionadas as mortes.

Leia Também:  Rotam prende 482 comprimidos de ecstasy e mais de 400 notas falsas e mais quatro pessoas

VEJA aqui dados da prefeitura e a palavra do prefeito 👇

Foram notificados 3 óbitos em 72 horas na capital

ROBERTA PENHA

Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde lamentam informar mais um óbito de morador da capital decorrente da COVID-19. A vítima era uma mulher de 79 anos, que deu entrada na Policlínica do Planalto na manhã deste domingo (17) em estado grave e logo em seguida foi a óbito. Ela era sogra da mulher que morreu no hospital de referência do município no sábado à noite. O resultado do exame para Covid-19 saiu nesta segunda-feira (18).

Com mais este óbito, Cuiabá atualmente tem um total de 5 mortes por COVID-19.

O prefeito e o secretário desejam às famílias de todas as vítimas muita força para aguentar esse momento tão sombrio e de tanta dor para todos.

“Infelizmente tivemos um óbito no sábado à noite, um no domingo de manhã e outro na madrugada deste domingo, todos decorrentes do COVID-19. É um momento muito triste para a nossa capital e isso só vem reforçar o que temos falado todos os dias: se puder, fiquem em casa. Essa doença não é brincadeira. Cuidem-se o máximo que puderem”, disse o prefeito.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CUIABÁ

Prefeito afirma que sem as medidas de isolamento Cuiabá ja estaria com até 1,4 mil casos do COVID-19

Publicados

em

Sem as medidas de isolamento, estaríamos com até 1,4 mil casos, afirma Emanuel

Conforme boletim da Secretaria Municipal de Saúde, o número hoje é de 692 casos confirmados de residentes no município

BRUNO VICENTE

O prefeito Emanuel Pinheiro afirma que, caso o Município não tivesse adotado as medidas de isolamento social desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), Cuiabá poderia ter neste momento até 1,4 mil casos confirmados. Conforme boletim da Secretaria Municipal de Saúde, o número hoje é de 692 casos confirmados de residentes no município.

“Estamos crescendo uma média de 7%, por semana, de casos confirmados, mas com uma baixíssima taxa de óbitos. Esse número, que hoje está em 655, se fosse as medidas adotadas pela Prefeitura, poderia estar com 1,2 mil ou até 1,4 mil casos. Poderíamos estar como algumas capital que, agora, por exemplo, o sistema entrou em colapso, com centenas de morte por Covid-19”, argumentou Pinheiro.

Segundo o chefe do Executivo, com base em apontamentos técnico-científicos, o trabalho realizado na cidade hoje tem o objetivo de achatar a curva de infecções. De acordo com ele, ao realizar esse processo é possível causar o adiamento do pico de contaminação, até que o mesmo seja pulverizado, evitando dessa forma que o sistema de saúde pública da capital entre em colapso.

Leia Também:  Lei estabelece novas regras para serviços de delivery em aplicativos de Cuiabá

“Graças as medidas da Prefeitura com o apoio da maioria da população, estamos fora desse contexto de descontrole total. Trabalhamos com esse planejamento para que haja esse achatamento da curva e para que aquilo que o sistema de saúde tem à disposição seja o suficiente para salvar vidas. Com isso,vamos manter esse controle que estamos tendo após 90 dias de pandemia na nossa Capital”, completou o gestor.

Para assegurar que Cuiabá continue no caminho certo no enfrentamento ao coronavírus, o prefeito Emanuel Pinheiro anunciou nesta semana que, a partir de agora, o Executivo também passa a utilizar como base em suas decisões as recomendações da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Uma delas, é o monitoramento das alterações epidemiológicas, pelo período de 14 dias, a cada nova etapa implantada no combate ao contágio.

Além das medidas da OPAS, a Prefeitura já utiliza como suporte os dados técnico-científicos da equipe de saúde do Município, bem como as recomendações de biossegurança da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Ministério da Saúde. “É mais um reforço que nos ajudará a continuar tomando as decisões corretas e protegendo a população de uma doença perigosa e quem neste momento, não possui vacina”, finalizou Pinheiro.

Leia Também:  Coronvírus Mata duas pessoas da mesma familia em Cuiabá na madrugada deste domingo

Leia mais:

Abertura do comércio segue protocolo de monitoramento das alterações epidemiológicas

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA