AGRONEGÓCIOS

IC-BR cai pela segunda vez consecutiva em julho

Publicados

em

Em meio aos temores de recessão global, o Índice de Commodities do Banco Central (IC-BR) caiu pelo segundo mês consecutivo em julho, passando de 428,02 pontos para 417,62 pontos. Apesar desta queda, o índice ainda registra alta de 5,20% no acumulado de 2022 até julho. 

O IC-BR é constituído com base nos valores das commodities agrícolas, metálicas e energéticas convertidas em reais. Entre os três subgrupos que compõem o índice de matérias-primas do Banco Central, o de commodities agropecuárias, como carne de boi, carne suína, algodão, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, entre outras, mostrou queda de 2,83% em julho e de 3,88% no acumulado do ano. O componente metal também registrou queda, com -8,16%.Por outro lado, o segmento de energia avançou 1,52% no mês.

Em 12 meses, o aumento é de 22,58%. No ano passado, o IC-Br avançou 50,72%.

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  São Paulo abre nesta segunda-feira quinto fórum global do agronegócio

AGRONEGÓCIOS

Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel

Publicados

em

Por

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (11) uma nova redução no preço do diesel comercializado às distribuidoras. Com isso, a partir desta sexta-feira (12), o litro do diesel vendido passa de R$ 5,41 para R$ 5,19, com redução de R$ 0,22, ou 4,07%. Os preços dos demais combustíveis não foram alterados.

 Essa já é a segunda queda consecutiva anunciada pela estatal no diesel. Na semana passada, o valor do litro foi reduzido em R$ 0,20. No entanto, apesar das duas quedas, o preço do diesel vendido às distribuidoras ainda é 55,39% maior que o praticado no final de 2021. 

Conforme a Petrobras, considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da empresa no preço ao consumidor passará de $ 4,87, em média, para R$ 4,67 a cada litro vendido na bomba, de acordo com a estatal.

Em nota, a Petrobras afirmou que a redução acompanha o avanço dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel, e é coerente com a prática de preços da empresa, que busca o equilíbrio dos seus custos com o mercado global, sem repassar para os preços internos a volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio. 

Leia Também:  Forte frente fria avança pelo Brasil; veja previsão para esta segunda

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA