Arquivos JB News 10 Anos

Instalação do IML em Várzea Grande é cobrada em audiência pública sobre Combate à Violência contra a

Publicados

em


 

Adriana Assunção

 

A cobrança da instalação do Instituto Médico Legal (IML) para atender às mulheres vítimas de violência foi destaque na audiência pública dessa quinta-feira (07.11) realizada pela Câmara Setorial Temática (CST) da Assembleia Legislativa de Mato Grosso AL/MT na Câmara Municipal de Várzea Grande. Na ocasião, foram ouvidas sugestões sobre políticas públicas voltadas para as mulheres do município.

O presidente da Casa de Leis, Fábio José Tardin – Fabinho (DEM) abriu os trabalhos da Mesa conduzido pela secretária-geral da CST, professora Jacy Proença. A Casa foi representada pela vereadora Gisele Aparecida de Barros – Gisa Barros (PSB) que destacou suas propostas que visam diminuir a violência contra a mulher.

“Eu apresentei três leis que foram aprovadas e sancionadas pela prefeita Lucimar Campos, sendo elas: a Lei 4.493/2019 que fala de diretrizes para ações que visam tanto a valorização de mulheres quanto meninas e o combate de violência doméstica para ser instituído dentro da rede pública de ensino municipal. Também apresentei a Lei 4.511/2019 que institui Semana Municipal de Combate a Violência Contra a Mulher e a Lei 4.512/2019 que é a Semana Municipal de Ações Voltadas à Lei Maria da Penha”, destacou Gisa.

O grupo de trabalho formado por mulheres de Mato Grosso reconhecidas socialmente pela ampliação e defesa dos direitos femininos, apontou a importância da Patrulha Maria da Penha, o combate a violação dos direitos da mulher, a necessidade de um atendimento 24 horas e o pedido de instalação de um IML no município.

Leia Também:  Nilson Leitão é indicado para CPI da Funai e do Incra

“Estamos cansadas de ver os homens empilhando o corpo de suas mulheres. Várzea Grande sempre marcou a história de Mato Grosso por essa quantidade de feminicídios. Chegamos aqui com Patrulha Maria da Penha, mas precisamos abrir mais portas, essas mulheres querem capacitação. Eu vi aqui a importância de se ter um IML, o que adianta debater, se a mulher que precisa submeter a um exame de corpo de delito precisa seguir para outro município”, questionou a promotora de Justiça da Vara de Violência Doméstica Contra Mulher de Cuiabá, Lindinalva Rodrigues.

Sobre a cobrança do IML, Gisa alertou que a Casa vem cobrando do Governo do Estado há muitos anos pelo vereador de sexto mandato, Chico Curvo (PSD): “Desde quando tomei posse como vereadora, eu o vejo batalhando. Os 21 vereadores, sem exceção, cobraram do então governador Pedro Taques, para que ele implantasse um IML dentro do município de Várzea Grande. E continuamos cobrando na gestão do governador Mauro Mendes (DEM)”, afirmou.

Gisa citou que o vereador Rogério França Martins – Rogerinho da Dakar (PV) apresentou uma emenda parlamentar na Lei Orçamentaria Anual (LOA/2020) prevendo um aporte financeiro para iniciar as obras do IML.

Leia Também:  PGE passa a contar com cinco novos procuradores

“O espaço físico já temos, só precisamos de somar forças com o Estado e vocês enquanto Câmara Setorial pode nos ajudar levando até a deputada estadual Janaina Riva e ao deputado Wilson Santos para que mandem recursos financeiros, por meio de emendas parlamentares para ajudar a implantar o IML. Esperamos também que a prefeita de Várzea Grande entenda a importância dessa emenda para que não seja vetado”, encerrou Barros.

Emoção – Durante o evento, o vereador Miguel Baracat (PSC) bastante emocionado relatou que há dois anos cuida da esposa Anely de Deus Baracat, ela se encontra acamada após sofrer aneurisma e um derrame. Sensível à causa, Miguel alertou sobre o machismo e pediu pela valorização da mulher.

“Hoje eu sei o quanto é o valor de uma mulher. Hoje eu quero dizer a todos vocês que sou médico, enfermeiro, cuidador e cozinheiro.  Eu tenho orgulho de cuidar de minha esposa. Temos que acabar com a tese de falar que mulher de casa não trabalha. Quem tem sua mulher, esposa e companheira, vamos valorizar”, emocionou.

Composição – A Câmara Setorial Temática (CST) de Combate à Violência contra a Mulher reúne representantes de órgãos como Defensoria Pública, Polícia Civil, Ministério Público, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher. A presidência da CST é exercida pela desembargadora Maria Erotides Kneip.

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Nilson Leitão é indicado para CPI da Funai e do Incra

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA