POLITICA

Juca do Guaraná é recebido calorasamente por apoiadores e oficializa seu nome como candidato a deputado estadual

Publicados

em

 

 

JB News

Por Alisson Gonçalves

O vereador e presidente da Câmara Municipal  de Cuiabá Juca do Guaraná Filho (MDb), oficializou na tarde desta quinta-feira 4 de Agosto, seu nome como candidato a Deputado Estadual.

Juca foi recebido calorasamente, por apoiadores em frente ao Hotel Delmond em Cuiabá, local onde foi realizado a convenção do partido (MDB).

Durante entrevista a imprensa, Juca disse sentir frio na barriga, segundo o parlamentar é como se ele fosse disputar pela primeira vez às eleições.

Apesar desse pequeno detalhe, o presidente da Câmara diz se sentir confiante já que possui uma grande experiência política e com isso deve sair às ruas para buscar votos não só em Cuiabá mais em todos os municípios de MT.

Outro ponto deixado pelo vereador é a questão, do apoio a candidata a presidência Simone Tebet, Juca destacou que assim como o partido decidiu em apoiar Simone ele também vai apoiar.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Sala da Mulher promove ação para divulgar Lei em Cuiabá

POLITICA

Juiz determina investigação de autores de disparos de fake news contra Wellington Fagundes

Publicados

em

Por

⁹JB News

O juiz eleitoral Abel Sguarezi acatou o pedido do Partido Liberal e determinou que a Vivo e o Facebook forneçam nomes, dados, endereços e informações cadastrais disponíveis para identificar os proprietários das linhas telefônicas (65) 99645-6390 e (46) 9105-8068, além da quantidade de dados móveis (internet) consumidos por tais linhas no período de 1º de junho a 29 de julho.

Além disso, também que Facebook informe o local/endereço de acesso/utilização do aplicativo WhatsApp pelos números acima citados.

Por meio dessas linhas telefônicas foi disparado vídeo com conteúdo inverídico e difamatório ao senador Wellington Fagundes, candidato à reeleição. Segundo o juiz, o material macula a imagem e a honra do senador filiado ao PL.

A defesa de Wellington argumentou que além de parte das informações veiculadas não serem verdadeiras, a forma utilizada para a sua propagação é vedada.

As mensagens são oriundas de destinatários desconhecidos (a própria foto nos perfis de WhatsApp demonstram isso), impossibilitando formular direito de resposta, aforar representação por propaganda eleitoral negativa antecipada, ou mesmo postular proibição de envio pois não se sabe os autores dos referidos disparos.

Leia Também:  Secretária: Governo de MT já entregou 46 mil cestas básicas em Cuiabá, mas Prefeitura está inerte

Além disso, há fortes indícios na espécie do uso de robôs ou bots e/ou de perfis falsos para a realização dos referidos envios, sendo aqueles capazes de distribuir, em escala industrial, mensagem pré-programadas, a fim de disseminar Fake News contra o PL e a seus filiados.

Assim que a Vivo e o Facebook esponderem à determinação da Justiça Eleitoral, o juiz vai analisar o pedido do PL de impedimento provisório das linhas (65) 99645-6390 e (46) 9105-8068 de utilizarem o aplicativo WhatsApp.

Decisão Wellington Fagundes

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA