Eleições 2020

Justiça reconhece FakeNews contra Flávio Frical e manda site o Mato Grosso Jornal tirar notícia do ar

Publicados

em

JB News

Justiça reconhece FakeNews contra Flávio Frical e manda site tirar notícia do ar

A Justiça Eleitoral reconheceu que um site de notícias está propagando conteúdo calunioso e inverídico contra o empresário Flávio Frical (PSB), candidato a prefeito de Várzea Grande pela Coligação Várzea Grande Pode Mais. Foi determinado que o site “O Mato Grosso Jornal” tire o conteúdo do ar.
Conforme a decisão do juiz Eduardo Calmon, o site afirma “sem trazer qualquer prova que o candidato já foi condenado e vem sendo investigado por corrupção”. Ele também afirma se tratar de conteúdo calunioso e inverídico.
“A continuidade da veiculação irregular prejudica a coligação concorrente, impondo a concessão da liminar como única forma de evitar prejuízo irreparável ao candidato Requerente”, escreveu o juiz.
Por fim, o magistrado diz que a notícia veiculada afirma claramente, sem trazer qualquer prova, que o candidato já foi condenado e vem sendo investigado por corrupção.

Veja a decisão :👇

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Juiz determina suspensão de pesquisa da Gazeta Dados e Olhar em Direto Várzea Grande
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eleições 2020

Juiz determina suspensão de pesquisa da Gazeta Dados e Olhar em Direto Várzea Grande

Publicados

em

JB News

Da Redação

O juiz eleitoral Alexandre Elias Filho, concedeu deferimento de um pedido de tutela de urgência da defesa do Candidato Flávio Frical (PSB) para suspender duas  pesquisas, uma realizada pelo Instituto Gazeta Dados e outra pelo site Olhar Direto.

Segundo a coligação “Várzea Grande Pode Mais,” uma simples análise da pesquisa é possível verificar que o candidato
Flavio Alberto de Vargas não foi qualificado pelo seu nome da urna, qual será Flávio Frical, nome escolhido para divulgar sua candidatura, o que, com efeito, pode influenciar de forma equivocada o
eleitorado do município”.

Para o advogado Maurício Guimarães, o simples fato de tentar esconder a personalidade em questão coloca a pesquisa em suspeita, o que também pode ocasionar uma fraude eleitoral.

O juiz Alexandre Elias, aceitou o pedido de urgência e concedeu a derrubada e não veiculação da pesquisa, e deu dois dias para a defesa nos autos, da parte contrária.
Os dois pedidos da defesa do candidato a prefeito, Flávio Frical foram aceitos contra Malujoa Comunicação Ltda, e o Instituto Gazeta Dados.

Leia Também:  Taques faz compromisso de destinar recursos e apoiar mudanças para atender agricultura familiar

Na divulgação do resultado da rejeição, a somatória dava acima de 100%. De acordo com a pesquisa, o deputado federal Emanuelzinho (PTB), tem 41% de rejeição, seguido por Miltão, com 35%, Flávio Frical teria 29%, e Kalil Baracat somente 21%.

O magistrado concedeu a tutela de urgência apresentado, determinando a suspensão da pesquisa eleitoral registrada sob o número MT-06855/2020.

Veja aqui a decisão:👇

Deferimento Liminar – Gazeta

Liminar – MALUJOA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA