Arquivos JB News 10 Anos

Maior telhado solar de Mato Grosso será construído em Várzea Grande

Publicados

em

 

A usina fotovoltaica desenvolvida pela Enerzee deve gerar redução de 68% na conta de energia do Grupo Domani

Com a proposta de colaborar com o meio ambiente e reduzir o consumo de energia elétrica a Enerzee construirá o maior telhado solar do Mato Grosso para o Grupo Domani. A usina fotovoltaica será instalada sobre a cobertura do galpão que hospeda carros novos da concessionária Fiat, em Várzea Grande. O investimento de R$ 4,4 milhões deve gerar uma redução de 68% no consumo de energia do grupo.

No total serão 2336 módulos de 375Wp, instalados em uma área de aproximadamente 4,6 mil m², que gerarão, em um ano, aproximadamente 1,2 milhão de quilowatts hora. A usina abastecerá as sete lojas do grupo, quatro concessionárias Fiat e três concessionárias Jeep localizadas nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Tangará da Serra, Rondonópolis e Cáceres.

Segundo o diretor executivo do Grupo Domani, Eduardo Carlota, a instalação do telhado solar representa um marco para a empresa, que investe continuamente em ações sustentáveis. “Este será o sexto projeto desenvolvido por nós na busca de reduzir o impacto ambiental em nossas instalações. Já desenvolvemos outras ações como descarte de óleo, papelão e lava jato com reaproveitamento de água”, conta.

Leia Também:  Vítimas de violência doméstica encontram apoio em Casas de Amparo em Cuiabá

A usina ainda irá amenizar significativamente a emissão de gás carbônico das empresas que compõe o grupo. Estima-se que o projeto reduzirá em até 153,34 toneladas a emissão de CO2 anuais.

O telhado solar deve gerar ainda uma média de 104 mil quilowatts de energia limpa por mês. A eletricidade produzida corresponde ao consumo mensal de aproximadamente 1800 residências brasileiras.

“Além do investimento em sustentabilidade, a usina trará um retorno econômico. Hoje gastamos entre R$70 a R$75 mil por mês com energia nas sete unidades. E estamos trocando esse gasto, por um valor equivalente de financiamento. Após cinco anos, pagaremos o financiamento e teremos uma economia de 68% na conta de energia do grupo. Estimamos o retorno do investimento em quatro anos, porém como decidimos construir um galpão, tivemos um acréscimo de mais de R$ 1 milhão no projeto”, conta Eduardo Carlota.

De acordo com vice-presidente da Enerzee, Nelson Tinoco, o galpão está em fase final de construção e a instalação da usina será feita dentro de 120 dias. “Com este empreendimento, o Grupo Domani se beneficiará de uma energia limpa e segura por 25 anos. A energia gerada será enviada para a rede da distribuidora, que fornecerá créditos para a unidade consumidora abater na sua conta de luz”, explica.

Leia Também:  Sorteio da Copa do Brasil define adversários de mato-grossenses

Ainda segundo o vice-presidente do Grupo Amper, do qual o Grupo Domani faz parte, Eduardo Oliveira, a ideia é que esse projeto se estenda para as outras empresas do grupo. “A partir desta instalação, avançamos na geração fotovoltaica e queremos construir novas usinas e contribuir para uma operação cada vez mais sustentável. Além, claro, de manter a característica principal de ser um modelo de operação de baixo custo e com preços competitivos”, ressalta.

 

Paola Carlini –
Larissa Klein
COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Jogos de volta da 2ª fase do Mato-grossense Sub-19 começam hoje

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA